Da gestão multidimensional à gestão decolonial da educação

(Des)velando caminhos interculturais em narrativas de podcast

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v28i00.18971

Palavras-chave:

Descolonial, Inclusão, Intersubjetividade

Resumo

A pesquisa reflete sobre a gestão educacional decolonial, centrada na discussão sobre interculturalidade na perspectiva do modelo de gestão educacional multidimensional. Empreendeu-se uma análise temática reflexiva do podcast ‘Essa Geração’, temporada 6 ‘Beabá da decolonialidade’, episódio Educação decolonial. Com suporte no software Atlas Ti, v. 23, duas redes semânticas foram definidas, ‘Desigualdade racial’, 16 (dezesseis) códigos e ‘Educação inclusiva’, 18 (dezoito) códigos. A reflexão temática das redes centraliza o debate na dimensão racial, e a discussão amplia a compreensão sobre a dimensão intercultural, no sentido de validar o loci de enunciação em consideração ao ser plural, e às tramas de sua existência, uma gestão educacional referenciada pelo campo decolonial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiana Pinto de Almeida Bizarria, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Professora do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/MG).

Flávia Lorenne Sampaio Barbosa, Universidade Federal do Piauí

Docente efetiva do Curso de Tecnólogo em Gestão de Dados Modalidade a Distância da UFPI.

Telma Maria dos Santos Nascimento, Instituto Federal do Piauí

Ocupante do cargo Técnico em Assuntos Educacionais no IFPI, Campus Teresina Zona Sul. Lotada na Coordenação Pedagógica.

Edileusa Maria Lobato Pereira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará

Servidora pública do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará e 5ª Unidade Regional de Educação.

Referências

AMORETTI, M. E. P. A.; OLIVEIRA, F. N. G. de; BEVILAQUA, R.; PEREIRA, A. R. A interculturalidade como estratégia para decolonizar o currículo escolar. Caminhos da Educação diálogos culturas e diversidades, [S. l.], v. 5, n. 1, p. 01-16. 2023. DOI: 10.26694/caedu.v5i1.2942. Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/cedsd/article/view/2942. Acesso em: 15 jul. 2023.

ALATAS, S. F. Academic Dependency and the Global Division of labour in the social sciences. Current Sociology, [S. l.], v. 51, n. 6, p. 599-613, 2003. DOI: 10.1177/00113921030516003. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/00113921030516003. Acesso em: 15 jul. 2023.

ALMEIDA FILHO, N. Universidade Nova: textos críticos e esperançosos. Brasília: Universidade de Brasília, 2007.

AMARANTE, J. M.; CRUBELLATE, J. M.; MEYER Jr. Estratégias em universidades: uma análise comparativa sob a perspectiva institucional. Revista Gestão Universitária na América Latina – GUAL, Florianópolis, v. 10, n. 1, p. 190-212, 2017. DOI: 10.5007/1983-4535.2017v10n1p190. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/gual/article/view/1983-4535.2017v10n1p190. Acesso em: 15 jul. 2023.

BALDRIDGE, J. V.; CURTIS, D. V.; ECKER, G. P.; RILEY, G. L. Policy making and effective leadership. San Francisco: Jossey-Bass Publishers, 1978.

BANDEIRA-DE-MELO, R. Softwares em pesquisa qualitativa. In: GODOI, C. K, BANDEIRA-DE-MELO, R.; SILVA, A. B (org.). Pesquisa Qualitativa em Estudos Organizacionais: paradigmas, estratégias e métodos. São Paulo: Saraiva, 2006

BAUER, M. W.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2002.

BEDNAREK, R.; PAROUTIS, S.; SILINCE, J. Transcendence through Rhetorical Practices: Responding to Paradox in the Science Sector. Organization Studies, [S. l.], v. 38, p. 77-101, 2017. DOI: 10.1177/0170840616655486. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/0170840616655486. Acesso em: 15 jul. 2023.

