Temática deficiência em grupos de pesquisa em psicologia do CNPQ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30715/doxa.v22i00.14392

Palavras-chave:

Deficiência, Diretório dos grupos de pesquisa, Currículo lattes, Psicologia, Metassíntese

Resumo

Este artigo teve como objetivo mapear a produção científica de pesquisadores da área da Psicologia que investigam a deficiência no Brasil. Foi realizada uma metassíntese de 40 artigos, de 3 grupos de pesquisa, do Diretório dos Grupos de Pesquisa e Currículo Lattes. Os grupos de pesquisa estão localizados na região Sudeste, sendo 2 deles vinculados à Universidade de São Paulo (USP), criados em 2002, e o outro, à Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), criado em 2012. Os resultados indicam a presença das perspectivas teóricas Winnicottiana, Sócio-Histórica, Histórico-Cultural e das Representações Sociais, das concepções de deficiência, Educação Especial/Inclusiva, acessibilidade e empregabilidade, de documentos nacionais e internacionais de garantia de direitos e do uso do método qualitativo, com a participação de crianças e adultos. Conclui-se que as produções estabelecem interlocuções entre as áreas da Psicologia e Educação, e contribuem nas discussões sobre a inclusão da pessoa com deficiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raíssa Matos Ferreira, Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió – AL

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação.

Adélia Augusta Souto de Oliveira, Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió – AL

Docente no Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Doutorado em Psicologia Social (PUC-SP).

Referências

ACIEM, T. M.; MAZZOTTA, M. J. S. Autonomia pessoal e social de pessoas com deficiência visual após reabilitação. Revista Brasileira de Oftalmologia, v. 72, n. 4, p. 261-267, 2013.

AMIRILIAN, M. L. T. Adolescência e deficiência visual: dificuldades e cuidados necessários. Winnicott eprints, v. 6, n. 2, p. 16-33, 2011. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/wep/v6n2/a02.pdf. Acesso em: 19 mai. 2020.

AMIRILIAN, M. L. T. Deficiências: um novo olhar. Contribuições a partir da psicanálise winnicottiana. Estilos da Clínica, v. 8, n. 15, p. 94-111, 2003.

AMIRILIAN, M. L. T. Sou cego ou enxergo? As questões da baixa visão. Educar, n. 23, p. 15-28, 2004.

AMIRILIAN, M. L. T.; BECKER, E.; KOVÁCS, M. J. A especialização do psicólogo para o atendimento às pessoas portadoras de deficiência. Psicologia-USP, São Paulo, v. 2, n. 1, 121-124, 1991.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2009.

BEZERRA, G. F. Inclusão escolar de alunos com deficiência: uma leitura baseada em Pierre Bourdieu. Revista Brasileira de Educação, v. 22, n. 69, 2017. Disponível em: Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S141324782017000200475&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 13 out. 2020.

BRASIL. Avanços das políticas públicas para Pessoas com Deficiência. Uma análise a partir das Conferências Nacionais. Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. 1° Edição, Brasília, 2012. Disponível em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/centrais-de-conteudo/pessoa-com-deficiencia/avancos-das-politicas-publicas-para-as-pessoas-com-deficiencia. Acesso em: 13 out. 2020.

BRASIL. Lei n. 13.146, de 06 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília: Senado Federal, 07 jul. 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 13 out. 2020.

BRASIL. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil. Disponível em: http://lattes.cnpq.br/web/dgp/o-que-e/. Acesso em: 17 jul. 2017.

GOMES, A. G.; REZENDE, L. K.; TORTORELLI, M. F. P. Acessibilidade e deficiência: análise de documentos normativos. Cadernos de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento, v. 10, n. 1, p. 130-137, 2010.

GUADENZI, P.; ORTEGA, F. Problematizando o conceito de deficiência a partir das noções de autonomia e normalidade. Ciência & Saúde Coletiva, v. 21, n. 10, p. 3061-3070, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S141381232016001003061&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 13 out. 2020.

