Formação inicial em psicologia e atenção à violência sexual

Relatos de profissionais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v27i00.17800

Palavras-chave:

Psicologia, Formação inicial, Violência sexual, Atendimento, Vítimas

Resumo

A violência sexual está atrelada a problemas de saúde vivenciados pelas vítimas e a Psicologia possui grande importância no acompanhamento dessas pessoas. Este estudo qualitativo investigou a contribuição da formação inicial em Psicologia no atendimento de casos de violência sexual, segundo o relato de profissionais. Foram entrevistadas cinco psicólogas cujos relatos foram categorizados pelo método de análise de conteúdo, resultando nos agrupamentos: (1) Experiências favoráveis na formação que auxiliaram no trabalho com casos de violência sexual; (2) Dificuldades específicas quando a queixa é violência sexual; (3) Lacunas na formação inicial para atuar com casos de violência sexual; (4) Outros fatores que auxiliam o trabalho atual com casos de violência sexual. Os dados sinalizam contribuições indiretas da graduação para o trabalho com vítimas de violência sexual, entretanto não foram identificados ensinos planejados especificamente para essa atuação. Conclui-se que há uma carência de conteúdos específicos sobre violência sexual na formação da amostra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Brenda Sayuri Tanaka, Universidade Estadual Paulista

Psicóloga e mestranda no Programa de Pós-Graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem.

George Miguel Thisoteine, Universidade Estadual Paulista

Psicólogo e mestrando no Programa de Pós-Graduação em Educação Sexual.

Ana Cláudia Bortolozzi, Universidade Estadual Paulista

Psicóloga e livre-docente do Departamento de Psicologia.

Referências

AGUIAR, F. A. R.; DOURADO, J. V. L.; CAVALCANTI, L. F.; VIEIRA, L. J. E. S.; FERREIRA JR., A. R.; SILVA, R. M. Formação profissional e atenção à mulher vítima de violência sexual: revisão integrativa. Sonare (Sobral, Online), v. 12, n. 2, p. 57-68, 2020. Disponível em: https://sanare.emnuvens.com.br/sanare/article/view/1476/732. Acesso em: 10 jun. 2023.

AZAMBUJA, M.P.R. Violência Doméstica: reflexões sobre o agir profissional. Psicologia, Ciência e Profissão, v. 25, n. 1, p. 4-13, 2005. DOI: 10.1590/S1414-98932005000100002.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Tradução: RETO, L.A.; PINHEIRO, A.). Lisboa: Edições 70, 2011.

BOMFIM, C.E.S.; ANDRADE, G.V. A importância da atenção psicológica a adolescentes em situação de violência sexual. Psicologia.PT (O portal dos psicólogos), p. 1-9, 2012. Disponível em: https://www.psicologia.pt/artigos/textos/TL0307.pdf. Acesso em: 10 jun. 2023.

BORTOLOZZI, A.C. Questionário e Entrevista na Pesquisa Qualitativa: elaboração, aplicação e análise de conteúdo. 1. ed. [S. l.]: Pedro & João Editores, 2020.

BRASIL. Lei 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 1990. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm. Acesso em: 10 jun. 2023.

BRASIL. Prevenção e tratamento dos agravos resultantes da violência sexual contra mulheres e adolescentes. Norma Técnica. 3. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2012. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/prevencao_agravo_violencia_sexual_mulheres_3ed.pdf. Acesso em: 10 jun. 2023.

CASQUER, M. S.; SANTOS, C. F. M.; GAYOSO, I. L.; DUARTE, S. J. H. Manejo de uma situação de violência sexual: Relato de caso. Revista de Saúde Pública de Mato Grosso do Sul, v. 2, n. 1-2, p. 61-69, 2019. Disponível em: https://docs.bvsalud.org/biblioref/2021/05/1223315/artigo-06-manejo-de-uma-situacao-de-violencia.pdf. Acesso em: 10 jun. 2023.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (CFP). Referências técnicas para atuação de psicólogas (os) em Programas de Atenção à Mulher em situação de Violência. 1. ed. Brasília, DF: Conselho Federal de Psicologia, 2012. Disponível em: https://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2013/05/referencias-tecnicas-para-atuacao-de-psicologas.pdf. Acesso em: 10 jun. 2023.

COSTA, L. F.; PENSO, M. A.; CONCEIÇÃO, M. I. G.; CARRETEIRO, T. C. O. C. Transmissão geracional familiar em adolescentes que cometeram ofensa sexual. Psicologia, Ciência e Profissão, v. 37, n. 4, p. 995-1010, 2017. DOI: 10.1590/1982-3703004722016.

DE FREITAS, C. P. P.; HABIGZANG, L. F. Percepções de psicólogos sobre a capacitação para intervenção com vítimas de violência sexual. Psicologia Clínica (Rio de Janeiro), v. 25, n. 2, p. 215-230, 2013. DOI: 10.1590/S0103-56652013000200013.

GARCÍA-MORENO, C.; STÖCKL, H. Protection of sexual and reproductive health rights: Addressing violence against women. International Journal of Gynecology and Obstetrics, n. 106, p. 144–147, 2009.