BEIGEL, F. El nuevo caráter de la dependência intelectual. Cuestiones de Sociología, [S. l.], n. 14, p. 04, 2016. Disponível em: https://www.memoria.fahce.unlp.edu.ar/art_revistas/pr.7340/pr.7340.pdf. Acesso em: 15 jul. 2023.

BERGHE, P. L. V. D. Dialectic and Functionalism: Toward a Theoretical Synthesis. American Sociological Review, [S. l.], v. 28, n. 5, p. 695-705, 1963. DOI: 10.2307/2089908. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/2089908. Acesso em: 15 jul. 2023.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto Editora, 1994.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidente da República, 1988.

BRASIL. Lei n.º 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática ‘História e Cultura Afro-Brasileira’, e dá outras providências. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 1, 2003.

BRAUN, V.; CLARCKE, V. Reflecting on reflexive thematic analysis. Qualitative Research in Sport, Exercise and Health, [S. l.], v. 11, n. 4, p. 589-597, 2019. DOI: 10.1080/2159676X.2019.1628806. Disponível em: https://uwe-repository.worktribe.com/output/1493232/reflecting-on-reflexive-thematic-analysis. Acesso em: 15 jul. 2023.

BROTTI, M. G.; LAPA, J. S. Modelo de avaliação do desempenho da administração da escola sob os critérios de eficiência eficácia, efetividade e relevância. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 12, n. 4, p. 625-661, 2007. DOI: 10.1590/S1414-40772007000400005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/aval/a/6LFMFQ7VqHSb9dXp6KpQqMF/abstract/?lang=pt. Acesso em: 15 jul. 2023.

BRULON, V.; VIEIRA, M. M. F.; DARBILLY, L. Choque de gestão ou choque de racionalidades? O desempenho da administração pública em questão. REAd – Revista Eletrônica de Administração, [S. l.], v. 74, n. 1, p. 1-34, 2013. DOI: 10.1590/S1413-23112013000100001. Disponível em: https://www.scielo.br/j/read/a/Yy7McFpjfK4z7NmShnjy3vn/?lang=pt. Acesso em: 15 jul. 2023.

BURRELL, G. Ciência normal, paradigmas, metáforas, discursos e genealogia da análise. In: CLEGG, S. R.; HARDY, C.; NORD, W. R. (org.). Handbook de estudos organizacionais: modelos de análise e novas questões em estudos organizacionais. São Paulo: Atlas, 2007.

BURRELL, G.; MORGAN, G. Sociological paradigms and organizational analysis. London: Heinemann Educational Books, 1979

CALDERÓN, A. I.; GOMES, C. F.; BORGES, R. M. Responsabilidade Social da Educação Superior: mapeamento e tendências temáticas da produção científica brasileira (1990-2011). Revista Brasileira de Educação, [S. l.], v. 21, n. 66, p. 653-679, 2016. DOI: 10.1590/S1413-24782016216634. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/9BLqTf5DT3ppdfRr3Kn4FXN/abstract/?lang=pt. Acesso em: 15 jul. 2023.

CARAÇA, J. M. G.; CONCEIÇÃO, P.; HEITOR, M. V. Uma perspectiva sobre a missão das universidades. Análise Social, [S. l.], v. 139, n. 5, p. 1201-1233, 1996. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/41011248. Acesso em: 15 jul. 2023.

CÁRIA, N. P.; OLIVEIRA, S. M. S. S. Avaliação em larga escala e a gestão da qualidade da educação. Revista de Ciência Humanas – Educação, [S. l.], v. 16, n. 26, p. 22-40, 2015. Disponível em: https://revistas.fw.uri.br/index.php/revistadech/article/view/1477. Acesso em: 15 jul. 2023.

