Islão, política, educação e modernidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v25iesp.6.16098

Palavras-chave:

Religião, Educação islâmica, Política, Justiça social, Doutrinas islâmicas

Resumo

A educação islâmica consiste em um conjunto de conceitos e princípios relativos à natureza humana, credo, intelecto e atitude, juntamente com valores espirituais e físicos, todos entrelaçados em uma estrutura perceptual unificada e confiando, totalmente, em seus fundamentos e morais no Alcorão Sagrado . O Islã explorado com sucesso é arrastado para um confronto do qual está destinado a emergir profundamente reformado - repensado ou lentamente afundado no esquecimento da história. O radicalismo islâmico provocado pode gerar e organizar na Europa dezenas ou centenas de terroristas insanos. É importante mostrar que o Islã, como religião pública nas relações internacionais e nas doutrinas educacionais, pode ser uma ferramenta poderosa de conhecimento e uma arma perigosa. Ao delegar uma bênção divina a uma pessoa, o Islã aos olhos de um crente é a única e inegavelmente verdadeira medida de suas ações, o que determina a tentação de usar o Islã para fins educacionais, dando origem, por sua vez, ao fenômeno do Islã político . O “Islã radical” sempre estará em demanda onde for necessário o estabelecimento de uma “ordem islâmica”, que é identificada pelos muçulmanos com doutrinas educacionais, justiça social, igualdade de todos perante a lei e igualdade nacional. O perigo de politizar o Islã é que aqui ele segue as regras do Ocidente e está sob seu controle. E, como resultado - sem perceber, apenas fazendo o trabalho sujo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

İl’dar Safiulovich Mavlyautdinov, Kazan Federal University, Kazan – Russia

PhD of sociology.

Svetlana Yurievna Glushkova, Kazan Federal University, Kazan – Russia

PhD of philology.

Referências

ADDI, L. Islamicist Utopia and Democracy. Annals. Journal of the American Academy of Political and Social, v. 524, p. 120-130, 1992.

ARKOUN, CF. M. L'Islam, morale et politique. Paris: Desclee de Brouwer-UNESCO, 1986. 207 p.

BENIGSEN, A. Muslims in the USSR. Russia and Tatarstan: problems of asymmetric relations, v. 2, p. 80-91, 1995.

BRZEZINSKI, Z. The Great Chessboard. International Relations, 2010. p. 256.

DONTSOV, V. E. Islam in international relations. Diplomatic Yearbook. Scientific book, p. 62-89, 1997.

DUMONT, L. Essais sur l'individualisme. Une perspective anthropologique sur l'idéologie moderne. Paris: Le Seuil, 1983. 272 p.

DZHABRAILOV, T. Time to know the truth. Russian Federation today, v. 21, 2004.

ELLE, K. Concluding Remarks. Islam, Nationalism, and Radicalism in Egypt and the Sudan. New York: Praeger, 1983.

EREMEEV, D. Philosophical aspects of Muslim thinking. Asia and Africa today, v. 5, p. 42-44, 1991.

HUNTINGTON, S. The Clash of Civilizations. ACT, 2003. p. 603.

ISHMUKHAMETOV, Z. A. The social role and evolution of Islam in Tatarstan. Kazan, 1979.

KEPEL, J. Jihad. The expansion and decline of Islamism. Ladomir, 2004.

LANDA, R. G. Islam in the history of Russia. East Literature of the Russian Academy of Sciences, 1995.

LEWIS, B. Islam: what went wrong? Russia in the global guarantee, v. 1, n. 1, p. 94-101, 2003.

MAKAROV, D. V. The radicalization of Islam in Dagestan: the possibilities and limits of jihadism. Social sciences and modernity, v. 6, p. 147-161, 2004.

MALASHENKO, A. V. Islam in the foreign policy of Russia. Islam in the modern world: domestic and international political aspects, v. 7, p. 28-32, 2007.

MALASHENKO, A. V. Islamic landmarks of the North Caucasus. Gandalf, 2001.

MUHAMETZYANOV R. R.; USMANOVA I. R. The Problem of Destiny In Ancient Chinese Philosophy. Revista Publicando, v. 16, n. 1, p. 617-622, 2018.

NAUMKIN, V. V. Islamic radicalism in the mirror of new concepts and approaches. Russia and Muslim man’s world, v. 7, p. 182-214, 2006.

NAUMKIN, V.V.; MAKAROV, D.V. The Islamic factor in world politics and the interests of Russia. Russian Strategy, v. 7, p. 53-66. 2007.

SCHAMILOGLU, U. The formation of the historical consciousness of the Tatars: Shigabuddin Mardzhani and the image of the Golden Horde. Tatarstan, 1991. v. 10, p. 21-29.

SUKIYAINEN, L. The war on terror: Islam against Islamic extremism. Asia and Africa today, v. 2, p. 8-14, 2003.

USTINOV, V. V. Accused of terrorism. OLMA-PRESS, 2002.

Publicado

30/12/2021

Como Citar

MAVLYAUTDINOV, İl’dar S.; GLUSHKOVA, S. Y. Islão, política, educação e modernidade. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 25, n. esp.6, p. 3448–3458, 2021. DOI: 10.22633/rpge.v25iesp.6.16098. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/16098. Acesso em: 18 maio. 2024.