O oráculo da noite: autoconhecimento e construção do futuro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30715/doxa.v22i00.14656

Palavras-chave:

Ciência, Cérebro, Autoconhecimento, Psicologia, Neurociência

Resumo

Esta resenha pretende apresentar o livro de Sidarta Ribeiro, “O oráculo da noite: a história e a ciência do sonho”, como uma leitura pertinente para a formação de professores, por abordar tópicos relevantes para o desenvolvimento integral e para formação cidadã. A obra traz contribuições tanto por meio do denso conteúdo científico que propõe registrar quanto por sua estrutura estilística e editorial. O relato sobre os desafios para comprovação de teorias freudianas – conectado a tantos outros – revela-se como um exemplo acessível acerca do rigor e da complexidade dos processos científicos, que enfrentam hoje ondas de negacionismo generalizado. O texto guarda ainda outras qualidades, sobretudo, pelo modo ético como conduz as análises, com distinções entre fatos e hipóteses, confrontando respeitosamente, várias perspectivas históricas, sociais e culturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita Braga, Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (SMESP), São Paulo – SP

Professora no Ensino Fundamental e Ensino Médio. Mestrado em Educação (USP).

Referências

RIBEIRO, S. O oráculo da noite: a história e a ciência do sonho. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. 459 p.

Publicado

20/04/2021

Como Citar

BRAGA, R. O oráculo da noite: autoconhecimento e construção do futuro. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 22, n. 00, p. e021005, 2021. DOI: 10.30715/doxa.v22i00.14656. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/14656. Acesso em: 1 ago. 2021.

Edição

Seção

Resenhas