CARVALHO, R. F. Multimensional University Management: theory and practice on the efetive and relevant participation at UFT. Business and Management Review, [S. l.], v. 4, n. 7, p. 535-543, 2015. Disponível em: https://www.oecd.org/education/skills-beyond-school/AHELOFSReportVolume1.pdf. Acesso em: 15 jul. 2023.

CARVALHO FILHO, V.; IPIRANGA, A. S. R.; FARIA, A. A (De)Colonialidade na Educação em Administração: Explorando Limites e Possibilidades. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, [S. l.], v. 25, n. 47, p. 1-34, 2017. DOI: 10.14507/epaa.25.2676. Disponível em: https://epaa.asu.edu/index.php/epaa/article/view/2676/0. Acesso em: 15 jul. 2023.

COLOSSI, N. Crise e mudança: significado para a gestão universitária. Revista Professare, Caçador, v. 4, n. 3, p. 69-84, 2015. DOI: 10.33362/professare.v4i3.820. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/professare/article/view/820. Acesso em: 15 jul. 2023.

CORTÉS, L. S. M.; DIETZ, G.; ZUANY, R. G. M. ¿Saberes-haceres interculturales? - experiencias profesionales y comunitárias de egresados de la educación superior intercultural veracruzana. Revista Mexicana de Investigación Educativa, [S. l.], v. 21, n. 70, p. 809-835, 2016. Disponível em: https://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1405-66662016000300809. Acesso em: 15 jul. 2023.

CROZIER, M.; FRIEDBERG, E. L'acteur et le systéme. Paris: Èditions du Seuil, 1977.

DIAS, M. A. R. Cooperação interuniversitária em tempo de globalização uniformizaste. Fórum Latino-Americano de Educação Superior. Painel 1 – Integração e Internacionalização da Educação Superior, Foz do Iguaçu, 2014.

DIAS SOBRINHO, J. Democratização, qualidade e crise da educação superior: faces da exclusão e limites da inclusão. Educação & Sociedade, [S. l.], v. 13, n. 113, p. 1223-1245, 2010. DOI: 10.1590/S0101-73302010000400010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/dFtMDqfdWm75WSc5vKXHCtq/abstract/?lang=pt. Acesso em: 15 jul. 2023.

DUSSEL, E. Transmodernidade e Interculturalidade: interpretação a partir da filosofia da libertação. Revista Sociedade e Estado, [S. l.], v. 31, n. 1, 2016. DOI: 10.1590/S0102-69922016000100004. Disponível em: https://www.scielo.br/j/se/a/wcP4VWBVw6QNbvq8TngggQk/. Acesso em: 15 jul. 2023.

FARIA, A.; ABDALLA, M. M.; GUEDES, A. L. Can We Co-Construct a Field of Management / Administration Engaged with the Majority?. Organizações & Sociedade, [S. l.], v. 28, n. 98, 2021. DOI: 10.1590/1984-92302021v28n9804EN. Disponível em: https://www.scielo.br/j/osoc/a/kWfXLnNFcnPdfJ8YtgQQ84F/. Acesso em: 15 jul. 2023.

FONTOURA, J. S. D. A.; MOROSINI, M. C. A Educação Superior à luz da produção do conhecimento: o contexto emergente dos Institutos Federais/ Brasil. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, v. 3, n. 1, p. 167-185, 2017. DOI: 10.22348/riesup.v3i1.7739. Disponível em: https://repositorio.pucrs.br/dspace/handle/10923/14611. Acesso em: 15 jul. 2023.

GARCIA, S. G.; CARLOTTO, M. C. Tensões e contradições do conceito de organização aplicado à universidade: o caso da criação da USP-Leste. Avaliação, Campinas, Sorocaba, v. 18, n. 3, p. 657-684, 2013. DOI: 10.1590/S1414-40772013000300008. Disponível em: https://www.scielo.br/j/aval/a/WqcScL46CY9DqhT47Mb6Z5w/abstract/?lang=pt. Acesso em: 15 jul. 2023.

GEERTZ, C. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 2008.

