As tecnologias da informação e comunicação no ensino de línguas estrangeiras

Estado da arte

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29051/el.v9i00.17032

Palavras-chave:

TDICs, Ensino de LE, Multiletramentos, Letramento digital

Resumo

Em decorrência da pandemia, do ensino remoto emergencial e da crescente presença das Tecnologias Digitais da Informação e da Comunicação (doravante TDICs) na vida em sociedade e no ensino de Línguas Estrangeiras (doravante LE), nota-se um aumento do número de estudos investigando benefícios e desafios dos recursos digitais na Educação. Nesse contexto, este trabalho visa traçar o estado da arte sobre o uso de TDICs no ensino de LE, além de abordar tópicos como letramento digital e competência midiática, profundamente entrelaçados à temática. Após a análise dos dados coletados, observamos que é crescente o número de estudos sobre TDICs com a inserção de tais recursos no campo da Educação, que trabalhos na área de inglês como LE predominam, que o número de publicações é maior em periódicos e anais de eventos e, por fim, que os estudos, em geral, tendem a focar na tecnologia como ferramenta de aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Marinelli de Carvalho, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP – Brasil

Graduando em Letras.

Mayara Mayumi Sataka, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP – Brasil

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa.

Cibele Cecílio de Faria Rozenfeld, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP – Brasil

Docente no Departamento de Letras Modernas.

Referências

ALMEIDA, M. E. B. Letramento digital e hipertexto: Contribuições à educação. In: PELLANDA, N. M. C.; SCHLÜZEN, E. T. M.; JUNIOR, K. S. (org.). Inclusão digital: Tecendo redes afetivas/cognitivas. Rio de Janeiro: DP&A, 2005. p. 171-192. ISBN 85-7490-301-9.

ANJOS, H. V. M.; CARDOSO, A. D. Covid-19, Desigualdades e Privilégios na Educação Profissional Brasileira. Educação & Realidade, v. 47, 2022. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/109351. Acesso em: 06 jun. 2022.

BRAGA, D. B. Ambientes Digitais. São Paulo: Cortez Editora, 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. ProInfo - Apresentação. Brasília, DF: MEC, [21--]. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/proinfo. Acesso em: 07 jan. 2023.

CARVALHO, P. M.; SATAKA, M. M. Estado da arte das tecnologias digitais da informação e comunicação no ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras. Anais do CIET: EnPED: 2020 - (Congresso Internacional de Educação e Tecnologias| Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância), São Carlos, 2020. Disponível em: https://cietenped.ufscar.br/submissao/index.php/2020/issue/view/7. Acesso em: 10 jan. 2023.

COSTA, T. C. S. Avaliação de aprendizagem na educação a distância: análise das atividades de um curso em língua estrangeira. SIED: EnPED-Simpósio Internacional de Educação a Distância e Encontro de Pesquisadores em Educação a Distância, 2016. Disponível em: http://www.sied-enped2016.ead.ufscar.br/ojs/index.php/2016/article/view/1360. Acesso em 15 jan. 2023.

DE MORAIS, F. A. F.; DA SILVA BRITO, G. Alunos e a reconfiguração da presencialidade em tempos de cibercultura: análise de relatos em redes sociais sobre as dificuldades no ensino remoto em tempos de pandemia. Revista Interinstitucional Artes de Educar, v. 6, n. 4, p. 404-427, 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/riae/article/view/52233. Acesso em: 05 jul. 2022.

DENARDI, D. A. C.; MARCOS, R. A.; STANKOSKI, C. R. Impactos da pandemia covid-19 nas aulas de inglês. Ilha do Desterro, v. 74, n. 3, p. 113-143, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/desterro/article/view/80733. Acesso em: 30 mar. 2022.

KIELING, A.; SILVA-ANTUNES, P. T.; OLIVEIRA-CODINHOTO, G. Curadoria de sentidos em multiletramentos digitais no curso de letras inglês da Universidade Federal do Acre. Trabalhos em Linguística Aplicada, v. 60, p. 300-315, 2021. Disponível em https://www.scielo.br/j/tla/a/CYBnHrgQVGmZQDmn9GMrJKN/. Acesso em 10 jan. 2023.

LIMA, T. C. S. de; MIOTO, R. C. T. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Revista Katálysis, Florianópolis, v. 10, n. esp., 2007. p. 37-45. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/katalysis/article/view/S1414-49802007000300004. Acesso em: 06 jun. 2022.

MARQUES-SCHÄFER, G. Competência Midiática e Tecnologias Móveis: Desafios e Perspectivas para a Formação de Professores de Línguas Estrangeiras. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ESTUDOS GERMANÍSTICOS, 1., 2015, São Paulo. Anais [...]. Campinas, SP: Maarc Sager, 2015. Disponível em: http://germanistik-brasil.org.br/wp-content/uploads/2016/05/Gabriela-Marques-Schaefer1.pdf. Acesso em: 7 jan. 2023.