HABIGZANG, L. F.; AZEVEDO, G. A.; KOLLER, S. H.; MACHADO, P. X. Fatores de risco e de proteção na rede de atendimento a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 19, n. 3, p. 379-386, 2006. DOI: 10.1590/S0102-79722006000300006.

HOHENDORFF, J. V.; HABIGZANG, L. F.; KOLLER, S. H. Psicoterapia para Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência Sexual no Sistema Público: Panorama e Alternativas de Atendimento. Psicologia, Ciência e Profissão, v. 35, n. 1, p. 182-198, 2015. DOI: 10.1590/1982-3703000202014.

HORWOOD, J.; MORDEN, A.; BAILEY, J. E.; PATHAK, N.; FEDER, G. Assessing for domestic violence in sexual health environments: a qualitative study. Sexual Transmitted Infections, v. 94, p. 88-92, 2018.

KRISTUFKOVA, A.; DA COSTA, M. P.; MINTZIORI, G.; VÁSQUEZ, J. L.; AABAKKE, A. J. M.; FODE, M. Sexual health during postgraduate training - European survey across medical specialties. Sexual Medicine, v. 6, p. 255-262, 2018.

LIMA, S. S.; POLLA, V. Violência Sexual em nossos dias: questões para a psicanálise. Psicologia, Ciência e Profissão, v. 25, n. 4, p. 546-571, 2005. DOI: 10.1590/S1414-98932005000400006.

NUNES, M. C. A.; LIMA, R. F. F. Violência sexual contra mulheres: um estudo comparativo entre vítimas adolescentes e adultas. Psicologia, Ciência e Profissão, v. 37, n. 4, p. 956-969, 2017. DOI: 10.1590/1982-3703003652016.

NUNES, M. C. A.; MORAIS, N. A. Práticas profissionais relacionadas às demandas de violência sexual: Revisão da literatura nacional. Psicologia, Ciência e Profissão, v. 41, e227527, p. 1-14, 2021. DOI: 10.1590/1982-3703003227527.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS). Relatório Mundial Sobre Violência e Saúde. Genebra, 2002. (Editado por Krug E. G. et al.). Disponível em: https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/wp-content/uploads/2019/04/14142032-relatorio-mundial-sobre-violencia-e-saude.pdf. Acesso em: 10 jun. 2023.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS). Prevenção da violência sexual e da violência pelo parceiro íntimo contra a mulher: Ação e produção de evidência. Organização Pan-Americana de Saúde, 2012. Disponível em: https://iris.paho.org/handle/10665.2/3661. Acesso em: 10 jun. 2023.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS). Relatório Mundial Sobre a Prevenção da Violência 2014. Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (Trad.). São Paulo, 2014. Disponível em: https://nev.prp.usp.br/wp-content/uploads/2015/11/1579-VIP-Main-report-Pt-Br-26-10-2015.pdf. Acesso em: 10 jun. 2023.

PENSO, M. A.; COSTA, L.F.; RIBEIRO, M. A.; ALMEIDA, T. M. C.; OLIVEIRA, K. D. Profissionalização de psicólogos para a atuação em casos de abuso sexual. Revista Psico, v. 39, n. 2, p. 211-218, 2008. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/1528/3042. Acesso em: 10 jun. 2023.

SAFFIOTI, H. Gênero, patriarcado e violência. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2004.

SILVINO, M. C. S.; DA SILVA, L. F. F.; DUARTES, S. C. F.; BELENTANI, L.; DE OLIVEIRA, M. L. F. Mulheres e violência: Características e atendimentos recebidos em unidades de urgência. Journal of Health Sciences, v. 18, n. 4, p. 240-244, 2016. Disponível em: https://docs.bvsalud.org/biblioref/2017/06/834023/mulheres-e-violencia-caracteristicas-e-atendimentos-recebidos-e_K2Jx0LY.pdf. Acesso em: 10 jun. 2023.

SPAZIANI, R. B.; VIANNA, C. P. Violência sexual contra crianças: a categoria de gênero nos estudos da educação. Educação Unisinos, v. 24, 2020. Disponível em: https://revistas.unisinos.br/index.php/educacao/article/view/edu.2020.241.16/60747829. Acesso em: 10 jun. 2023.

TANAKA, B.; MAIA, A. Mulheres vítimas de violência sexual e resposta sexual na vida adulta: uma revisão da literatura. Revista Psicologia & Educação On line, v. 3, n. 1, p. 83-92, 2020. Disponível em: https://psicologiaeeducacao.ubi.pt/Ficheiros/ArtigosOnLine/2020N1/V3N1%20-%209.pdf. Acesso em: 10 jun. 2023.

Publicado

28/12/2023

Como Citar

TANAKA, B. S.; THISOTEINE, G. M.; BORTOLOZZI, A. C. Formação inicial em psicologia e atenção à violência sexual: Relatos de profissionais. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 27, n. 00, p. e023070, 2023. DOI: 10.22633/rpge.v27i00.17800. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/17800. Acesso em: 24 abr. 2024.