Dinâmica da mudança de atitudes de linguagem e valores da família moderna

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v25iesp.2.15258

Palavras-chave:

Bem-estar social da família, Atitudes linguísticas da família, Tolerância linguística, Continuidade da linguagem

Resumo

O artigo analisa a dinâmica das mudanças nas atitudes e valores linguísticos da família moderna. Os autores observam que, nas condições atuais, a capacidade de uma família de criar uma personalidade multilíngue orientada para o domínio e a preservação da língua nativa é determinada por seu bem-estar social. O artigo apresenta uma análise comparativa dos dados dos estudos realizados no período de dois anos. Os autores concluem que um alto grau de abertura das gerações jovens aos poderosos fluxos de informação do mundo multilíngue requer a instituição multifuncional da família para implementar efetivamente o processo de socialização em relação à formação de atitudes e valores linguísticos entre os jovens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Iur’evna Eflova , Kazan Federal University (KPFU), Kazan

Professor of General and Ethnic Sociology. PhD in Sociology.

Olga Aleksandrovna Maximova, Kazan Federal University (KPFU), Kazan

Associate Professor of General and Ethnic Sociology. PhD in Sociology.

Riyaz Gataullovich Minzaripov, Kazan Federal University (KPFU), Kazan

Professor. PhD in Sociology.

Lyudmila Konstantinovna Nagmatullina, Kazan National Research Technical University named after A.N. Tupolev (KAI), Kazan

Associate Professor. PhD in Sociology.

Referências

BAKER, C. Foundations of bilingual education and bilingualism. 2. ed. Clevedon: Multilingual Matters, 1996.

BOULT, B. 201 ways to involve parents. Practical strategies for partnering with families. 3. ed. Thousand Oaks, CA: Corwin, 2016. 147 p.

DOS SANTOS, L. M. Bilingual English education: expectation of parents who enrol their children in bilingual primary schools. International Journal of Instruction, v. 12, n. 4, p. 747-766, 2019.

EFLOVA, M.; MAXIMOVA, O. Formation of the bilingual personality of a child in the family: Philosophical reflection. Utopia y Praxis Latinoamericana, v. 24, n. esp. 5, p. 25-31. 2019.

EPSTEIN, J. L. School, family and community partnerships: preparing educators and improving schools. 2. ed. Boulder, CO: Westview Press, 2011.

GARCÍ, A O.; LIN, A. M. Y.; MAY, S. Bilingual and multilingual education. Springer International Publishing, 2017.

MÜLLER, L.-M. et al. Bilingualism in the family and child well-being: a scoping review. International Journal of Bilingualism, v. 24, n. 5-6, p. 1049-1070, 2020. DOI: 10.1177/1367006920920939

SCHWARTZ, M.; VERSCHIK, A. Successful family language policy: parents, children and educators in interaction. Dordrecht: Springer, 2013.

WILSON, S. Family language policy through the eyes of bilingual children: the case of French heritage speakers in the UK. Journal of Multilingual and Multicultural Development, v. 41, n. 2, p. 121-139, 2020. DOI: 10.1080/01434632.2019.1595633

Publicado

01/05/2021

Como Citar

EFLOVA , M. I.; MAXIMOVA, O. A.; MINZARIPOV, R. G.; NAGMATULLINA, L. K. Dinâmica da mudança de atitudes de linguagem e valores da família moderna. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 25, n. esp.2, p. 759–768, 2021. DOI: 10.22633/rpge.v25iesp.2.15258. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/15258. Acesso em: 17 set. 2021.