A educação pública no Brasil no século XX: considerações à luz da formação dos grupos escolares e do manifesto dos pioneiros da educação nova

Rebeca Pizza Pancotte Darius, Fábio Augusto Darius

Resumo


O ensino público no Brasil é resultado de inúmeras influências e tentativas de adequações. Neste artigo, o foco será o século XX, período de grande desenvolvimento científico e tecnológico e de expansão da educação. O método utilizado neste estudo foi bibliográfico, onde buscou-se discutir o legado educacional do século XX, a formação dos Grupos Escolares e o Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova. São elementos necessários para a compreensão de como a educação no Brasil foi produzida neste período.


Palavras-chave


Legado educacional; Século XX; Grupos escolares; Manifesto dos pioneiros da educação nova.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Gilberto Luiz. A produção da escola pública contemporânea. Campo Grande: Ed. UFMS; Campinas, SP: Autores Associados, 2001.

AMORIM, Hananiel de Souza. A implantação dos grupos escolares no Brasil nas primeiras décadas do século XX. Saberes. Natal, v. 1, n.12, set. 2015, p. 208-224.

CAMBI, Franco. História da pedagogia. Tradução de Álvaro Lorencini. São Paulo: Fundação Editora da UNESP (FEU), 1999.

CANCIAN, Natália. Só 14% dos adultos brasileiros têm ensino superior, diz relatório da OCDE. Folha de São Paulo, São Paulo, 2016, Caderno de Educação. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2016/09/1813715-so-14-dos-adultos-brasileiros-tem-ensino-superior-diz-relatorio-da-ocde.shtml. Acesso 28 mar. 2018.

MANIFESTO dos Pioneiros da Educação Nova. A Reconstrução Educacional do Brasil. Ao Povo e ao Governo. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1932.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre a educação política. 36. ed. rev. Campinas, SP: Autores Associados, 2003. Coleção Polêmicas do Nosso Tempo.

SAVIANI, Dermeval et al (Orgs.). O Legado Educacional do Século XX no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2004.

SAVIANI, Dermeval. História das idéias pedagógicas no Brasil. Campinas, Autores Associados, 2008.

SILVA, Bruno Adriano R. da. Animador sociocultural: Revista Iberoamericana, v. 2, n. 2, maio/set. 2008.

SOUZA, Rosa Fátima de.; FILHO, Luciano Mendes de Faria. A Contribuição dos Estudos sobre Grupos Escolares para a Renovação da História do Ensino Primário no Brasil. In: VIDAL, Diana Gonçalves (org.). Grupos Escolares: cultura escolar primária e escolarização da infância no Brasil (1893-1971). Campinas, SP: Mercado de Letras, 2006.

VIDAL, Diana Gonçalves. Tecendo História (e recriando memória) da Escola Primária e da Infância no Brasil: os Grupos Escolares em Foco. In: VIDAL, Diana Gonçalves (org.). Grupos Escolares: cultura escolar primária e escolarização da infância no Brasil (1893-1971). Campinas, SP: Mercado de Letras, 2006.




DOI: https://doi.org/10.30715/rbpe.v20.n1.2018.11248

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/

 

 

 

 

DOXA: Rev. Bras. Psicol. Educ., Araraquara, São Paulo, Brasil, e-ISSN: 2594-8385, p-ISSN 1413-2060.

DOI: 10.30715/rbpe

Licença Creative Commons Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.