A evasão escolar nos cursos tecnológicos do instituto federal de educação, ciência e tecnologia de São Paulo - IFSP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30715/doxa.v20i2.12024

Palavras-chave:

Evasão escolar, Ensino cursos tecnológicos, IFSP, Gestão institucional.

Resumo

O tema desta pesquisa, de cunho documental e qualitativa, é a evasão de alunos em cursos tecnológicos do ensino superior. A pesquisa se justifica ao verificar-se que ainda há um campo de conhecimentos pouco explorado sobre a evasão no ensino superior. O objetivo central foi identificar quais fatores causaram a evasão de alunos no Instituto Federal de São Paulo (IFSP), de um campus, no período de 2011 a 2017. Foram examinados documentos da instituição referentes a 746 alunos evadidos. Os resultados mostraram que, apesar das diferentes ações desenvolvidas pela instituição para conhecer os motivos e evitar a evasão, estas não foram consideradas satisfatórias pelos participantes da pesquisa. As causas apontadas pelos sujeitos entrevistados podem ser classificadas em: a) Escasso comprometimento com a evasão; b) Falhas organizacionais (limitações no sistema de gestão acadêmica e ausência de padronização para coleta e análise de dados sobre evasão); c) Falha no relacionamento entre setores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Solange Aparecida de Souza Monteiro, Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de São Paulo IFSP – Campus de Araraquara

Mestra em Processos de Ensino, Gestão e Inovação pela Universidade de Araraquara - UNIARA (2018). Possui graduação em Pedagogia pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras Urubupunga (1989). Possui Especialização em Metodologia do Ensino pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras Urubupunga (1992). Trabalha como pedagoga do Instituto Federal de São Paulo campus São Carlos(IFSP/Câmpus Araraquara-SP). Participa dos núcleos: -Núcleo de Gêneros e Sexualidade do IFSP (NUGS); -Núcleo de Apoio ás Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNE). Desenvolve sua pesquisa acadêmica na área de Educação, Sexualidade e em História e Cultura Africana, Afro-brasileira e Indígena e/ou Relações Étnico-raciais. 

Darwin Ianuskiewtz, Universidade de Araraquara UNIARA

Graduação : Licenciatura em Educação Física (FESC) e em Pedagogia (UNINOVE); # Especialização em Bases Biológicas da Performance Humana (Unesp - Rio Claro); # Mestrado em Educação Escolar (Unesp - FCLAr) sobre a "Manifestação dos professores do Ensino Fundamental sobre os PCN pra Educação Física Escolar"; # Doutorado em Educação Escolar (Unesp- FCLAr) sobre Imagem corporal, cultura corporal e corporeidade entre universitários , intitulada "Em busca da imagem corporal: Análise da representação que o jovem universitário tem sobre o seu corpo"

Referências

BAUMAN, Zygmunt. Identidade. Tradução de Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2005.

BRASIL. Decreto nº 7.234 de 19 de julho de 2010. Programa Nacional de Assistência Estudantil: PNAES, 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Decreto/D7234.htm. Acesso em: 15 out. 2016.

DESCHAMPS, Jean Claude.; MOLINER, Pascal. A identidade em psicologia social: dos processos identitários às representações sociais. Tradução de Lúcia M. Endlich Orth. Petrópolis: Vozes, 2009.

DUBAR, Claude. A socialização: construção das identidades sociais e profissionais. Tradução. Anette Pierrette R. Botelho e Estela Pinto R. Lamas. Portugal: Porto Editora, 1997.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir. Trad. Raquel Ramalhete. 27. ed. Petrópolis: Vozes, 1987.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: UNESP, 2000.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 28. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2003. 148 p.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 30 ed. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

FREIRE, Paulo. Educação como prática de liberdade. São Paulo, 2011.

GIDDENS, Anthony. Sociologia. 4 ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2004.

IFSP. Plano de Desenvolvimento Institucional. (PDI) 2014-2018. Portaria nº 3.528 de 2015. Cria a Comissão Interna de Acompanhamento das Ações de Permanência e Êxito dos Estudantes – CIPEE. Documento Interno. Disponível em: www.ifsp.edu.br/index.php/documentos-institucionais/pdi.html. Acesso em: 15 mar. 2017.

LAHIRE, Bernard. La Culture des individus: Dissonances culturelles et distinction de soi, Paris, La Découverte, Laboratoire des sciences sociales, 2004.

LIMA JUNIOR, Paulo R. Menezes. Evasão do ensino superior de física segundo a tradição disposicionalista em sociologia da educação. 2013. 329 p. Tese (Doutorado em Ensino de Física) - Instituto de Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. 6 ed. São Paulo: Cortez Editora/Autores Associados, 1980.

SAVIANI, Demerval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 8ª ed. Campinas: Autores Associados, 2002.

SEMESP. Disponível em: http://www.semesp.org.br/tag/evasao/. Acesso em: 16 nov. 2016.

TEDESCO, Juan Carlos. Elementos para un diagnóstico dele sistema educativo tradicional en América Latina. In: UNESCO/CEPAL/PNUD. El cambio educativo: situación y condiciones. Informes Finales 2, 1981.

TINTO, Vicent. Dropout from Higher Education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Educational Research, v. 45, n. 1, p. 89-125, 1975.

Downloads

Publicado

01/07/2018

Como Citar

MONTEIRO, S. A. de S.; IANUSKIEWTZ, D. A evasão escolar nos cursos tecnológicos do instituto federal de educação, ciência e tecnologia de São Paulo - IFSP. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 20, n. 2, p. 256–271, 2018. DOI: 10.30715/doxa.v20i2.12024. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/12024. Acesso em: 16 jun. 2024.