Síndrome de Burnout: uma avaliação com policiais civis de um município da Região Médio Paraíba

Larissa Pinheiro de Castro, Carolina de Souza Carvalho, Eduardo de Freitas Miranda

Resumo


O presente artigo busca identificar a ocorrência da Síndrome de Burnout em policiais civis, a partir de um estudo descritivo-quantitativo, realizado com 28 profissionais de uma delegacia de polícia da Região Médio Paraíba. Na coleta de dados, foi utilizado o Maslach Burnout Inventory (MBI) com questões de dados sociodemográficos e profissionais. Como referência para correção foi utilizado os pontos de corte do MBI desenvolvidos pelo Grupo de Estudos e Pesquisas Sobre Estresse e Síndrome de Burnout (GEPEB). Houve predominância de policiais do sexo masculino, casados e com filhos, com graduação em nível superior, ocupantes do cargo de inspetor de polícia. Constatou-se o indicativo de presença da Síndrome em 50% dos profissionais pesquisados e alto nível nas dimensões de Exaustão Emocional, Despersonalização e Baixa Realização Profissional. Conclui-se a necessidade de um olhar no que tange a saúde mental, com estratégias de cuidado que visem garantir a integridade física e emocional dos policiais.

Palavras-chave


Síndrome de burnout; Polícia civil; Saúde do trabalhador.

Texto completo:

PDF/A PDF/A (English)

Referências


ASCARI, R. A.; DUMKE, M.; DACOL, P. M.; MAUS, S.; SÁ, C. A.; LAUERT, L. Prevalência de Risco para Síndrome de Burnout em Policiais Militares. Cogitare Enferm, v. 21, n. 2, p. 01-10, 2016. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/44610/28562. Acesso em: 21 jul. 2020.

BOECHAT, M. A. M.; FERREIRA, M. C. Preditores Individuais e Organizacionais do Burnout em Servidores Públicos Federais. Psic., Saúde & Doenças, Lisboa, v. 15, n. 3, p. 738-750, dez. 2014. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S164500862014000300014&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 10 out. 2019.

CARDOSO, H. F. et al. Síndrome de burnout: análise da literatura nacional entre 2006 e 2015. Rev. Psicol., Organ. Trab., Brasília, v. 17, n. 2, p. 121-128, jun. 2017. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rpot/v17n2/v17n2a07.pdf. Acesso em: 10 jul. 2019.

CASAGRANDE, M. A. Ser mulher na polícia civil: um estudo sobre as delegadas de polícia em formação na Acadepol/Sc em 2016. 2016. Monografia (Especialização em Gênero e Diversidade na Escola) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/173771. Acesso em: 21 jul. 2020.

DEJOURS, C. A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2015.

FERREIRA, J. S. Burnout em profissionais de enfermagem atuantes na atenção básica de saúde. 2017. 87 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) –Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017. Disponível em: http://www.unirio.br/ppgenf/dissertacoes/dissertacoes-ppgenf-unirio-ano-2017/dissertacao-jessica-ferreira-do-nascimento. Acesso em: 21 jul. 2020.

FONSECA, S.; QUEIRÓS, C.; GUIMARÃES, F.; MARTINS, V. Risco de burnout e trauma em profissionais da ferrovia com e sem experiência em acidentes. Territorium, n. 25, p. 113-127, 2017. Disponível em: https://impactum-journals.uc.pt/territorium/article/view/1647-7723_25-1_9. Acesso em: 21 jul. 2020.

MAGALHÃES, E.; OLIVEIRA Á. C. M. S.; GOVÊIA C. S.; LADEIRA, L. C. A.; QUEIROZ, D. M.; VIEIRA, C. V. Prevalência de síndrome de burnout entre os anestesiologistas do Distrito Federal. Rev. Bras. Anestesiol, v. 66, n. 2, 2015. Disponível em:

OLIVEIRA, T. S.; FAIMAN, C. J. S. Ser policial militar: reflexos na vida pessoal e nos relacionamentos. Rev. Psicol., Organ. Trab., Brasília, v. 19, n. 2, p. 607-615, jun. 2019. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S198466572019

&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 21 jul. 2020.

RIBEIRO, W. L. M. Impacto do trabalho policial na qualidade de vida dos investigadores da polícia judiciária civil de Mato Grosso. 2015. Monografia (Especialização em Políticas de Segurança Pública e Direitos Humanos) – Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá – MT, 2015. Disponível em: https://bdm.ufmt.br/handle/1/20. Acesso em: 21 jul. 2020.

RIO DE JANEIRO. Lei Estadual n. 7729, de 09 de outubro de 2017. Dispõe sobre a reestruturação do quadro permanente da polícia civil do estado do rio de janeiro e dá outras providências. Disponível em: https://gov-rj.jusbrasil.com.br/legislacao/508414171/lei-7729-17-rio-de-janeiro-rj. Acesso em: 15 set. 2019.

RODRIGUEZ, S. Y. S.; CARLOTTO, M. S. Prevalência e fatores associados à síndrome de burnout em psicólogos. Ciencia e Trabalho, v. 16, n. 51, p. 170-176. 2014. Disponível em: https://scielo.conicyt.cl/pdf/cyt/v16n51/art08.pdf. Acesso em: 21 jul. 2020.

SANTOS, A. R. Transtorno de Estresse em Policiais: Índice de Crimes Relacionados à Saúde Física e Mental, com um Viés à Síndrome de Burnout. 2019. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso de Direito) – Centro Universitário de Maringá, Maringá, 2019. Disponível em: http://rdu.unicesumar.edu.br/handle/123456789/5127. Acesso em: 21 jul. 2020.

SILVA, C. C. S. et al. A síndrome de burnout entre policiais civis. REME rev. min. enferm., v. 22, e-1095, 2018. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-905273. Acesso em: 15 set. 2019.




DOI: https://doi.org/10.30715/doxa.v22iesp.1.14135

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/

 

 

 

 

DOXA: Rev. Bras. Psicol. Educ., Araraquara, São Paulo, Brasil, e-ISSN: 2594-8385

DOI: 10.30715/doxa

Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.