GIOIA, D. A.; PITRE, E. Multiparadigm perspectives on theory building. Academy of Management Review, [S. l.], v. 15, n. 4, p. 584-602, 1990. Disponível em: https://aom.org/uploadedFiles/Publications/AMR/GioiaPitreMultiparadismperspectives.pdf. Acesso em: 15 jul. 2023.

GÓMEZ, P. B. Subjetividades colectivas y prácticas de paz en contextos de guerra: Uma perspectiva desde la psicología política decolonial. Prospectiva: Revista de Trabajo Social e Intervención Social, [S. l.], n. 20, p. 71-90. 2015. Disponível em: https://revistaprospectiva.univalle.edu.co/index.php/prospectiva/article/view/934. Acesso em: 15 jul. 2023.

GONDIM, S. M. G.; TECHIO, E. M.; CARIAS, I. A.; BECKER, J.; MAGALHÃES, L.; LIMA, D. C. R. Análise de vídeo e imagens com suporte do ATLAS. ti: exemplo de aplicação. Revista Psicologia em Pesquisa, Juiz de Fora, v. 12, n. 2, p. 47-56, 2018. DOI: 10.24879/2018001200200463. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/psicologiaempesquisa/article/view/23724. Acesso em: 15 jul. 2023.

GUILHERME, M.; SANTAMARIA, A. Nota introdutória –Ventos do Sul: epistemologias interculturais na educação superior latino-americana. Revista Lusófona de Educação, [S. l.], v. 31, p. 59-64. 2015. Disponível em: https://revistas.ulusofona.pt/index.php/rleducacao/article/view/5380. Acesso em: 15 jul. 2023.

HASSARD, J. Multiple paradigms and organizational analysis: a case study. Organization Studies, [S. l.], v. 12, n. 2, p. 275-299, 1991. DOI: 10.1177/017084069101200206. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/017084069101200206. Acesso em: 15 jul. 2023.

HOWARD-SUKHIL, C.; WALLACE, S.; CHAKRABARTI, A. Developing Research through Podcasts: Circulating Spaces, A Case Study. DHQ: Digital Humanities Quarterly, [S. l.], v. 15, n. 3, 2021. Disponível em: https://www.digitalhumanities.org/dhq/vol/15/3/000554/000554.html. Acesso em: 15 jul. 2023.

JUSTEN, C. E. Da incompletude autoritária à pluralidade compreensiva: um itinerário de transição para os estudos organizacionais. Revista Gestão Organizacional, [S. l.], v. 6, n. 3, 2013. DOI: 10.22277/rgo.v6i3.1526. Disponível em: https://bell.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/rgo/article/view/1526. Acesso em: 15 jul. 2023.

LEWIS, M. W.; GRIMES, A. J. Metatriangulation: buildins theory fron multiple paradigms. Academy of Management Review, [S. l.], v. 24, n. 4, p. 672-690, 1999. DOI: 10.2307/259348. Disponível em: https://www.jstor.org/stable/259348. Acesso em: 15 jul. 2023.

LEWIS, M. W.; KELEMEN, M. Multiparadigm inquiry: exploring organizational pluralism and paradox. Human Relations, London, v. 55, n. 2, p. 251-275, 2002. DOI: 10.1177/0018726702055002185. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/0018726702055002185. Acesso em: 15 jul. 2023.

LIMA, D. C. B. P.; ASSIS, L. M. Dossiê Benno Sander – o memorável pesquisador da política e gestão da educação na América Latina. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, [S. l.], v. 33, n. 1, p. 9–14, 2017. DOI: 10.21573/vol33n12017.72828. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/72828. Acesso em: 15 jul. 2023.

LISBOA, A. M. Solidariedade. In: CATTANI, D. A. (org.). A Outra Economia. Porto alegre: Veraz Editores, 2003.

LUCKESI, C. et al. Fazer Universidade: Uma Proposta Metodológica. 8. ed. São Paulo: Corteza. 1998.

