Sentidos silenciados em materiais didáticos de língua inglesa

Joelma Aparecida Bressanin, Simone Miller da Silva Campos

Resumo


Neste estudo objetivamos compreender como os materiais didáticos, destinados ao ensino da língua inglesa, levam em consideração a relação entre língua, sujeito e história (ideologia) e em que medida a prática de linguagem se configura nesses materiais. A pesquisa se inscreve na Análise de Discurso de linha francesa, fundada por Pêcheux e desenvolvida por Orlandi e outros pesquisadores, no Brasil. Dentre os recortes coletados, observamos que as culturas dos países de língua inglesa não são abordadas de maneira satisfatória, pois, muitas vezes, enfatiza-se apenas a cultura dos países hegemônicos, como Estados Unidos e Inglaterra, contribuindo para o trabalho de homogeneização linguística e visando uma ação mercadológica dos produtos euro-americanos. Portanto, é importante refletir a respeito dos sentidos silenciados, mas que estão em funcionamento no processo discursivo.

Palavras-chave


Ensino de línguas; Discurso; Silenciamento.

Texto completo:

PDF

Referências


CAVALLARI, J. S.; ARAÚJO, A. M. S. de. As formas do silêncio em um material didático de inglês para militares. In.: CORACINI, M. J.; CAVALLARI, J. S. (Des)construindo verdade(s) no/pelo material didático: discurso, identidade, ensino. Campinas, SP: Pontes Editores, 2016.

CORACINI, M. J. Pobreza e marginalidade em livro didático de francês como língua estrangeira: entre o poder e a discriminação. In.: CORACINI, M. J.; CAVALLARI, J. S. (Des)construindo verdade(s) no/pelo material didático: discurso, identidade, ensino. Campinas, SP: Pontes Editores, 2016.

FURLAN, C. C.; BIAZOTTO, A. D. Inglês e o silenciamento dos povos. In: BOLOGNINI, C. Z. (Org.) Discurso e ensino: a língua inglesa na escola. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2007.

FURLAN, C. C.; MEGID, C. Maria. Língua e linguagem em movimento na sala de aula. BOLOGNINI, C. Z.; PFEIFFER, C.; LAGAZZI, S. (Orgs.). Discurso e ensino: práticas de linguagem na escola. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2009.

KUMARAVADIVELU, B. Linguística Aplicada na era da globalização. In: MOITA-LOPES, L. P. (Org.). Por uma linguística aplicada indisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006.

ORLANDI, E. P. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. 6. ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2007.

ORLANDI, E. P. Espaço da violência: o sentido da delinquência. Caderno de estudos linguísticos. Campinas, SP: Unicamp, 51 (2): 219-234, Jul./Dez. 2009.

ORLANDI, E. P. Análise de discurso. In.: ORLANDI, E. P.; LAGAZZI-RODRIGUES, S. (Orgs.). Discurso e Textualidade. 3. ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2015.

PAYER, M. O.; CELADA, M. T. (Orgs.) Sobre sujeitos, língua(s), ensino, notas para uma agenda. In: PAYER, M. O.; CELADA, M. T. (Orgs.). Subjetivação e processos de identificação. Sujeito e línguas em práticas discursivas – inflexões no ensino. Campinas, SP: Pontes Editores, 2016.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Trad. de Eni P. Orlandi. et. al. 4. ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2014.




DOI: https://doi.org/10.29051/rel.unesp.v4.n2.2018.11612



Direitos autorais 2018 Revista EntreLínguas

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Rev. EntreLínguas, Araraquara, SP, Brasil. e-ISSN: 2447-3529, ISSN: 2447-4045

DOI Prefix: 10.02951/rel

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.