Metodologia estatística aplicada na análise da violência escolar: apuração e interpretação de dados na rede pública do estado de Goiás

Autores

  • Paola Marcelino da Silva

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v20.n2.9478

Palavras-chave:

Violência Escolar, Princípios da estatística, Método estatístico descritivo e inferencial.

Resumo

As Políticas Públicas Nacionais (PPNs)  encontram-se desafiadas ao elaborar novas estratégias de combate à violência. Globalmente, os aspectos da violência no ambiente escolar se agravam e as definições que envolvem o termo tornam-se volúveis. O presente artigo relaciona os métodos estatísticos descritivos e inferenciais, bem como, aplicações gerais da estatística em interface da análise contextual realizada na rede pública de ensino localizada em cidades periféricas do estado de Goiás. A correlação da estatística com a violência escolar resultou na identificação das variáveis, seleção da amostra, obtenção e apuração dos dados. Objetivou-se a contribuição de novos estudos com a finalidade de dinamizar a tarefa dos professores no combate à violência. O estudo aponta que 32% dos sujeitos da amostra vivenciaram o “bullying”, termo atualmente mais utilizado para retratar a violência escolar. 

Downloads

Publicado

01/12/2016

Como Citar

Silva, P. M. da. (2016). Metodologia estatística aplicada na análise da violência escolar: apuração e interpretação de dados na rede pública do estado de Goiás. Revista on Line De Política E Gestão Educacional, 322–336. https://doi.org/10.22633/rpge.v20.n2.9478

Edição

Seção

Artigos