Finalidades educativas escolares e escola socialmente justa: a abordagem pedagógica da diversidade social e cultural

José Carlos Libâneo, Eliane Silva

Resumo


O presente artigo aborda a relação entre diferentes visões de finalidades educativas escolares acerca da escola socialmente justa e o lugar que o atendimento à diversidade sociocultural ocupa nessas finalidades. O objetivo é trazer à discussão as implicações desse atendimento no plano pedagógico-didático na escola e nas salas de aulas. No primeiro tópico, busca-se estabelecer as relações entre finalidades educativas escolares, escola socialmente justa e diversidade sociocultural. No segundo, é destacada a relevância política e pedagógica dos estudos sobre diversidade, trazendo diferentes abordagens do tema em pesquisas no Brasil e em alguns países da América Latina. Finalmente, no terceiro tópico, é sugerida uma abordagem pedagógica da diversidade em uma escola socialmente justa na perspectiva do ensino voltado para o desenvolvimento humano.

Palavras-chave


Finalidades educativas escolares; Escola justa; Diversidade sociocultural; Processo de ensino-aprendizagem; Ensino para o desenvolvimento humano.

Texto completo:

PDF/A PDF/A (English)

Referências


ALGEBALE, E. Escola pública e pobreza no Brasil: a ampliação para menos. Rio de Janeiro? FAPERJ/Lamparina, 2009.

BARROS, J. A. Igualdade e diferença: construções históricas e imaginárias em torno da desigualdade humana. Petrópolis: Vozes, 2016.

BOTO, C. Educação escolar como direito humano de três gerações: identidades e universalismos. In: A educação escolar como direito humano de três gerações: identidades e universalismos. Educação e Sociedade [online]. v.26, n. 92, p.777-798, 2005.

BUENO, S. F. Quando a diferença é dogma: reflexões sobre a universalidade e o relativismo. In: ZUIM, A.; LASTORIA, L. A. C. N.; GOMES, L. R. Teoria crítica e formação cultural: aspectos filosóficos sócio-políticos. Campinas: Autores Associados, 2012.

BUENO; B. O.; SARTI, F. M.; ARNOLDI, E. S. Aportes de la etnografía educativa al estudio de minorías/mayorías In: Pedagogía y Saberes, nº. 49. Universidad Pedagógica Nacional. Facultad de Educación. 2018, pp. 51-164. Disponível em: . Acesso em: 10 abril 2020.

CANDAU, V. M. F. Diferenças culturais, interculturalidade e educação em direitos humanos. In: Educ. Soc., Campinas, v. 33, n. 118, p. 235-250, jan-mar. 2012. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br>. Acesso em: 10 abril 2020.

CANDAU, V. M. (Org.). Diferenças culturais e educação: construindo caminhos. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2011.

CANEN, A. Universos culturais e representações docentes: subsídios para a formação de professores para a diversidade cultural. In: Educação e Sociedade, 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 abril 2020.

CHARLOT, B. Relação com o saber, formação de professores e globalização. Porto Alegre: Artmed, 2005.

DAVYDOV, V. V. Problems of developmental teaching: the experience of theoretical and experimental psychological research. In: Soviet Education, nº. 8, 9, 10, 1988a.

DAVÍDOV, V. V. La enseñanza escolar y el desarrollo psíquico. Moscú: Editorial Progreso, 1988b.

DAVYDOV, V. V. O que é a atividade de estudo? In: Revista Escola inicial, Moscou, № 7, ano 1999.

DUBET, F. o que é uma escola justa? In: Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 123, p. 539-555, set./dez. 2004.

EVANGELISTA, O. (Org.). O que revelam os “slogans” na política educacional. Araraquara: Junqueira & Marin Editores, 2014.

EVANGELISTA, O.; SHIROMA, E. O. Educação para o alívio da pobreza: novo tópico da agenda global. In: Revista de Educação. PUC Campinas, v. 20, p. 43-54, 2006.

FIALA, R. Educational ideology and the school curriculum. In: BENAVOT, A.; BRASLAVSKY, C. (Eds.). School knowledge in comparative and historical perspective: changing curricula in primary and secondary education. Hong Kong: Springer, 2007, p. 15-34.

FLECHA, R.; PUIGVERT, L. Formación del profesorado en las comunidades de Aprendizaje. In: Revista Colombiana de Educação, nº 48. 2018. p. 12-36. Disponível em: . Acesso em: 17 abril 2020.

FLEURI, R. M. Intercultura e educação. In: Revista Brasileira de Educação. Maio/Jun/Jul/Ago, 2003, nº 23. p. 16-35. Disponível em: . Acesso em 10 abril 2020.

ORQUIN, Jean-Claude. Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

GARCIA, R. M. C. Para além da “inclusão”: crítica às políticas educacionais contemporâneas. In: EVANGELISTA, O. (Org.). O que revelam os “slogans” na política educacional. Araraquara: Junqueira & Marin Editores, 2014.

GOMES, N. N. Políticas públicas para a diversidade. In: Sapere aude, Belo Horizonte, v. 8, n. 15, Jan./jun. 2017, p.7-22.

GUZMÁN, E. C.; GUEVARA, S. P. G. La interculturalidad: principio o fin de la utopía? In: Revista Colombiana de Educação, nº 69. 2015. p. 17-43. Disponível em: https://revistas.pedagogica.edu.co/index.php/RCE/issue/archive>. Acesso em: 15 abril 2020.

GUZMÁN, G. L. Interculturalidad crítica y educación: un encuentro y una apuesta. In: Revista Colombiana de Educação, nº 69. 2015. p. 223-235. Disponível em: . Acesso em: 08 abril 2020.

HEDEGAARD, M. A Cultural-historical approach to learning in classrooms. Outlines. Critical Practice Studies, Vol 6, No 1, 2004.

HEDEGAARD, M.; CHAIKLIN, S. Radical-local teaching and learning: A cultural-historical approach. Aarhus: Aarhus University Press, 2005.

IMBERNÓN, F. Amplitude e profundidade do olhar: a educação ontem, hoje e amanhã. In: IMBERNÓN, F. (Org.). A educação no século XXI: os desafios do futuro imediato. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

JULIO-MATURANA, C. et al. Desencuentro cultural en el aula: una barrera al aprendizaje de niños y niñas en situación de pobreza. In: Revista Mexicana de Investigación Educativa - RMIE, 2016, vol. 21, nº 68, p. 71-94. Disponível em: . Acesso em: 20 abril 2020.

KATO, A A. G. Diversidade sociocultural: concepções de professores de uma escola pública do estado de mato grosso. (Dissertação de Mestrado). Faculdade de Educação e Linguagem. Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade do Estado de Mato Grosso. Disponível em: . Acesso em: 08 de abril 2020.

LEHER, R. Da ideologia do desenvolvimento à ideologia da globalização: a educação como estratégia do Banco Mundial para o alívio da pobreza. Tese de doutorado, Universidade de São Paulo, São Paulo. 1998.

LENOIR, Y. et al. (Orgs.). Les finalités éducatives scolaires: clarifications conceptuelles. In: LENOIR, Y., ADIGÜZEL, O., LENOIR, Y., LIBÂNEO, J. C. et TUPIN, F. (Eds.). Les finalités éducatives scolaires: pour une étude critique des approches théoriques, philosophiques et idéologiques. Saint-Lambert: Groupéditions Éditeurs, 2016.

LERMA, K. E. La construcción de la diferencia en la respuesta educativa actual. In: Perfiles Educativos, vol. XXXIV, nº 136, 2012. p. 138-148. Disponível em:

. Acesso em: 18 abril 2020.

LESSARD, C.; MEIRIEU, Ph. (Eds.). L’obligation de résultats en éducation: évolutions, perspectives et en jeux internationaux. Bruxelles: Groupe De Boeck, 2005.

LIBÂNEO, J. C. Finalidades educativas escolares em disputa, currículo e didática. In: LIBÂNEO, J. C.; ROSA, S. V.; SUANNO, M. V. R.; ECHALAR, A. D. L. (Orgs.). Em defesa do direito à educação escolar: didática, currículo e políticas educacionais em debate. Goiânia: CEPED/Espaço Acadêmico, 2019.

LIBÂNEO, J. C. Políticas educacionais neoliberais e escola: uma qualidade de educação restrita e restritiva. In: LIBÂNEO, J. C.; FREITAS, R. A. M. M. (Orgs.). Políticas educacionais neoliberais e a escola pública: uma qualidade restrita de educação. Goiânia: Espaço Acadêmico, 2018. p. 45-88.

LIBÂNEO, J. C. Finalités et objectifs de l’éducation et action des organismes internationaux au Brésil. In: LENOIR, Y. et al. (Orgs.). Les finalités éducatives scolaires: pour une étude critique des approches théoriques, philosophiques et idéologiques. Saint-Lambert (Quebec, Canadá): Groupéditions Editeurs, 2016.

LIBÂNEO, J. C. Internacionalização das políticas educacionais: elementos para uma análise pedagógica de orientações curriculares para o ensino fundamental e de propostas para a escola pública. In: SILVA, M. A. da; CUNHA, C. da (Org.). Educação básica: políticas, avanços, pendências. Campinas: Autores Associados, 2014.

LIBÂNEO, J. C. O declínio da escola pública brasileira: apontamentos para um estudo crítico. In: LOMBARDI, J. C.; SAVIANI, D. (Orgs.). História, educação e transformação: tendências e perspectivas para a educação pública no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2011. p. 157-186.