LUNDSTRÖM, M.; LUNDSTRÖM, T. P. Podcast ethnography, International Journal of Social Research Methodology, [S. l.], v. 24, n. 3, p. 289-299, 2021. DOI: 10.1080/13645579.2020.1778221. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/13645579.2020.1778221. Acesso em: 15 jul. 2023.

MALDONADO-TORRES, N. La decolonización y el giro des-colonial. Tabula Rasa, Bogotá, Colombia, n. 9, p. 61-72. 2008. DOI: 10.25058/20112742.339. Disponível em: https://www.revistatabularasa.org/numero09/la-descolonizacion-y-el-giro-des-colonial/. Acesso em: 15 jul. 2023.

MANCILLA, M. R.; OPAZO, G. G. Cartografía epistémica: Hacia una psicologia relacional y situada. Sophia: Colección de Filosofía de la Educación, Ecuador, v. 1, n. 16, p. 48-70, 2014. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/4418/441846097003.pdf. Acesso em: 15 jul. 2023.

MELLO, E. M. B.; LUCE, M. B. Avanços na descontinuidade? A política de valorização dos professores da rede estadual do Rio Grande do Sul. Políticas Educativas, Porto Alegre, v. 4, n. 2, p. 32-45, 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Poled/article/view/27013. Acesso em: 15 jul. 2023.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14. ed. São Paulo: Hucitec. 2014.

MOCARZEL, M.; NAJJAR, J. Qualidade na/da educação como um marco referencial das políticas e práticas educacionais: um enfoque multidimensional. Em Aberto, Brasília, v. 33, n. 109, p. 27-46, 2020. DOI: 10.24109/emaberto.v34i109.4498. Disponível em: https://rbep.inep.gov.br/ojs3/index.php/emaberto/article/view/4498. Acesso em: 15 jul. 2023.

MIGNOLO, W. Desafios decoloniais de hoje. Epistemologias do Sul, Foz do Iguaçu, PR, v. 1, n. 1, p. 12-32, 2017. Disponível em: https://revistas.unila.edu.br/epistemologiasdosul/article/view/772. Acesso em: 15 jul. 2023.

OLIVEIRA, A. C. P. As relações entre direção, liderança e clima escolar em escolas municipais do Rio de Janeiro. 2015. Tese (Doutorado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2015.

OLIVEIRA, M. J. Carta do editor – os periódicos científicos na promoção do diálogo Sul-Sul. Epistemologias do Sul, Foz do Iguaçu, PR, v. 1, n. 1, p. 4-8, 2017. Disponível em: https://revistas.unila.edu.br/epistemologiasdosul/article/view/770/643. Acesso em: 15 jul. 2023.

PAES DE PAULA, A. P. Para além dos paradigmas nos Estudos Organizacionais: o Círculo das Matrizes Epistêmicas. Cadernos EBAPE.BR, [S. l.], v. 14, p. 26-46, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cebape/a/htgHJtVjZW3YKjQPbCZ7RPH/?format=pdf. Acesso em: 15 jul. 2023.

PAES DE PAULA, A. P. Repensando os Estudos Organizacionais: Por uma Nova Teoria do Conhecimento. Rio de Janeiro: FGV e FAPEMIG, 2015.

PARRA-VALENCIA, L.; GALINDO, D. Colonialidad y Psicología: el desarraigo de la sabiduría. Rev. Polis e Psique, Porto Alegre, v. 9, n. 1, p. 186-197, 2019. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2238-152X2019000100011. Acesso em: 15 jul. 2023.

PÉREZ, P. E.; SOLANAS, F. Instrumentalización de la acción pública en educación superior en Argentina. Políticas sobre trabajo académico y negociación colectiva. Íconos. Revista de Ciências Sociales, [S. l.], v. 53, 67-84, 2015. Disponível em: https://ri.conicet.gov.ar/handle/11336/58958. Acesso em: 15 jul. 2023.

