A percepção dos estudantes de medicina sobre sua participação em um programa de enfrentamento ao COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26673/tes.v17i00.14681

Palavras-chave:

Educação médica, Educação de graduação em medicina, Estudantes de medicina, COVID-19

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar as percepções de estudantes de medicina brasileiros sobre sua participação no programa "Brasil Conta Comigo", que se propõe a inserir estudantes da área de saúde em diferentes contextos em meio à pandemia COVID-19. Foi realizado um estudo transversal com estudantes brasileiros de medicina do último ano de uma universidade pública que responderam um questionário autoaplicável (taxa de resposta de 76%). Os alunos enfatizaram seu sentimento de segurança e preparo para a experiência da prática clínica em um contexto de pandemia. Além disso, também destacaram a importância do programa para a formação dos futuros profissionais e apontaram aspectos negativos dessa vivência, como o distanciamento da família e a ansiedade diante de um contexto incerto. No entanto, a exposição dos estudantes de medicina à prática clínica no contexto de uma pandemia é um fator importante no desenvolvimento profissional. Os estudantes de medicina desempenham um papel fundamental na saúde pública, ajudando a oferecer assistência e cuidados de saúde à população mais vulnerável do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eveline Tonelotto Barbosa Pott, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos - SP

Pós-Doutoranda no Departamento de Metodologia de Ensino.

Henrique Pott-Junior, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos - SP

Professor Adjunto no Departamento de Medicina. Doutorado em Infectologia (UNIFESP).

Referências

ALMARZOOQ, Z. I.; LOPES, M.; KOCHAR, A. Virtual Learning During the COVID-19 Pandemic: A Disruptive Technology in Graduate Medical Education. Journal of the American College of Cardiology, v. 75, n. 20, p. 2635-2638, 2020. DOI: http://doi.org/10.1016/j.jacc.2020.04.015

BARBOSA POTT, E. T.; POTT JUNIOR, H. Mapeando os estudos sobre educação médica no Brasil: tendências e perspectivas. Revista Sustinere, Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, p. 132-152, 2019. DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2019.38418

BISCAYART, C. et al. The next big threat to global health? 2019 novel coronavirus (2019-nCoV): What advice can we give to travellers? – Interim recommendations January 2020, from the Latin-American society for Travel Medicine (SLAMVI). Travel Medicine and Infectious Disease, v. 33, p. 101567, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.tmaid.2020.101567

BOODMAN, C.; LEE, S.; BULLARD, J. Idle medical students review emerging COVID-19 research. Medical Education Online, v. 25, n. 1, 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria n. 492, de 23 de março de 2020. Institui a Ação Estratégica “O Brasil Conta Comigo”, voltada aos alunos dos cursos da área de saúde, para o enfrentamento à pandemia do coronavírus (COVID-19). Diário Oficial da União: Seção 1, Brasília, DF, p. 4, 2020

HE, F.; DENG, Y.; LI, W. Coronavirus Disease 2019 (COVID‐19): What we know? Journal of Medical Virology, v. 92, p. 719-725, 2020. DOI: https://doi.org/10.1002/jmv.25766

KANNEGANTI, A. et al. Pedagogy in a pandemic – COVID-19 and virtual continuing medical education (vCME) in obstetrics and gynecology. Acta Obstetricia et Gynecologica Scandinavica. Acta Obstet Gynecol Scand, v. 99, p. 692-695, 2020. DOI: https://doi.org/10.1111/aogs.13885

LIU, Y. et al. Anti-hypertensive Angiotensin II receptor blockers associated to mitigation of disease severity in elderly COVID-19 patients. medRxiv, 2020. DOI: https://doi.org/10.1101/2020.03.20.20039586

MARSHALL, A. L.; WOLANSKYJ-SPINNER, A. COVID-19: Challenges and Opportunities for Educators and Generation Z Learners. Mayo Clin. Proc., v. 95, n. 6, p. 1135-1137, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.mayocp.2020.04.015

NORONHA, K. V. M. S. et al. Pandemia por COVID-19 no Brasil: análise da demanda e da oferta de leitos hospitalares e equipamentos de ventilação assistida segundo diferentes cenários. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 6, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00115320

RODRIGUEZ-MORALES, A. J. et al. COVID-19 in Latin America: The implications of the first confirmed case in Brazil. Travel Medicine and Infectious Disease, p. 101613, 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.tmaid.2020.101613

TOKUÇ, B.; VAROL, G. Medical education in Turkey in the time of COVID-19. Balkan Medical Journal, v. 37, n. 4, p. 180-181, 2020. DOI: https://dx.doi.org/10.4274%2Fbalkanmedj.galenos.2020.2020.4.003

WANG, J. H.S.; TAN, S.; RAUBENHEIMER, K. Rethinking the role of senior medical students in the COVID-19 response. Medical Journal of Australia, v. 212, n. 10, p. 490-490, 2020. DOI: https://doi.org/10.5694/mja2.50601

Publicado

20/04/2021

Como Citar

BARBOSA POTT, E. T.; POTT-JUNIOR, H. A percepção dos estudantes de medicina sobre sua participação em um programa de enfrentamento ao COVID-19. Temas em Educação e Saúde , Araraquara, v. 17, n. 00, p. e021001, 2021. DOI: 10.26673/tes.v17i00.14681. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/tes/article/view/14681. Acesso em: 1 ago. 2021.