LIBÂNEO, J. C. Didática na formação de professores: entre a exigência democrática de formação cultural e científica e as demandas das práticas socioculturais. In: SANTOS, A.; SUANNO, M. V. Didática e formação de professores: novos tempos, novos modos de aprender e ensinar. Porto Alegre: Sulina, 2013.

LIBÂNEO, J. C.; FREITAS, R. A. M. M. (Orgs.). Políticas educacionais neoliberais e escola pública: uma qualidade restrita de educação escolar. Goiânia: Espaço Acadêmico, 2018.

LIBÂNEO, J. C; FREITAS, R. A. M. M. Vasily Vasilyecich Davyudov: a escola e a formação do pensamento teórico-científico. In: Longarezi, A. M.; PUENTES, R. V. (orgs.). Ensino desenvolvimental: vida, pensamento e obra dos principais representantes russos. Uberlândia: EDUFU, 2013.

MARTÍNEZ, L. V.; DIEZ, M. L. La enseñanza de la diversidad cultural en la formación docente: cinco dilemas para el debate. In: Revista del Instituto de Investigaciones em Ciencias de la Educación, nº 45, enero-junio, 2019. p. 15-30. Disponível em: . Acesso em 25 abril 2020.

MOEHLECKLE, S. As políticas de diversidade na educação no Governo Lula. In: Cadernos de Pesquisa, v. 39, n. 137, p.461-487, mai./ago. 2009.

MORA, B. A. M.; MUÑOZ, J. H. O.; ZAPATA, S. P. Política de cobertura y de calidad: desafíos del docente que atiende a la diversidad educativa. In: Perfiles Educativos, vol. XL, nº 161, 2018. p. 147-160. Disponível em: . Acesso em: 19 abril 2020.

NODDINGS, N. Aims, goals and objectives. Encounters on Education. N. 8. p. 7-15, 2007.

ORTIZ, R. Anotações sobre o universal e a diversidade. In: Revista Brasileira de Educação v. 12 n. 34 jan./abr. 2007. Disponível em: . Acesso em 10 abril 2020.

PESSONI, L. M L. Internacionalização das políticas educacionais, finalidades educativas escolares e qualidade de ensino: a reforma educativa no estado de Goiás. 206f. Tese (Doutorado em Educação). Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2017.

RODRIGUES T. C. e ABRAMOWICZ, A. O debate contemporâneo sobre a diversidade e a diferença nas políticas e pesquisas em educação. In: Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 39, n. 1, p. 15-30, jan./mar. 2013.

SACRISTÁN, J. G. A construção do discurso da diversidade e as suas práticas. In: PARASKEVA, J. M. (Org.). Educação e poder abordagens críticas e pós-estruturais. Mangualde: Edições Pedagogo, 2008.

SACRISTÁN, J. G. Poderes inestables em educación. Madrid: Morata, 1998.

SANTOS, B. S. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. São Paulo: Cortez, 2006.

SAVIANI, D. Escola e Democracia. São Paulo: Autores Associados/Cortez, 1984., 2007.

SIERRA, J. A. F. Ciclos de vida como principio activo hacia una escolarización intercultural. In: Revista Colombiana de Educación, n.º 69. Segundo semestre de 2015. p. 121-133. Disponível em:

. Acesso em: 9 abril 2020.

SILVA, E. A atividade de estudo no Ensino Fundamental conforme a teoria do ensino desenvolvimental de V. Davydov e contribuições de M. Hedegaard: um experimento didático em ciências. 2020. 282f. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, PUC Goiás, Goiânia, 2020.

SILVA, V. A.; REBOLO, F. A educação intercultural e os desafios para a escola e para o professor. In: Interações, Campo Grande, MS, v. 18, n. 1, p. 179-190, jan./mar. 2017. Disponível em: . Acesso em 10 abril 2020.

TAPIA G. L. A.; VALENTI, G. Desigualdad educativa y desigualdad social en México: nuevas evidencias desde las primarias generales en los estados. In: Perfiles Educativos, vol. XXXVIII, nº 151, 2016. p. 32-54. Disponível em: . Acesso em: 18 abril 2020.

TEVEZ, E.; DÍAZ, S. D. La interculturalidad en un aula de primaria: tensiones durante el tratamiento de la categoría inmigrante. In: Revista del Instituto de Investigaciones em Ciencias de la Educación, nº 45, enero-junio, 2019. p. 77-90. Disponível em: . Acesso em: 25 abril 20.

UNESCO. Declaração mundial sobre educação para todos e plano de ação para satisfazer as necessidades básicas de aprendizagem. (Jomtien, Tailândia). Paris: Unesco, 1990. Disponível em: . Acesso em: 04 abril 2010.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v24iesp1.13783



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.