Editorial: os desafios de publicar pesquisas em educação nos ambientes digitais

Autores

  • Claudia Dias Prioste Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquara, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho https://orcid.org/0000-0001-6824-3410

DOI:

https://doi.org/10.30715/doxa.v20i1.11500

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudia Dias Prioste, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquara, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho

Formação em Psicologia concluída no ano de 1997. Obteve o título de mestre (2006) e de doutora em Educação (2013), ambos pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Realizou estágio de doutorado no exterior (2011) na Universidade Paris VIII e no Institut Mutualiste Montsouris, Departement de Psychiatrie de Ladolescent. Há mais de quinze anos atua como professora universitária nas áreas de Psicologia e Educação. Foi professora da PUC-SP nos cursos de Educação Inclusiva e Tecnologias Interativas Aplicadas à Educação. Desde 2014 é docente da Faculdade de Ciências e Letras - UNESP (Araraquara), ministra aulas nos cursos de Graduação em Pedagogia e Letras; atua no programa de Mestrado Profissionalizante em Educação Sexual e na Pós-Graduação em Educação Escolar. É chefe do Departamento de Psicologia da Educação. Nos últimos anos têm desenvolvimento pesquisas relacionadas às tecnologias da informação e comunicação, especialmente com relação à influência da internet e das mídias na constituição da subjetividade infanto-juvenil. É autora do livro: "O adolescente e a internet: laços e embaraços no mundo virtual",que recebeu os prêmios Jabuti e ABEU em 2017. Coordena o grupo de pesquisa: "A formação do sujeito na era digital" certificado pelo CNPQ. Possui experiência nos seguintes temas: formação de professores; transtornos na aprendizagem; alfabetização; adolescência; psicanálise e cultura; teoria crítica; cibercultura; tecnologias da informação e comunicação (TICs) na educação.

Referências

BEILLEROT, Jacques. La “recherche”: essai d’analyse. Recherche et Formation, Paris, v. 09, p. 17-31, abril/1991.

CHAUÍ, Marilena. Cultura e democracia: o discurso competente e outras falas. São Paulo: Cortez Editora, 2003.

CRESWELL, John W. Investigação Qualitativa e Projeto de Pesquisa: Escolhendo entre Cinco Abordagens, 3ª Ed. Penso, 2014. VitalBook file.

DERRIDA, Jacques Derrida. A farmácia de Platão. São Paulo: Iluminuras, 2005.

REGO, Tereza C. Produtivismo, pesquisa e comunicação científica: entre o veneno e o remédio. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 40, n. 2, p. 325-346, abr./jun. 2014. ISSN:

SLAVIN, Robert E. Perspective en Evidencre-Based Rechearch in Education. Educacional Rechearcher, Thousand Oaks, v. 37, n. 1, p. 5-14, 2008. ISSN-0013-189X.

Downloads

Publicado

16/01/2018

Como Citar

PRIOSTE, C. D. Editorial: os desafios de publicar pesquisas em educação nos ambientes digitais. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 20, n. 1, p. 1–5, 2018. DOI: 10.30715/doxa.v20i1.11500. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/11500. Acesso em: 25 maio. 2024.