Do que adoecem e por que se afastam do trabalham diferentes trabalhadores de uma universidade: análise do ano de 2009

Autores

  • Fátima Neves do Amaral Costa UNESP - Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras – Departamento de Didática. Araraquara – SP – Brasil.
  • Lis Maria Benassi Cézar Supervisora. UNESP - Universidade Estadual Paulista.Seção Técnica de Saúde. Araraquara – SP – Brasil.
  • Cássia Tiêmi Nagasawa Ebisui Coordenadora Pedagógica. ETEC “Profa. Anna de Oliveira Ferraz” - Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza.Araraquara – SP – Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.26673/tes.v10i0.9614

Palavras-chave:

Trabalho, Trabalhador, Adoecimento, Prevenção,

Resumo

Trata-se de um estudo, de natureza quantitativa, que avaliou no ano de 2009, o fato de que ficaram, durante aquele período, afastados do trabalho diferentes trabalhadores que atuavam em quatro unidades de uma universidade pública no interior de São Paulo, assim como a causa da doença que provocou este afastamento. Do quadro trabalhado, que envolveu local de trabalho, funções desempenhadas e período de afastamento, pode-se afirmar que, homens e mulheres, que se afastaram do trabalho, por um tempo maior, tinham suas atribuições preferencialmente ligadas a serviços repetitivos. Foi possível identificar também que as morbidades prevalentes relacionaram-se aos transtornos mentais seguidos de doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo. Tais achados impulsionam necessários aprofundamentos teóricos sobre as condições dos ambientes de trabalho onde se encontram esses trabalhadores, assim como o grau de satisfação dos mesmos, para identificar e prevenir aspectos geradores de conflitos, pressões e sofrimento no local de trabalho, que poderão desencadear doenças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

27/03/2017

Como Citar

COSTA, F. N. do A.; CÉZAR, L. M. B.; EBISUI, C. T. N. Do que adoecem e por que se afastam do trabalham diferentes trabalhadores de uma universidade: análise do ano de 2009. Temas em Educação e Saúde , Araraquara, v. 10, 2017. DOI: 10.26673/tes.v10i0.9614. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/tes/article/view/9614. Acesso em: 18 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos - Área da Educação

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.