Considerações sobre as avaliações em larga escala no brasil e o papel dos organismos internacionais: eficiência e produtividade x qualidade

Quelli Cristina da Silva Oliveira, Denila Coelho, André Paulo Castanha

Resumo


Esse texto realiza uma análise acerca das condições históricas, políticas e ideológicas sobre as avaliações externas em larga escala, e as interferências dos organismos internacionais nesse setor. Para tanto, realizamos estudo bibliográfico e documental. A partir deles percebemos forte influência das políticas do Banco Mundial e de organismos internacionais nas avaliações em larga escala no Brasil. Destacamos a relevância das avaliações, como mecanismo que possibilitam levantar elementos para elaboração de políticas públicas no campo educacional. Evidenciamos a necessidade de um sistema de avaliação que trate da educação na totalidade e proporcione uma efetiva melhoria da qualidade do ensino.

Palavras-chave


Avaliação Externa; Organismos Internacionais; Capital Humano; IDEB; PISA;

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v0i19.9386



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.