A teoria das inteligências múltiplas e a formação acadêmica de estudantes: um estudo de caso na Universidade Federal do Rio Grande

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30715/doxa.v22i00.15031

Palavras-chave:

Inteligências múltiplas, Ensino superior, Análise numérica e estatística do discente

Resumo

Este artigo apresenta uma análise de aplicação da correlação canônica sobre a teoria das inteligências múltiplas (IM) em um grupo de estudantes universitários de áreas de conhecimento diversas da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). A ideia da pesquisa realizada é encontrar uma combinação entre a formação acadêmica dos estudantes (área de conhecimento escolhida) e as inteligências múltiplas. Algumas variáveis foram analisadas como forma de verificar se existe relação direta entre as IM e a escolha dos cursos ou áreas, como gênero, unidade acadêmica e semestre do curso. Pelos resultados obtidos, podemos concluir que existe correlação entre estas variáveis e as IM na formação de estudantes de graduação de diversas áreas e cursos na Universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Eduardo Pereira de Quadros, Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Campus Carreiros, Rio Grande – RS

Centro de Ciências Computacionais – C3. TAE/Informática e Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Modelagem Computacional – PPGMC.

Graciele Lima Sampaio, Universidade Católica de Pelotas (UCPEL), Campus Centro, Pelotas – RS

Centro de Ciências Jurídicas Sociais e da Administração. Professora do Magistério Superior.

Diana Francisca Adamatti, Universidade Federal do Rio Grande (FURG), Campus Carreiros, Rio Grande – RS

Centro de Ciências Computacionais – C3. Professora do Magistério Superior.

Referências

ARMSTRONG, T. Multiple intelligences in the classroom. 4. ed. [S. l.]: ASCD, 2017. 243p.

FÁVERO, L. P. et al. Análise de dados: modelagem multivariada para tomada de decisões. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

GARDNER, H. Frames of mind: the theory of multiple intelligences. New York: Basic Books, 1983.

GARDNER, H. Inteligências múltiplas: a teoria na prática. Porto Alegre: Artmed, 1995.

GONZÁLEZ-TREVIÑO, I. M. et al. Assessment of multiple intelligences in elementary school students in Mexico: An exploratory study, Heliyon, Volume 6, Issue 4, 2020.

HAIR JÚNIOR, J. F. et al. Análise multivariada de dados. 6. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

MARTINS, M. A. P. Contributions of the theory of multiple intelligences to the assessment of students' production in translator training courses. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Volume: 19, Issue: 71, 2011.

MINGOTI, S. A. Análise de dados através de métodos de estatística multivariada: uma abordagem aplicada. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

PEREIRA, D. F.; SILVA, J. C. T. Um estudo sobre as inteligências múltiplas em estudantes de Psicologia. Revista UNIABEU, [S. l.], v. 10, n. 24, p. 126-142, 2017.

TRAVASSOS, L. C. P. Inteligências múltiplas. Revista de Biologia e Ciências da Terra, [S. l.], v. 1, n. 2, doc. sem paginação, 2001.

SABINO, M. A.; ROQUE, A., S. S. A teoria das inteligências múltiplas e sua contribuição para o ensino de língua italiana no contexto de uma escola pública. Revista Eletrônica dos Núcleos de Ensino da UNESP, São Paulo, p. 410-429, 2006.

VIEIRA, H. C.; CASTRO, A. E. de; SCHUCH JÚNIOR, V. F. O uso de questionários via e-mail em pesquisas acadêmicas sob a ótica dos respondentes. In: SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO, 13., set. 2010, São Paulo. Anais […]. [São Paulo]: USP, 2010.

VISSER, B. A.; ASHTON, M. C.; VERNON, P. A. Beyond g: Putting multiple intelligences theory to the test. Intelligence, [S. l.], v. 34, p. 487-502, 2006.

Publicado

25/06/2021

Como Citar

QUADROS, C. E. P. de; SAMPAIO, G. L.; ADAMATTI, D. F. A teoria das inteligências múltiplas e a formação acadêmica de estudantes: um estudo de caso na Universidade Federal do Rio Grande. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 22, n. 00, p. e021007, 2021. DOI: 10.30715/doxa.v22i00.15031. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/15031. Acesso em: 27 set. 2021.