Ensino da gramática para alunos chineses de PLE: uma proposta para o modo imperativo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29051/el.v7iesp.6.15384

Palavras-chave:

Português língua estrangeira, ensino de PLE na China, grammaring, ; tarefas de consciousness-raising, tarefas de foco na forma

Resumo

No presente artigo e proposta didática, propomo-nos a refletir sobre o papel da gramática na aula de língua estrangeira (LE), mais especificamente, na aula de Português como Língua Estrangeira (PLE) para alunos chineses com L1 Mandarim. Primeiro, analisaremos a pertinência do conceito de grammaring (LARSEN-FREEMAN, 2003) para a didática de LE. Partindo dessa reflexão, pretendemos analisar as abordagens mais pertinentes para um ensino da gramática na aula de língua que não descuide a comunicação e que permita que os aprendentes construam o seu conhecimento linguístico de maneira dedutiva. Para isso, tentaremos elaborar propostas de tratamento do modo imperativo em Português Europeu (PE), justificando a escolha desse item gramatical e baseando-nos no trabalho de Ellis (2014) sobre tarefas de foco na forma e tarefas de consciousness-raising.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Inês Silva de Almeida, Instituto Politécnico de Macau (IPM), Macau – China

Doutoranda em Português na Escola Superior de Línguas e Tradução.

Aoran Yang, Beijing International Studies University (BISU), Beijing – China

Teaching Assistant of the School of European Studies /Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) - Porto - Portugal. Doutorando em Ciências da Linguagem.

Referências

AYOUN, D. C. The second language acquisition of French tense, aspect, mood and modality Amsterdam. John Benjamins Publishing Company, Amsterdã, 2013. 24 p.

CHAPPELL, H.; PEYRAUBE, A. Modality and Mood in Sinitic. In: NUYTS, J.; AUWERA, J.V.D. The Oxford Handbook of Modality and Mood. Oxford: Oxford University Press, p. 296-329, 2016.

CONSELHO DA EUROPA. Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas. Porto: ASA, 2001.

ELLIS, R. Current Issues in the Teaching of Grammar: An SLA Perspective. TESOL Quarterly, v. 40, n. 1, p. 83-107, 2006.

ELLIS, R. Grammar teaching for language learning. Babylonia the Journal of language teaching and learning, v. 2, p. 10-15, 2014.

GONÇALVES, L. Uma Abordagem Intercultural ao Ensino do Português na China Continental. 2016. 312 f. Tese (Doutoramento em Didática de Línguas) – Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), Porto, 2016.

GROSSO, M. J. A Atividade Comunicativa em Português do Falante de Língua Materna Chinesa. In: ANÇÃ, M. H. Aproximações à Língua Portuguesa. Aveiro: Centro de Investigação Didática e Tecnologia na Formação de Professores, p. 83-90, 2007.

JIANG, L. Comparação de Método Tradicional e de Método de PBL e as Respetivas Utilizações no Ensino e Aprendizagem de PLE nas Universidades Chinesas. 2019. 73 f. Tese (Mestre em Português Língua Segunda e Estrangeira) – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade NOVA de Lisboa (FCSH), Lisboa, 2019.

LARSEN-FREEMAN, D. Grammar and Its Teaching: Challenging Its Myths. ERIC Digest. Washington, DC: Center for Applied Linguistics, 1997.

LARSEN-FREEMAN, D. Teaching Grammar. In: CELCE, M -MURCIA. Teaching English as a Second Language or Foreign Language. 3. ed. Boston, MA: Thomson/Heinle, 2001. p. 251-266.

LARSEN-FREEMAN, D. Teaching Language: From Grammar to Grammaring. Boston, MA: Thomson/ Heinle, 2003.

MARQUES, R. M. In: RAPOSO, E. et al. Gramática do Português. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2013. v. 1, p. 673-693.

OLIVEIRA, F. Modalidade e modo. In: MATEUS, M. H. M et al. Gramática da Língua Portuguesa. Lisboa: Caminho, 2003, p. 243-274.

PALMER, F.R. Mood and Modality. Cambridge: Cambridge University Press, 1986.

PINTO, J. Do “foco nas formas” ao “foco na forma”: contributos para o ensino/aprendizagem do Português L2 em Cabo Verde. In: GONÇALVES, L. Fundamentos do Ensino de Português como Língua Estrangeira. Roosevelt, NJ: Boavista Press, 2016. p. 311-330.

YAN, Q. O Desenvolvimento do Ensino de Português na China: História, Situação Atual e Novas Tendências. In: YAN, Q.; ALBUQUERQUE, F.D. O Ensino do Português na China. Natal: Editora da UFRN, 2019. p. 24-52.

ZHANG, Y. Pragmática Aplicada ao Ensino de Português como L2 na China. In: YAN, Q.; ALBUQUERQUE, F.D. O Ensino do Português na China. Natal: Editora da UFRN, 2019. p. 309-328.

Publicado

28/12/2021

Como Citar

ALMEIDA, I. S. de; YANG, A. Ensino da gramática para alunos chineses de PLE: uma proposta para o modo imperativo. Revista EntreLinguas, Araraquara, v. 7, n. esp.6, p. e021140, 2021. DOI: 10.29051/el.v7iesp.6.15384. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/entrelinguas/article/view/15384. Acesso em: 20 maio. 2022.