A trajetória escolar dos alunos do curso de educação física: um estudo das Faculdades Integradas Einstein de Limeira

Autores

  • Flávia Baccin Fiorante Faculdades Integradas Einsten (Fiel), Limeira – SP
  • Luci Regina Muzetti Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquara
  • Cassiano Ferreira Inforsato Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências e Letras, Araraquara

DOI:

https://doi.org/10.30715/rbpe.v19.n1.2017.10795

Palavras-chave:

Formação profissional. Educação Física. Trajetória escolar.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar a trajetória escolar dos alunos e alunas da camada popular do curso de licenciatura em Educação Física das Faculdades Integradas Einstein de Limeira através de uma pesquisa bibliográfica e de campo, esta ultima composta por uma entrevista semi-estruturada. Os dados revelam que, os quatro sujeitos pesquisados, apresentam vários pontos de convergência quanto ao habitus, ao déficit em relação a práticas culturais, à freqüência a eventos esportivos, à empatia com a disciplina Educação Física ao longo do período escolar e à infância regada pela vivência esportiva. Concluímos que esses fatos ajudam a compreender os motivos que podem ter contribuído para a escolha da profissão dos sujeitos pesquisados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, W. A. Esforço contínuo: estudantes com desvantagens socioeconômicas e educacionais na USP. 2006. 136f. Dissertação (Mestrado em Sociologia). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.

BARBOSA, M. A. Estudantes de classes pobres na universidade pública: um estudo de depoimentos em psicologia social. 2004. Dissertação (Mestrado em Psicologia). Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.

BOURDIEU, P. O esboço de uma teoria da prática. In: ORTIZ, R. (Org.). A sociologia de Pierre Bourdieu. São Paulo: Olho D’ Água, 2003. p.39-72.

BOURDIEU, P. As contribuições da herança. In: NOGUEIRA, M. A.; CATANI, A.(Org.). Escritos de Educação. Rio de Janeiro: Vozes, 1998. p.229-237.

BOURDIEU, P. A Economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 1974.

FREIRE, E. S.; VERENGUER, R. C. G.; REIS, M. C. C. Educação Física: pensando a profissão e a preparação profissional. Revista Mackenzie de Educação Fisica e Esporte, São Paulo, v.1, n.1, p.39-46, 2002.

LACERDA, M. G. Famílias e filhos na construção de trajetórias pouco prováveis: o caso dos iteanos. 2006. 417f. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2006.

LIMEIRA. Prefeitura Municipal. Plano Diretor. Limeira: Secretaria de Planejamento e Urbanismo, 2010.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MUZZETI, L. R. Trajetória social, dote escolar e mercado matrimonial: um estudo de normalistas formadas em São Carlos nos anos 40, São Carlos, UFSCar. 1997. 174f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 1997.

PIOTTO, D. C. As exceções e suas regras: estudantes das camadas populares em uma universidade pública. 2007. 361f. Tese (Doutorado em psicologia) - Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

PORTES, É. A. Trajetórias e estratégias do universitário das camadas populares. 1993. 248f. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1993.

Downloads

Publicado

01/01/2017

Como Citar

FIORANTE, F. B.; MUZETTI, L. R.; INFORSATO, C. F. A trajetória escolar dos alunos do curso de educação física: um estudo das Faculdades Integradas Einstein de Limeira. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 19, n. 1, p. 2–19, 2017. DOI: 10.30715/rbpe.v19.n1.2017.10795. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/10795. Acesso em: 3 jul. 2022.