Contribuições da cultura de colaboração e a atuação de professores de apoio e profissionais escolares

Relatos de experiência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30715/doxa.v23i00.16683

Palavras-chave:

Cultura de colaboração, Estágio psicossocial, Aprendizagem, Pandemia

Resumo

Este estudo é parte das ações desenvolvidas no Estágio Profissionalizante Psicossocial Escolar, cujo principal objetivo foi oferecer um curso de formação temática acerca da inclusão escolar aos profissionais de uma rede estadual de ensino. Foram realizados seis encontros online na plataforma Microsoft Teams com professores de apoio e coordenador pedagógico, entre julho de 2021 e março de 2022. Utilizamos como escopo para a elaboração dos encontros o livro “Index for Inclusion”, bem como materiais oriundos de políticas de educação especial e inclusiva. Os resultados demonstraram a importância do trabalho proveniente da Cultura de Colaboração, tendo em vista a inclusão no diálogo com a escola a fim de romper qualquer estereótipo ao aluno da educação especial. Concluímos que, embora o estudo tenha sido desenvolvido durante a pandemia da COVID-19, foi perceptível momentos de muito aprendizado e trocas de experiências, o que possibilitou refletir e disseminar conhecimento sobre a Cultura de Colaboração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Silva Cantarelli Branco, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos – SP – Brasil

Doutorado em Educação Especial.

Raffaella Eminy Andrade da Mata, Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Ituiutaba – MG – Brasil

Graduanda em Psicologia.

Referências

BARDIN, L. Análise do Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BOOTH, T.; AINSCOW, M. Index para Inclusão: Desenvolvendo a aprendizagem e a participação na escola. Rio de Janeiro: LaPEADE, 2011.

BORGES, L. Relação família e escola: Programa para profissionais pré-escolares dos alunos Público-Alvo da Educação Especial. 2015. 201f. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2015.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília, DF: MEC; SEESP, 2008. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf. Acesso em: 09 mar. 2022.

CABRAL, L.; SILVA, A. M. Desafios para a formação de professores em educação especial e a contribuição do ensino colaborativo. Revista Diálogos e Perspectivas em Educação Especial, Edição Especial, v. 4, n. 1, p. 6 1-72, 2017. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/dialogoseperspectivas/article/view/7330. Acesso em: 11 mar. 2022.

CAPELLINI, V. L. M. F.; ZANATA, E. M.; PEREIRA, V. A. Práticas em Educação Especial e Inclusiva. Bauru, SP: MEC; FC; SEE, 2008. Disponível em: https://acervodigital.unesp.br/bitstream/123456789/41616/12/caderno%209.pdf. Acesso em: 17 fev. 2022.

CAVALCANTE, R. S. C. Colaboração entre pais e escola: Educação abrangente. Psicologia Escolar e Educacional, v. 2, n. 2, 1998. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pee/a/ZGvFYjwPPRpppykDDXgF33f/?lang=pt. Acesso em: 03 mar. 2022.

FOUCAULT, M. Microfísica do Poder. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

GESSER, M.; BLOCK, P.; MELLO, A. G. Estudos da deficiência: Intersetorialidade, anticapacitismo e emancipação social. In: GESSER, M.; BÖCK, G. L. K.; LOPES, P. H. (org.) Estudos da deficiência: Anticapacitismo e emancipação social. Curitiba, PR: CRV, 2020. Disponível em: https://www.mpma.mp.br/arquivos/CAOPID/publicacoes/14609_livro-estudos-sobre-deficiencia-2020.pdf. Acesso em: 10 mar. 2022.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Editora Atlas SA, 2008.

GLAT, R. Desconstruindo representações sociais: Por uma cultura de colaboração para inclusão escolar. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 24, p. 9-20, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbee/a/46TchJ98ZcyvZ3Xb5X7ZkFy/abstract/?lang=pt. Acesso em: 17 fev. 2022.

IBIAPINA, I. V. L. Pesquisa colaborativa: Investigação, formação e produção de conhecimentos. Brasília, DF: Líber Livro Editora, 2008.

LOPES, M. M. Perfil e atuação dos profissionais de apoio à inclusão escolar. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2018. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/9899. Acesso em: 03 mar. 2022.

MENDES, E. G.; ALMEIDA, M. A.; TOYODA, C. Y. Inclusão escolar pela via da colaboração entre educação especial e educação regular. Educar em Revista, Curitiba, n. 41, p. 81-93, jul./set. 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/er/a/3pWHVwTHV43NqzRzVDBJZ7L/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 21 mar. 2022.

OLIVEIRA, H. V.; SOUZA, F. S. Do conteúdo programático ao sistema de avaliação: Reflexões educacionais em tempos de pandemia (COVID-19). Rev. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 2, n. 5, 2020. Disponível em: https://revista.ufrr.br/boca/article/view/OliveiraSouza. Acesso em: 18 fev. 2022.

SEBASTIAN-HERERO, E.; ANACHE, A. A percepção docente sobre conceitos, políticas e práticas inclusivas: Um estudo de caso no Brasil. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. esp. 1, p. 1018-1037, 2020. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/13514. Acesso em: 5 mar. 2022.

SILVA, M. C. L. Culturas colaborativas e inclusão escolar: Limites e potencialidades de uma formação continuada centrada na escola. 2020. Tese (Doutorado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2020. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/13428. Acesso em: 13 jun. 2022.

SOUSA, M. M.; SARMENTO, T. Escola – família – comunidade: Uma relação para o sucesso educativo. Gestão e Desenvolvimento, v. 17, n. 18, p. 141-156, 2010. Disponível em: https://revistas.ucp.pt/index.php/gestaoedesenvolvimento/article/view/133. Acesso em: 03 mar. 2022.

STAINBACK, S.; STAINBACK, W. Inclusão: Um Guia para Educadores. Porto Alegre: Art Med, 1999.

YANNOULAS, S. C.; SOUZA, S. A. Equipes escolares: multidisciplinar e intersetorialidade. Revista del Instituto de Investigaciones en Ciencias de la Educación, v. 39, p. 99-113, 2016. Disponível em: http://revistascientificas.filo.uba.ar/index.php/iice/article/view/4000/3586. Acesso em: 04 mar. 2022.

ZERBATO, A. P. O papel do professor da educação especial na proposta do coensino. 2014. Dissertação (Mestrado em Educação Especial) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2014. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/3163/5941.pdf. Acesso em: 19 jun. 2022.

Publicado

30/11/2022

Como Citar

BRANCO, A. P. S. C.; MATA, R. E. A. da. Contribuições da cultura de colaboração e a atuação de professores de apoio e profissionais escolares: Relatos de experiência. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 23, n. 00, p. e022015, 2022. DOI: 10.30715/doxa.v23i00.16683. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/16683. Acesso em: 29 jan. 2023.

Edição

Seção

Relatos de Experiências