Pedagogia hospitalar favorecendo a continuidade escolar da criança hospitalizada

Anita Zimmermann, Arlete Ribeiro Bonifácio, Rosemeire do Nascimento, Sheila Zimmermann Kibrit

Resumo


A hospitalização da criança pode afastá-la de suas atividades pedagógicas e sociais. Nesse momento, o apoio do pedagogo hospitalar oferece a garantia da manutenção das atividades escolares, podendo amenizar angústias, repercutindo positivamente na colaboração com o tratamento oferecido pela equipe de saúde. O objetivo deste estudo foi elucidar a importância da pedagogia hospitalar como meio de manutenção do sentimento de inclusão escolar da criança ainda em ambiente hospitalar. A metodologia aplicada foi pesquisa bibliográfica relativa ao tema proposto. Como considerações finais, o atendimento pedagógico hospitalar mantém o vínculo escolar, durante o período de hospitalização, acompanhando as atividades educacionais propostas pela instituição escolar da qual faz parte, estimulando a criança na continuidade do seu desenvolvimento emocional, psicológico e social.


Palavras-chave


Atendimento pedagógico. Crianças hospitalizadas. Inclusão. Pedagogia hospitalar. Hospitalização.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Classe hospitalar e atendimento domiciliar: estratégias e orientações. Brasília, 2002.

BOWLBY, J. Apego e perda. Tradução Valtensir Dutra. São Paulo: Martins Fontes, 1985. v.3.

CECCIM, R. B. Criança hospitalizada: a atenção integral como uma escuta à vida. In: CECCIM, R. B.; CARVALHO, P. R. A. (Org.). Crianças hospitalizadas: atenção integral como escuta à vida. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 1997. p.33-37.

CECCIM, R. B.; FONSECA, E. S. da. Classe hospitalar: buscando padrões referenciais de atendimento pedagógico-educacional à criança e ao adolescente hospitalizados. Revista Integração, Brasília, v.9, n.21, p.31-40, 1999.

CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE [CNDCA]. Direitos da criança e do adolescente hospitalizados. Resolução nº 14, de 13/10/1995. Diário Oficial da União: República Federativa do Brasil. Brasília: Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente: Impressão oficial, 1995.

FARIA, M. B. A escuta pedagógica e a criança hospitalizada: discutindo o papel da educação no hospital. Interdisciplinar: Revista Eletrônica da Univar, Barra do Garças, v.1, n.9, p.41-46, 2013. Disponível em: http://revista.univar.edu.br/index.php/interdisciplinar/article/view/56. Acesso em: 04 jan. 2017.

ORTIZ, L. C. M.; FREITAS, S. N. de. Considerações acerca da inclusão escolar de crianças pós-hospitalizadas. Cadernos de Educação Especial, Santa Maria, n.20, p.97-103, 2002.

VASCONCELOS, S. M. F. Intervenção escolar em hospitais para crianças internadas: a formação alternativa re-socializadora. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA SOCIAL, 1., 2006, São Paulo. Anais... São Paulo: USP: Mackenzie: UNI, 2006. Disponível em : http://www.proceedings.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=MSC0000000092006000100048&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 10 fev.2007.

ZIMMERMANN, A. Atendimento pedagógico escolar junto a crianças hospitalizadas. Doxa: Revista Paulista de Psicologia e Educação, Araraquara, v.13, n.1/2, p.105-113, 2009.

ZIMMERMANN, A. A criança hospitalizada: atendimento pedagógico. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE NEUROLOGIA E PSIQUIATRIA INFANTIL, 16., 2001, Campinas. Arquivos de Neuro Psiquiatria: Jornal Oficial da Academia Brasileira de Neuroloigia, Campinas, v.59, suppl. 1, p.5-6, 2001.




DOI: https://doi.org/10.30715/rbpe.v19.n1.2017.10820

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação



 

 

 

 

DOXA: Rev. Bras. Psicol. Educ., Araraquara, São Paulo, Brasil, e-ISSN: 2594-8385

DOI: 10.30715/doxa

Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.