RBPAE, E. E. Benno Sander (Ex-presidente da Anpae: 1976-1984; 2006-2011). Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, [S. l.], v. 33, n. 1, 2017. DOI: 10.21573/vol33n12017.72830. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/72830. Acesso em: 15 jul. 2023.

RAMOS, A. G. Administração e contexto brasileiro: elementos de uma sociologia especial da administração. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV, 1983.

RAMOS, A. G. A Nova Ciência das Organizações: uma reconceituação da riqueza das nações. 2. ed. Rio de Janeiro: FGV, 1989.

ROMERO, L. E. A.; POSADA, A. B.; HERNÁNDEZ, G. A.; ROMERO, A. A. Vinculación comunitaria y diálogo de saberes en la educación superior intercultural en méxico. Revista Mexicana de Investigación Educativa, [S. l.], v. 21, n. 70, p. 759-783, 2016. Disponível em: https://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1405-66662016000300759. Acesso em: 15 jul. 2023.

SALABI, A. Analisis proses internal keefektifan organisasi madrasah aliyah negeri di provinsi kalimantan selatan. Jurnal Kependidikan, [S. l.], v. 44, n. 2, p. 117-126, 2014. DOI: 10.21831/jk.v44i2.5222. Disponível em: https://journal.uny.ac.id/index.php/jk/article/view/5222. Acesso em: 15 jul. 2023.

SANDER, B. Consenso e conflito: Perspectivas analíticas na pedagogia e na administração da educação. São Paulo: Pioneira, 1984.

SANDER, B. Educación, Administración y Calidad de Vida: Caminos Alternativos del Consenso y del Conflicto. Buenos Aires: Ediciones Santillana, 1990.

SANDER, B. Gestão da educação na América Latina: constituição e reconstituição do conhecimento. Campinas: Autores Associados, 1995.

SANDER, B. Educação, trabalho e cidadania: eixos de uma política social relevante na América Latina. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, [S. l.], v. 16, n. 2, 2012. DOI: 10.21573/vol16n22000.25793. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/25793. Acesso em: 15 jul. 2023.

SANDER, B. Quadragésimo aniversário da ANPAE: reassumindo o nosso compromisso com a administração da educação no Brasil. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 107-118, 2001a. DOI: 10.21573/vol17n12001.25524. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/25524. Acesso em: 15 jul. 2023.

SANDER, B. Política e gestão da educação no Brasil: momentos e movimentos. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 263-276, 2001b. DOI: 10.21573/vol17n22001.25579. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/25579. Acesso em: 15 jul. 2023.

SANDER, B. A produção do conhecimento em políticas e gestão da educação. Linhas Críticas, Brasília, v. 11, p. 41-54, 2005. DOI: 10.26512/lc.v11i20.3215. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/linhascriticas/article/view/3215. Acesso em: 15 jul. 2023.

SANDER, B. Administração da Educação no Brasil: genealogia do conhecimento. Brasília: Liber Livro, 2007.

SANDER, B. Educação na América Latina: Identidade e globalização. Educação, [S. l.], v. 31, n. 2, 2008. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/2766. Acesso em: 15 jul. 2023.

SANDER, B. Gestão educacional: concepções em disputa. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 3, n. 4, p. 69-80, 2009. DOI: 10.22420/rde.v3i4.102. Disponível em: https://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/102. Acesso em: 15 jul. 2023.

SANDER, B.; WIGGINS, T. Cultural context of administrative theory: in consideration os a multidimensional paradigma. Education Administration Quartely, [S. l.], v. 21, n. 1, p. 95-117, 1985. DOI: 10.1177/0013161X85021001007. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/0013161X85021001007. Acesso em: 15 jul. 2023.

SANTOS, B. S. Um Ocidente Não-Ocidentalista?: a filosofia à venda, a douta ignorância e a aposta de Pascal. In: SANTOS, B. S.; MENESES, M. P. (org.). Epistemologias do Sul. Coimbra: Edições Almedina, 2009.

