PES: uma proposta metodológica para o planejamento educacional

Autores

  • Fabiana S. Fernandes de Medeiros Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar Faculdade de Ciências e Letras-UNESP -14800-901-Araraquara/SP

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v0i3.9143

Palavras-chave:

Planejamento educacional, Planejamento público, Planejamento estratégico situacional, Carlos Matus,

Resumo

O trabalho tem por proposta apresentar, de forma sintética, o modelo de planejamento desenvolvido por Carlos Matus: o Planejamento Estratégico Situacional. Em primeiro lugar, apresentar-se-á uma breve contextualização histórico-social do planejamento na América Latina, enfocando principalmente o planejamento educacional, para, em seguida, relacionar os principais aspectos da metodologia de planejamento de Carlos Matus. Embora desenvolvido para o planejamento governamental, o PES é uma proposta de planejamento público e poderia ser adaptado para o planejamento educacional, na medida em que permite a compreensão e a sistematização de determinados aspectos que são característicos das políticas públicas e sociais: atuação de diversos atores sociais com diferentes interesses e motivações, situações de poder compartilhado, realidade social complexa e dinâmica, entre outros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

17/12/2003

Como Citar

MEDEIROS, F. S. F. de. PES: uma proposta metodológica para o planejamento educacional. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, n. 3, p. 17–33, 2003. DOI: 10.22633/rpge.v0i3.9143. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/9143. Acesso em: 15 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos