Português Língua Estrangeira: percursos iniciais em contexto(s) multicampi

Autores

DOI:

https://doi.org/10.29051/el.v7iesp.6.15505

Palavras-chave:

Português Língua Estrangeira, Formação de professores, Contexto multicampi, Pilares universitários

Resumo

A língua portuguesa tem ganhado destaque nos últimos trinta anos, principalmente com a ampliação de espaços formativos, o aumento de publicações na área e a variedade de estudos que focalizam as especificidades de Português Língua Estrangeira (PLE). Os cenários atuais de globalização, transnacionalização das línguas e países, bem como as propostas de internacionalização das instituições de ensino superior brasileiras evidenciam a necessidade de investimento no ensino de línguas e impulsionam a mudança de olhares para a forma como enxergamos o português, seu ensino-aprendizagem e formação. Considerando a projeção da área, temos como objetivo retomar e analisar percursos iniciais das ações em PLE em contexto(s) de uma instituição multicampi que, apesar de não ter habilitação na área específica, vem contribuindo para a promoção da língua portuguesa e para a formação de professores a partir de experiências docentes e investigativas presenciais e virtuais que colocam em prática o diálogo entre os pilares universitários.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cintia do Nascimento Severino, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP – Brasil

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Linguística e Língua Portuguesa.

Nildicéia Aparecida Rocha, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP – Brasil

Professora Doutora Associada no Departamento de Letras Modernas.

Referências

BIZON, A. C. C.; SCARAMUCCI, M. V. R. A área de PLE/L2 na Unicamp: pesquisa em diálogo com ensino e extensão. In: LIMA, E. (org.). Linguística aplicada na Unicamp: travessias e perspectivas [livro eletrônico].1. ed. Bauru, SP: Canal 6, 2021. p. 89-115. Disponível em: https://www.canal6.com.br/livros_loja/Ebook_Linguistica_aplicada.pdf. Acesso em: 28 jul. 2021.

DELL’ISOLA, R. L. P. (org.) O exame de proficiência Celpe-Bras em foco. Campinas, SP: Pontes Editores, 2014. 184 p.

FERNANDES, A. M.; TELLES, J. A. Teletandem: enfoque na forma e o desenvolvimento do professor de língua estrangeira. Revista de Estudos da Linguagem, Belo Horizonte, v. 23, n. 1, p. 261-287, 2015. Disponível em: https://periodicos.letras.ufmg.br/index.php/relin/article/view/8425. Acesso em: 30 jul. 2021.

FILHO, J. C. P. A. Ensino de português língua estrangeira/EPLE: a emergência de uma especialidade no Brasil. In: LOBO, T. et al. (org.). Rosae: linguística histórica, história das línguas e outras histórias. Salvador: EDUFBA, 2012. p. 723-728. Disponível em: http://books.scielo.org/id/67y3k/pdf/ lobo-9788523212308-51.pdf. Acesso em: 28 jul. 2021.

KUMARAVADIVELU, B. A linguística aplicada na era da globalização. In: MOITA LOPES, L. P. (org.). Por uma linguística aplicada INdisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006. p. 129-148.

MARTINS, F. M. A. Reflexões sobre o ensino de português para estrangeiros e sobre o ensino de português para falantes de língua materna. 2011. Monografia (Trabalho de conclusão do Curso de Letras) – Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2011. 1 CD-ROM. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/119862. Acesso em: 01 ago. 2021.

MRE. Panorama da contribuição do Brasil para a difusão do português. Brasília: FUNAG, 2021. Disponível em: http://funag.gov.br/biblioteca-nova/produto/1-1143-1. Acesso em: 30 jul. 2021.

RAMOS, K. D. H. P. O ensino de Português Língua Estrangeira no contexto virtual do Teletandem: aspectos linguísticos-discursivos. Estudos Linguísticos, São Paulo, v. 41, n. 2, p. 539-552, maio/ago. 2012. Disponível em: https://revistas.gel.org.br/estudos-linguisticos/article/view/1178. Acesso em: 31 jul. 2021.

RAMOS, K. D. H. P. Implicações socioculturais do processo de ensino de português para falantes de outras línguas no contexto virtual do Teletandem. Estudos Linguísticos, São Paulo, v. 42, n. 2, p. 731-742, maio/ago. 2013. Disponível em: https://revistas.gel.org.br/estudos-linguisticos/article/view/962. Acesso em: Acesso em: 31 jul. 2021.

ROCHA, N. A. O ensino de Português língua estrangeira no Brasil: ontem e hoje. Revista Linguagens, Blumenau, v. 15, n. 1, 2019. Disponível em: https://proxy.furb.br/ojs/index.php/linguagens/article/view/8401. Acesso em 28 jul. 2021.

ROCHA, N. A; GILENO, R. S. S. (org.). Português Língua Estrangeira e suas Interfaces. 1. ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2021.

SEVERINO, C. N. Implantação e consolidação de Português Língua Estrangeira em instituição de ensino superior: um estudo discursivo sobre o lugar da língua em contexto de internacionalização. 2020. 212 f. Dissertação (Mestrado em Linguística e Língua Portuguesa). – Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2020. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/193030. Acesso em: 28 jul. 2021.

TAVARES PINTO, P.; KFOURI-KANEOYA, M. L. C. K. Centro de Línguas do IBILCE. In: CONGRESSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 8.,2015, Araraquara. Anais [...]. Araraquara, SP, UNESP, 2015. ISSN 2176-9761. Disponível em: https://www.ibilce.unesp.br/Home/centrodelinguas1/artigo_cel-ibilce_ 8congrextuniverst_1419-3213-1-pb.pdf/. Acesso em: 31 jul. 2021.

TELLES, J. A. Learning foreign languages in teletandem: Resources and strategies. Delta, v. 31, n. 3, p. 603-632, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/j/delta/a/yDgwtkLRKj5ftZ86ddKVggm/?format=pdf&lang=en. Acesso em: 30 jul. 2021.

TELLES, J. A. Teletandem: Um contexto virtual, autônomo e colaborativo para aprendizagem de línguas estrangeiras no século XXI. Campinas, SP: Pontes Editores, 2009.

ZOPPI-FONTANA, M. G. O português do Brasil como língua transnacional. Campinas, SP: RG, 2009.

Publicado

28/12/2021

Como Citar

SEVERINO, C. do N.; ROCHA, N. A. Português Língua Estrangeira: percursos iniciais em contexto(s) multicampi. Revista EntreLinguas, Araraquara, v. 7, n. esp.6, p. e021158, 2021. DOI: 10.29051/el.v7iesp.6.15505. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/entrelinguas/article/view/15505. Acesso em: 20 maio. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)