A relação entre autismo, família e aprendizagem, em artigos da base de dados Scielo (2003-2019)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26673/tes.v16i1.13539

Palavras-chave:

Autismo, Família, Aprendizagem.

Resumo

Tem-se como norteador deste estudo a seguinte pergunta de pesquisa: Como a família influencia a aprendizagem de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA)? Foi realizada uma revisão de literatura integrativa na base de dados da Scielo (Scientific Electronic Library Online) com a combinação dos seguintes descritores: autismo; família; e aprendizagem. Obteve-se 21 artigos, entre pesquisas empíricas (13) e bibliográficas (8), que estabeleciam a seguinte relação com a pergunta norteadora: relação direta; relação indireta; relação enquanto pressuposto afirmativo. Os resultados indicam um consenso quanto a ser importante a participação da família em intervenções terapêuticas e pedagógicas. No entanto, percebe-se a necessidade de se superar a concepção unicamente biomédica, afim de abranger concepções sistêmicas e inclusivas, que concebam a família como protagonistas em realidades complexas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Alexandre Belo, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Psicológo, Psicoterapêuta com formação em Psicologia Fenomenológica Existencial. Especialista em Psicologia e Ação Social. Especialista em Psicologia Hospitalar. Mestre e Doutorando em Educação. Professor da Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca, na área de Desenvolvimento e Aprendizagem, do curso de Pedagogia. 

 

Thanyere Cavalcante da Fonseca, Associação dos Deficientes Físicos de Maribondo (ADEFIMAR), Marimbondo – AL

Graduada em Pedagoga formada pela Universidade Federal de Alagoas. Pedagoga da Associação dos Deficientes Físicos de Maribondo-AL - ADEFIMAR.

Referências

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION (Org.). Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais [recurso eletrônico]: DSM-5. Trad. Maria Inês Corrêa Nascimento. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014. Disponível em: http://aempreendedora.com.br/wp-content/uploads/2017/04/Manual-Diagnóstico-e-Estatístico-de-Transtornos-Mentais-DSM-5.pdf. Acesso em: 03 abr. 2018.

AZEVEDO, T. L.; CIA, F.; SPINAZOLA, C. C. Correlação entre o Relacionamento Conjugal, Rotina Familiar, Suporte Social, Necessidades e Qualidade de Vida de Pais e Mães de Crianças com Deficiência. Rev. bras. educ. espec., Bauru, v. 25, n. 2, p. 205-218, jun. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382019000200205&tlng=pt. Acesso em: 15 jan. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s1413-65382519000200002

BALESTRO, J. I.; FERNANDES, F. D. M. Percepção de cuidadores de crianças com Transtorno do Espectro do Autismo quanto ao perfil comunicativo de seus filhos após um programa de orientação fonoaudiológica. CoDAS, São Paulo, v. 31, n. 1, e20170222, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2317-17822019000100310&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 15 jan. 2020.

BANÃ CASTRO, M. El rol de la família em la calidad de vida y la autodeterminación de las personas com transtorno del espectro del autismo. Cienc. Psicol., Montevideo, v. 9, n. 2, p. 323-336, nov. 2015. Disponível em: http://www.scielo.edu.uy/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1688-42212015000300009&lng=es&nrm=iso. Acesso em: 18 jan. 2020.

BENITEZ, P.; DOMENICONI, C. Capacitação de agentes educacionais: proposta de desenvolvimento de estratégias inclusivas. Rev. bras. educ. espec., Marília, v. 20, n. 3, p. 371-386, set. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382014000300005&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 18 jan. 2020.

BIALER, M. Um estudo descritivo do funcionamento psíquico de uma autista. Psicologia: Ciência e Profissão, [s.l.], v. 37, n. 4, p.1025-1036, dez. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932017000401025&lang=pt. Acesso em: 08 dez. 2018.

BOSA, C. A. Autismo: intervenções psicoeducacionais. Revista Brasileira de Psiquiatria, [s.l.], v. 28, n. 1, p. 47-53, maio 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462006000500007. Acesso em: 08 dez. 2018.

CALDEIRA DA SILVA, P. et al. Programa clínico para o tratamento das perturbações da relação e da comunicação, baseado no Modelo D.I.R. Aná. Psicológica, Lisboa, v. 21, n. 1, p.31-39, jan. 2003. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0870-82312003000100005&lng=pt&nrm=iso. Acessos em: 24 jan. 2020.

CAMARGO, S. P. H.; BOSA, C. A. Competência social, inclusão escolar e autismo: revisão crítica da literatura. Psicol. Soc., Florianópolis, v. 21, n. 1, p.65-74, abr. 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-71822009000100008&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 14 jan. 2020.

COELHO, A. C. C.; IEMMA, E. P.; LOPES-HERRERA, S. A. Relato de caso: privação sensorial de estímulos e comportamentos autísticos. Rev. soc. bras. fonoaudiol., São Paulo, v. 13, n. 1, p. 75-81, mar. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-80342008000100013&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 23 jan. 2020.

COSSIO, A. do P.; PEREIRA, A. P. da S.; RODRIGUEZ, R. de C. C. Benefícios e nível de participação na intervenção precoce: perspectivas de mães de crianças com perturbação do espetro do autismo. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 3, n. 4, p. 505-516, out. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1413-65382017000400505&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 08 dez. 2018.

CUERVO BOTERO, G. R. Los avatares del vínculo conyugal a la llegada de un hijo con autismo. Trab. soc., Bogotá, v. 21, n. 1, p. 169-193, jun. 2019. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2256-54932019000100169&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 15 jan. 2020.

DE TILIO, R. Transtornos do espectro autista e sexualidade: um relato de caso na perspectiva do cuidador. Psicol. Conoc. Soc. [online], v. 7, n. 1, p.36-58, 2017. Disponível em: http://www.scielo.edu.uy/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1688-70262017000100036&lng=es&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 15 jan. 2020.

FERNANDES, F. D. M. et al. Orientação a mães de crianças do espectro autístico a respeito da comunicação e linguagem. J. Soc. Bras. Fonoaudiol., São Paulo, v. 23, n. 1, p. 1-7, mar. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2179-64912011000100004&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 18 jan. 2020.

GUEDES, N. P. da S.; TADA, I. N. C. A produção científica brasileira sobre autismo na psicologia e na educação. Psic.: Teor. e Pesq., Brasília, v. 31, n. 3, p. 303-309, set. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722015000300303&lng=en&nrm=iso. Accesso em: 25 jan. 2020.

LAMPREIA, C. A perspectiva desenvolvimentista para a intervenção precoce no autismo. Estud. psicol., Campinas, v. 24, n. 1, p. 105-114, mar. 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2007000100012&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 23 jan. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-166X2007000100012

LYRA, L. et al. What do Cochrane systematic reviews say about interventions for autism spectrum disorders? São Paulo Med. Journal, São Paulo, v. 135, n. 2, p. 192-201, abr. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/spmj/v135n2/1806-9460-spmj-135-02-00192.pdf. Acessos em: 02 abr. 2019.

MAPELLI, L. D. et al. Child with autistic spectrum disorder: care from the family. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 22, n. 4, e20180116, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ean/v22n4/pt_1414-8145-ean-22-04-e20180116.pdf. Acesso em: 16 jan. 2020.

MENOTTI, A. R. S.; DOMENICONI, C.; BENITEZ, P. Atividades aplicadas pelos pais para ensinar leitura para filhos com autismo. Psicol. Esc. Educ., Maringá, v. 23, e185073, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pee/v23/2175-3539-pee-23-e185073.pdf. Acesso em: 13 jan. 2020.

MERLLETI, C. Autismo em causa: historicidade diagnóstica, prática clínica e narrativas dos pais. Psicol. USP, São Paulo, v. 29, n. 1, p. 146-151, jan. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pusp/v29n1/1678-5177-pusp-29-01-146.pdf. Acesso em: 08 dez. 2018.

REIS, H. I. S.; PEREIRA, A. P. S.; ALMEIDA, L. S. Características e especificidades da comunicação social na perturbação do espectro do autismo. Rev. bras. educ. espec., Marília, v. 22, n. 3, p.325-336, set. 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbee/v22n3/1413-6538-rbee-22-03-0325.pdf. Acesso em: 14 jan. 2020.

RODRÍGUEZ-ROBLERO, M. del R. Trabajo conjunto familia y docente, el caso de un padre con su hijo autista: Una experiencia de investigación acción. Revista Electrónica Educare, [s.l.], v. 19, n. 1, p. 297-309, 1 jan. 2015. Disponível em: https://www.scielo.sa.cr/pdf/ree/v19n1/a16v19n1.pdf. Acesso em: 08 dez. 2018.

ROSA, F. D.; MATSUKURA, T. S.; SQUASSONI, C. E. Schooling of people with Autism Spectrum Disorder (ASD) in adulthood: reports and perspectives of parents and caregivers of adults with ASD. Cad. Bras. Ter. Ocup., São Carlos, v. 27, n. 2, p. 302-316, jun. 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cadbto/v27n2/2526-8910-cadbto-2526-8910ctoAO1845.pdf. Acesso em: 25 jan. 2020.

SIFUENTES, M.; BOSA, C. A. Criando pré-escolares com autismo: características e desafios da coparentalidade. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 15, n. 3, p. 477-485, jul. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pe/v15n3/v15n3a05.pdf. Acesso em: 08 dez. 2018.

WUO, Andrea Soares. Educação de pessoas com transtorno do espectro do autismo: estado do conhecimento em teses e dissertações nas regiões Sul e Sudeste do Brasil (2008-2016). Saúde soc., São Paulo, v. 28, n. 3, p. 210-223, set. 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/sausoc/v28n3/1984-0470-sausoc-28-03-210.pdf. Acesso em: 15 jan. 2020.

Publicado

19/06/2020

Como Citar

BELO, R. A.; CAVALCANTE DA FONSECA, T. A relação entre autismo, família e aprendizagem, em artigos da base de dados Scielo (2003-2019). Temas em Educação e Saúde , Araraquara, v. 16, n. 1, p. 118–132, 2020. DOI: 10.26673/tes.v16i1.13539. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/tes/article/view/13539. Acesso em: 26 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos