Semióticas da ficção no ensino do Russo como língua estrangeira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29051/el.v7iEsp1.14887

Palavras-chave:

Russo como língua estrangeira, Educação moderna, Semiótica, Gogo, O poema

Resumo

Uma das condições para a difusão da língua russa é a educação de estudantes estrangeiros em universidades russas. Consequentemente, a busca por novas abordagens para o ensino do russo como língua estrangeira torna-se relevante. A prática tem mostrado que a literatura é um guia para a compreensão das características da língua russa e do desenvolvimento da fala oral. O objeto de estudo é um texto literário no sistema de ensino da língua russa. O objetivo deste trabalho é pesquisar as formas e métodos eficazes de ensino da língua russa a alunos estrangeiros com base no texto literário. Os resultados do estudo mostraram que a forma mais eficaz de treinamento é a utilização de tecnologias educacionais baseadas em aspectos da semiótica orientados para a prática. No material do poema de Gogol "Dead Souls" é mostrada a técnica de trabalhar com texto literário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anastasia Alexandrovna Korshunova, Kazan Federal University (KPFU), Kazan

Assistant at the Department of Russian as a Foreign Language, Institute of Philology and Intercultural Communication.

Svetlana Maksimovna Petrova, North-Eastern Federal University (NEFU), Yakutsk

Professor and Head of the Department of Russian as a Foreign Language, Faculty of Philology. Doctor of Pedagogy.

Referências

GLOTOVA, G. A. Person and sign: semiotics and psychological aspects of ontogenesis of the person. Sverdlovcs, 1990. 256 p.

GOGOL, N. V. Dead souls. A new translation by Richard Pevear. Pantheon Books, 1996. 352 p.

MAKLEEVA, E. A.; AKHMETZYANOVA, L. M. Yan Zhike, Integration of teaching methods and principles of selection of language material in classes of Russian as a foreign language. Ad alta-journal of interdisciplinary research, v. 8, n. 1. p. 172-174, 2018.

MAKRISHINA, N. V. et al. Practical tasks of studying literature in a foreign language and communication skills. Opción, año 35, n. esp. 22, р. 964-977, 2019.

MAMARDASHVILI, M. K.; PYATIGORSKIY, A. M. Simvol i soznanie. Metafizicheskie Rassuzhdeniya O Soznanii, Simvolike I Yazyke. 1997. p. 18-21.

MECHKOVSKAYA, N. B. Semiotika: Yazyk. Priroda. Kul'tura: Kurs lekcij: Uchebnoe pochsobie. Moscow: Akademiya, 2004. 432 p.

PLOTNIKOV, B. A. Semiotika teksta: Paragrafemika: uchebnoe posobie. Minsk: Vyshejshaya shkola, 1992. p. 5-39.

SALAKHOVA, A. R.; BURTCEVA, T. A. Russian literature through the reading-glass, and what a reader would find there. Journal of Language and Literature, v. 7, n. 1, p. 167-170, 2016.

SHTYRLINA, E. G. Basic Methods for Working with Poetic Texts at Russian as a Foreign Language Lessons. The Journal of Social Sciences Research, n. esp. 1, p. 242-246, 2019.

VOROPAEV, V. V. Gogol: zhizn' i tvorchestvo. Izd.3. Moscow: Izd-vo MGU. 2002. 128 p.

Publicado

28/02/2021

Como Citar

KORSHUNOVA, A. A.; PETROVA, S. M. Semióticas da ficção no ensino do Russo como língua estrangeira. Revista EntreLínguas, Araraquara, v. 7, n. Esp1, p. 184–192, 2021. DOI: 10.29051/el.v7iEsp1.14887. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/entrelinguas/article/view/14887. Acesso em: 12 abr. 2021.