O pensamento holístico na escola: o caso do projeto medIFtação de Itapetininga/SP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26673/tes.v16i2.14590

Palavras-chave:

Meditação, Holístico, Ensino

Resumo

Este artigo descreve e analisa a experiência de dois anos de existência do projeto medIFtação desenvolvido no Instituto Federal de São Paulo, campus de Itapetininga, no sudoeste do estado. Trata-se de um projeto emergente das necessidades de se apresentar aos estudantes do ensino médio algumas ferramentas de saúde mental para controle da ansiedade. Não obstante, a partir desse cenário, o projeto foi elaborado e tem sido conduzido além dessa proposta instrumental, elevando o sentido da meditação e do pensamento holístico como elementos de autoconhecimento e da compreensão da complexidade da vida. O texto foi organizado na forma de perguntas e respostas, com o propósito de tornar a explicação mais clara sobre especificidades do projeto. Espera-se, com a partilha deste relato, promover uma (auto)reflexão da meditação na educação e, quem sabe, encorajar outros projetos de natureza semelhante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Debora Mota de Souza, Instituto Federal de São Paulo (IFSP), campus Itapetininga, SP

Estudante do Ensino Médio Integrado

Ivan Fortunato, Instituto Federal de São Paulo (IFSP), campus Itapetininga, SP

Coordenadoria de Formação Pedagógica.

Mateus Tófoli Correa, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), campus Sorocaba, SP

Mestrando.

Publicado

27/08/2020

Como Citar

SOUZA, D. M. de; FORTUNATO, I.; CORREA, M. T. O pensamento holístico na escola: o caso do projeto medIFtação de Itapetininga/SP. Temas em Educação e Saúde (Themes in Education and Health), Araraquara, v. 16, n. 2, p. 675–688, 2020. DOI: 10.26673/tes.v16i2.14590. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/tes/article/view/14590. Acesso em: 13 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos