Possíveis fundamentos teórico-epistemológicos na literatura atual para a atuação do psicólogo escolar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26673/tes.v18i00.16802

Palavras-chave:

Psicologia escolar, Teorias, Teorias atuais

Resumo

A psicologia escolar no Brasil vem se ampliando. Logo, o objetivo geral foi buscar na literatura atual fundamentos teóricos-epistemológicos para a atuação em psicologia escolar. Esta pesquisa qualitativa buscou por estudos publicados nas bases de dados do Google Acadêmico e Scielo, sendo integrados 18 estudos. Os resultados apontam transformações constantemente recorrentes. A necessidade da adesão da Psicologia Histórico-Cultural, a qual requer do profissional, independente da abordagem que utilize para seus trabalhos individuais, em grupo e/ou institucional, adotar comprometimento contra ideologias e práticas que individualizam, e culpabilizam os atores envolvidos no contexto intra e extraescolar. A Abordagem Centrada na Pessoa enfoca a aceitação, a confiança, a avaliação de defeitos e as potencialidades, ao invés das deficiências. E, ao conceito de imaginação de Vigotski que decorre sobre se sentir inadaptado à realidade, impulsiona a buscar e criar melhores condições. Assim, ao interagir com os demais atores da escola, construa uma solução viável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiani Justin Witt Cardoso, Instituição de Ensino Dom Alberto (Dom Alberto), Santa Cruz do Sul – RS – Brasil

Especialista em Terapias Cognitivas Comportamentais. Graduação em Psicologia (UNICNEC).

Referências

ALBUQUERQUE, J. A.; AQUINO, F. S. B. Psicologia Escolar e Relação Família-Escola: Um Levantamento da Literatura. Psico-USF, Bragança Paulista, v. 23, n. 2, p. 307-318, abr./jun. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pusf/a/JcrPZFsFbGymphzJ59tbHTF/?lang=pt. Acesso em: 24 jul. 2021.

ALMEIDA, R. S. et al. A prática da automutilação na adolescência: O olhar da psicologia escolar educacional. Cadernos de graduação: Ciências Humanas e Sociais, Alagoas, v. 4, n. 3, p. 147-160, maio 2018. Disponível em: https://periodicos.set.edu.br/fitshumanas/article/view/5322. Acesso em: 24 jul. 2021.

ANDRADA, P. C. et al. Possibilidades de intervenção do psicólogo escolar na educação inclusiva. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, v. 11, n. 1, p. 123-141, 2019. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-82202018000100010&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 24 jul. 2021.

BRASIL. Lei n. 4.119, de 27 de agosto de 1962. Dispõe sobre os cursos de formação em psicologia e regulamenta a profissão de psicólogo. Brasília, DF: Presidência da República, 1962. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/1950-1969/l4119.htm. Acesso em: 24 set. 2022.

BRASIL. Lei n. 5.766, de 20 de dezembro de 1971. Cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Psicologia e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 1971. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L5766.htm. Acesso em: 08 ago. 2021.

BRASIL. Lei n. 13.935, de 11 de dezembro de 2019. Dispõe sobre a prestação de serviços de psicologia e de serviço social nas redes públicas de educação básica. Brasília, DF: Presidência da República, 2019. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2019/lei/L13935.htm. Acesso em: 08 ago. 2021.

CASSINS, A. M. et al. Manual de Psicologia Escolar/Educacional. Curitiba: Gráfica e Editora Unificado, 2007. Disponível em: https://crppr.org.br/wp-content/uploads/2019/05/157.pdf. Acesso em: 24 jul. 2021.

CAVALCANTE, L. A.; AQUINO, F. S. B. Práticas Favorecedoras ao Contexto Escolar: Discutindo formação e atuação de psicólogos escolares. Psico-USF, Bragança Paulista, v. 24, n. 1, p. 119-130, jan./mar. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pusf/a/QfVbj36QsW37WJhPPk8YwFy/?lang=pt. Acesso em: 24 jul. 2021.

Conselho Federal de Psicologia - CFP. Atribuições Profissionais do Psicólogo no Brasil: Contribuição do Conselho Federal de Psicologia ao Ministério do Trabalho para integrar o catálogo brasileiro de ocupações – enviada em 17 de outubro de 1992. Disponível em: https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2008/08/atr_prof_psicologo.pdf. Acesso em 24 de julho de 2021.

Conselho Federal de Psicologia - CFP. Resolução CFP n. 010/05. Aprova o Código de Ética Profissional do Psicólogo. Brasília, DF: CPF, 2005. Disponível em: https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/codigo-de-etica-psicologia.pdf. Acesso em: 24 de julho de 2021.

Conselho Federal de Psicologia - CFP. Resolução n. 013/2007. Institui a Consolidação das Resoluções relativas ao Título Profissional de Especialista em Psicologia e dispõe sobre normas e procedimentos para seu registro. Brasília, DF: CFP, 2007. Disponível em: https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2008/08/Resolucao_CFP_nx_013-2007.pdf. Acesso em: 24 jul. 2021.

Conselho Federal de Psicologia - CFP. Referências Técnicas para a Atuação de Psicólogas (os) na Educação Básica. Brasília, DF: CFP, 2013. Disponível em: https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2013/04/Referências-Técnicas-para-Atuação-de-Psicologas-os-na-educação-básica.pdf. Acesso em: 24 jul. 2021.

COUTO, C. A. F. Psicologia Escolar e a Inclusão de crianças com TEA na Educação Infantil. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Psicologia) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2022. Disponível em: https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/34483/1/PsicologiaEscolarInclus%c3%a3o.pdf. Acesso em: 23 set. 2022.

DIAS, A. C. G.; PATIAS, N. D.; ABAID, J. L. W. Psicologia Escolar e possibilidades na atuação do psicólogo: Algumas reflexões. Revista Quadrimestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, São Paulo, v. 18, n. 1, p. 105-111, jan./abr. 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pee/a/kFwV6k4ThTqNSNpp6NYmPft/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 24 jul. 2021.

FEITOSA, L. R. C.; ARAÙJO, C. M. M. O papel do psicólogo na educação profissional e tecnológica: Contribuições da Psicologia Escolar. Estudos de Psicologia, Campinas, v. 35, n. 2, p. 181-191, abr./jun. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/estpsi/a/cv45KVLKRKJLx6r435MtrBN/abstract/?lang=pt. Acesso em: 24 jul. 2021.

GOUVÊA, E.; GOMES, C. A. V. Presença-ausência de considerações críticas sobre medicalização escolar em periódicos de psicologia e educação (2010-2015). Psicología, Conocimiento y Sociedad, v. 11, n. 1, p. 222-243, maio/jul. 2021. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1250531. Acesso em: 24 jul. 2021.

GUARAGNA, C. S.; ASBAHR, F. S. F. Queixas escolares e outros fenômenos das escolas a partir da psicologia Histórico-Cultural: Um estudo de metapesquisa. Teoria e Prática da Educação, v. 25, n. 1, p. 118-134, 2022. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/TeorPratEduc/article/view/61560. Acesso em: 23 set. 2022.

GUZZO, R. S. L. Risco e proteção: Análise crítica de indicadores para uma intervenção preventiva na escola. In: VIANNA, M. N.; FRANSCISCHINI, R. (org.). Psicologia escolar: Que fazer é esse? Brasília, DF: CFP, 2016. Disponível em: https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2016/08/CFP_Livro_PsinaEd_web.pdf. Acesso em: 24 jul. 2021.

MAUTONI, M. A. A. G. A patologização da educação: A práxis do psicólogo no contexto educacional diante das dificuldades escolares. 2022. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, 2022. Disponível em: http://repositorio.unesc.net/bitstream/1/9234/1/Maria%20Aparecida%20de%20Assis%20Gaudereto%20Mautoni.pdf. Acesso em: 23 set. 2022.

MENDONÇA, G. M. R.; LIBÂNEO, L. C. Investigando o processo criativo de Hayao Miyazaki em oficina com adolescentes. Boletim Interfaces da Psicologia da UFRuralRJ, v. 6, p. 01-10, 2022. Disponível em: http://costalima.ufrrj.br/index.php/bipsi/article/view/1019/1194. Acesso em: 23 set. 2022.

MININ, J. C.; LIMA, V. A. A. Psicologia escolar: Breve histórico na construção de perspectivas críticas no Brasil. Saberes da Amazônia, Porto Velho, v. 3, n. 6, p. 101-118, jan./jun. 2017. Disponível em: http://www.fcr.edu.br/ojs/index.php/saberesamazonia/article/view/215. Acesso em: 24 jul. 2021.

PEREIRA, M. D.; SILVA, J. P. Psicóloga(o) Escolar na Educação Inclusiva: Contribuições e Perspectivas da Profissão no Brasil. Psicologia: Ciência e Profissão, v. 42, n. esp., e263525, p. 1-15, 2022. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pcp/a/cjfshVkNBtBbHNtbWjcK36t/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 23 set. 2022.

PEREIRA, R. R.; MENDES, D. F. As contribuições da abordagem centrada na pessoa na educação e na atuação do psicólogo escolar. Revista Saúde e Educação, Coromandel, v. 5, n. 2, p. 49-65, jul./dez. 2020. Disponível em: https://ojs.fccvirtual.com.br/index.php/REVISTA-SAUDE/article/view/492. Acesso em: 24 jul. 2021.

PIENIAK, J.; FACCI, M. G. D.; BARRETO, M. A. Estágio em psicologia escolar e educacional: Teoria e prática em um serviço-escola. Psicologia Escolar e Educacional, v. 25, e228828, dez. 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pee/a/h6mZGDc7x9grPmVy6cH3WCt/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 23 set. 2022.

POTT, E. T. B.; NEVES, M. A. P.; SOUZA, V. L T. Contribuições da imaginação ao processo de desenvolvimento e à educação: Uma análise a partir da psicologia histórico-cultural. Psicologia Escolar e Educacional, v. 26, e223597, 2022. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pee/a/t7YJR7HfYs9JnsdfGDkZLyb/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 23 set. 2022.

SOUZA, A. M. L.; MACEDO, M. D. C. S. R. Avaliação da aprendizagem e inclusão escolar: A singularidade a serviço da coletividade. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, São Paulo, v. 16, n. 2, p. 283-290, jul./dez. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pee/a/VqKsyywwZvf4p5rdvrCvvSJ/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 24 jul. 2021.

TOLEDO, R. Construção de práticas inventivas em psicologia escolar: Um relato de uma intervenção na escola. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 23, n. 00, e022005, 2022. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/15321. Acesso em: 23 set. 2022.

Publicado

30/11/2022

Como Citar

CARDOSO, T. J. W. Possíveis fundamentos teórico-epistemológicos na literatura atual para a atuação do psicólogo escolar. Temas em Educação e Saúde , Araraquara, v. 18, n. 00, p. e022013, 2022. DOI: 10.26673/tes.v18i00.16802. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/tes/article/view/16802. Acesso em: 6 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos - Área da Educação

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.