GUZZO, R. S. L. et al. Psicologia e Educação no Brasil: uma visão da história e possibilidades nessa relação. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 26, p. 131-141, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722010000500012. Acesso em: 13 out. 2020.

GUZZO, R. S. L.; RIBEIRO, F. M. Psicologia na Escola: Construção de um horizonte libertador para o desenvolvimento de crianças e jovens. Estudos e Pesquisas em Psicologia, v. 19, n. 1, p. 298-312, 2019. Disponível em: https://www.epublicacoes.uerj.br/index.php/revispsi/article/view/43021/29668. Acesso em: 13 out. 2020.

JURDI, A. P. S.; AMIRILIAN, M. L. T. M. A inclusão escolar de alunos com deficiência mental: uma proposta de intervenção do terapeuta ocupacional no cotidiano escolar. Estudos de Psicologia, v. 23, n. 2, p. 191-202, 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103166X2006000200009&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 13 out. 2020.

LEITE, L. P.; MATTOS, B. M. Aplicação da escala de concepções de deficiência (ecd) em uma universidade pública do brasil. Journal of Research in Special Educational Needs, v. 16, n. 1, p. 155-158, 2016.

LOPES, E. M. C.; LEITE, L. P. Deficiência adquirida no trabalho em policiais militares: significados e sentidos. Psicologia & Sociedade, v. 27, n. 3, p. 668-677, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/psoc/v27n3/1807-0310-psoc-27-03-00668.pdf. Acesso em: 13 out. 2020.

LOUZADA, J. C. A.; MARTINS, S. E. O.; GIROTO, C. R. M. A disciplina Libras na formação de professores: desafios para a formulação de espaços educacionais bilíngues. Práxis Educativa, v. 12, n. 3, p. 864-886, 2017.

MATHEUS, M. C. C. Metassíntese qualitativa: desenvolvimento e contribuições para a prática baseada em evidências. Acta Paulista de Enfermagem, n. 1, p. 543-545, 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010321002009000800019&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 13 out. 2020.

OLIVEIRA, A. A. S. et al. Metassíntese um método para sistematização de revisões amplas e crítica interna à produção científica. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO INVESTIGAÇÃO QUALITATIVA, 4., 2015, Aracaju. Anais [...]. Aracaju, SE: Universidade Tiradentes, 2015. p. 147-152.

OLIVEIRA, A. A. S.; BASTOS, J. A. Saúde mental e trabalho: descrição da produção acadêmica no contexto da pós-graduação brasileira. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, v. 17, n. 2, p. 239-254, 2014. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-37172014000300007. Acesso em: 13 out. 2020.

SILVA JÚNIOR, G. E. Conceito de pessoa com deficiência: permanências e rupturas no processo psicossocial de significação. 2016. 117 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2016.

SOUZA, M. R. S. B. C.; JURDI, A. S.; CIPULLO, M. A. T. Alunos com deficiência: representações sociais de professores auxiliares da rede de ensino fundamental do município de santos. Revista Diálogos e Perspectivas em Educação Especial, v. 3, n. 2, p. 55-68, 2016. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/dialogoseperspectivas/article/view/6748. Acesso em: 13 out. 2020.

VIOLANTE, R. R.; LEITE, L. P. A empregabilidade das pessoas com deficiência: uma análise da inclusão social no mercado de trabalho do município de Bauru. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, v. 14, n. 1, p. 73-91, 2011. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/cpst/article/view/25717/27450. Acesso em: 13 out. 2020.

VOSGERAU, D. S. A. R.; ROMANOWSKI, J. P. Estudos de revisão: implicações conceituais e metodológicas. Revista Diálogo Educacional, v. 14, n. 41, p. 165-189, 2014. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/2317/2233. Acesso em: 13 out. 2020.

Publicado

20/04/2021

Como Citar

FERREIRA, R. M.; OLIVEIRA, A. A. S. de. Temática deficiência em grupos de pesquisa em psicologia do CNPQ. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 22, n. 00, p. e021001, 2021. DOI: 10.30715/doxa.v22i00.14392. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/14392. Acesso em: 24 out. 2021.