SANTOS, E.; TAVARES, M. Desafios históricos da inclusão: características institucionais de duas novas universidades federais brasileiras. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, [S. l.], v. 24, n. 62, p. 1-22. 2016. DOI: 10.14507/epaa.24.2260. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/303598679_Desafios_historicos_da_inclusao_Caracteristicas_institucionais_de_duas_novas_universidades_federais_brasileiras. Acesso em: 15 jul. 2023.

SGUISSARDI, V. Educação superior no brasil. democratização ou massificação mercantil? Educação & Sociedade, [S. l.], v. 36, n. 133, p. 867-889. 2015. DOI: 10.1590/ES0101-73302015155688. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/mXnvfHVs7q5gHBRkDSLrGXr/abstract/?lang=pt. Acesso em: 15 jul. 2023.

SIROTNIK, K.; OAKES, J. Critical perspectives on the organization and improvement of schooling. Boston: Kluwer-Nijhoff, 1986.

SILVERMAN, D. The theory of organizations: a sociological framework. London: Heinemann, 1970.

SOLINO, A. S. Planejamento e Gestão na instituição universitária: um enfoque multidimensional. 1996. Tese (Doutorado em Administração) – Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas, São Paulo, 1996.

SOUSA, F. R.; VASCONCELOS, V. O. Paulo Freire e Educação Popular: práxis descolonizadoras em tempos neoconservadores. Reflexão E Ação, [S. l.], v. 30, n. 1, p. 07-22. 2022. DOI: 10.17058/rea.v30i1.15894. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/view/15894. Acesso em: 15 jul. 2023.

SOUZA, A. R. As teorias da gestão escolar e sua influência nas escolas públicas brasileiras. Revista de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa, [S. l.], v. 2, p. 1-19. 2017. DOI: 10.5212/retepe.v.2.016. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/retepe/article/view/10692. Acesso em: 15 jul. 2023.

SOUZA, J. A. J.; SANTOS, E. C.; LOBO, A. S., MELO, L. C.; SOARES, A. C. Concepções de universidade no brasil: uma análise a partir da missão das universidades públicas federais brasileiras e dos modelos de universidade. Revista Gestão Universitária na América Latina – GUAL, Florianópolis, v. 6, n. 4, p. 216-233, 2013. DOI: 10.5007/1983-4535.2013v6n4p216. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/gual/article/view/1983-4535.2013v6n4p216. Acesso em: 15 jul. 2023.

SPATTI, A. C.; SERAFIM, M. P.; DIAS, R. B. B. Universidade e pertinência social: alguns apontamentos para reflexão. Avaliação, Campinas, SP, v. 21, n. 2, p. 341-360, 2016. DOI: 10.1590/S1414-40772016000200003. Disponível em: https://www.scielo.br/j/aval/a/zfPZR3576WvmpTtrggCTmCR. Acesso em: 15 jul. 2023.

SMITH, W. K.; LEWIS, M. W. Toward a theory of paradox: a dynamic equilibrium model of organizing. Academy of Management Review, [S. l.], v. 36, n. 2, p. 381-340, 2011. DOI: 10.5465/amr.2009.0223. Disponível em: https://journals.aom.org/doi/abs/10.5465/amr.2009.0223?journalCode=amr. Acesso em: 15 jul. 2023.

Publicado

03/04/2024

Como Citar

BIZARRIA, F. P. de A.; BARBOSA, F. L. S.; NASCIMENTO, T. M. dos S.; PEREIRA, E. M. L. Da gestão multidimensional à gestão decolonial da educação: (Des)velando caminhos interculturais em narrativas de podcast. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 28, n. 00, p. e023009, 2024. DOI: 10.22633/rpge.v28i00.18971. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/18971. Acesso em: 23 abr. 2024.