MELLO, E. C. F. O uso de tecnologias nas aulas de língua inglesa no ensino fundamental II em Foz do Iguaçu/PR. Orientador: Prof. Dr. Clodis Boscarioli. 2018. 158 f. Dissertação (Mestrado em Ensino) – UNIOESTE, Foz do Iguaçu, 2018. Disponível em: http://tede.unioeste.br/handle/tede/4086. Acesso em: 20 jan. 2023.

NEGUMO, E.; TELES, L. F. O uso do celular por estudantes na escola: motivos e desdobramentos. Rev. bras. Estud. pedagog. (online), Brasília, v. 97, p. 356-371, ago. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbeped/a/wBpRPnRRcmCBtZrh99VZbTC/?format=html&lang=pt. Acesso em: 20 jan. 2023.

Organização das Nações Unidas. ONU. Diretrizes de políticas da UNESCO para a aprendizagem móvel. 2014. 41 p. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000227770. Acesso em: 7 jan. 2020.

PRENSKY, M. Digital Native, digital immigrants. Digital Native immigrants. On the horizon, MCB University Press, v. 9, n. 5, 2001. Disponível em: http://www.marcprensky.com/writing/Prensky%20-%20Digital%20Natives,%20Digital%20Immigrants%20-%20Part1.pdf. Acesso em: 07 jan. 2023.

RABELLO, C. R. L. Tecnologia, ensino de línguas e pandemia: passado, presente e futuro. Línguas & Ensino, v. 3, p. 11-32. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/le/article/download/50912/27627. Acesso em: 05 jan. 2023.

ROJO, R.; MOURA, E. Multiletramentos na escola. 1. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2012. 264 p.

ROZENFELD, C. C. F.; MARQUES-SCHÄFER, G. Ensino de Línguas e Tecnologias Móveis: políticas públicas, conceitos, pesquisas e práticas em foco. São Paulo: Edições Hipótese, 2018.

ROZENFELD, C. C. F.; MARQUES-SCHÄFER, G. Tecnologias móveis e ensino de línguas estrangeiras: explorando conceitos e práticas. In: LUCAS, P. O.; RODRIGUES, R. F. L. (org.). Temas e Rumos na Linguística (Aplicada): questões empíricas, éticas, práticas. 1. ed. Campinas, SP: Pontes, 2017. v. 2, p. 229-254.

SANTOS, L. M. A. Panorama das pesquisas sobre TDIC e formação de professores de língua inglesa em LA: um levantamento bibliográfico a partir da base de dissertações/teses da CAPES. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 13, p. 15-36, 1 jan. 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbla/a/d8hdb8r8RWLTxtvySBMqvcc/abstract/?lang=pt. Acesso em: 06 jan. 2023.

SILVEIRA, D. T.; CÓRDOVA, F. P. Unidade 2 – A pesquisa científica. In: GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. (org.). Métodos de Pesquisa. 1. ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. p. 31-42. ISBN 978-85-386-0071-8.

SOUSA, C. H. A.; OLIVEIRA, F. T. C.; MARTINS, E. S. Ensino de língua inglesa e cultura digital em tempos de pandemia: o desafio de superar o curto espaço de tempo entre o dito e o vivido. Revista Docência e Cibercultura, v. 4, n. 3, p. 141-160, 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/re-doc/article/view/53901. Acesso em: 06 jun. 2021.

TIRABOSCHI, F. L. et al. Experiências de aprendizes de inglês da educação superior com o Kahoot: a colaboração e a multimodalidade em jogo. Revista Linguagem & Ensino, v. 22, n. 4, p. 1089-1113, 2019. Disponível em https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/rle/article/view/16461/0. Acesso em: 06 jul. 2022.

VIEGAS, P. P. C.; GOULART, I. C. V. O Estado da Arte da produção acadêmica sobre o letramento digital na formação docente. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, São Paulo, v. 15, p. 125-145, jan. 2020. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12217. Acesso em: 07 jul. 2022.

Publicado

01/01/2023

Como Citar

MARINELLI DE CARVALHO, P.; MAYUMI SATAKA, M.; CECÍLIO DE FARIA ROZENFELD, C. As tecnologias da informação e comunicação no ensino de línguas estrangeiras: Estado da arte. Revista EntreLinguas, Araraquara, v. 9, n. 00, p. e023004, 2023. DOI: 10.29051/el.v9i00.17032. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/entrelinguas/article/view/17032. Acesso em: 24 jul. 2024.