A produção acadêmica sobre a questão da violência contra a mulher na emergência da pandemia da COVID-19 em decorrência do isolamento social

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30715/doxa.v22i1.13976

Palavras-chave:

Pandemia, Revisão sistemática de literatura, Isolamento social, Violência doméstica, Violência contra a mulher.

Resumo

A pandemia da COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), tem sido amplamente noticiada nas manchetes de jornais e nas redes sociais, por ceifar inúmeras vidas diariamente. Causadora de caos e colapso do sistema de saúde de muitos países, tem sido um dos principais desafios que já resultou em milhares de mortes em todo o mundo e enormes impactos na economia e na educação. O objetivo do presente estudo é realizar uma Revisão Sistemática de Literatura (RSL), a partir de artigos e ensaios científicos sobre os impactos do isolamento social no aumento da violência doméstica contra a mulher, no contexto da pandemia da COVID-19, nesse primeiro semestre de 2020. A pesquisa resultou em 10 artigos e ensaios publicados desde o início do ano de 2020, colhidos na base do Google Acadêmico. Evidencia-se que a pandemia, por meio do isolamento social, apenas visibilizou questões pré-existentes como: o aumento da violência contra a mulher, os efeitos da desigualdade social e de direitos entre os gêneros. As mulheres estão ainda mais sobrecarregadas, pois trabalham no cuidado doméstico, no cuidado dos filhos, maridos, companheiros, família e comunidade, sendo também maioria na linha de frente no sistema de saúde. As mais atingidas são mulheres pobres, negras, pardas e com deficiência. Além disso, as pesquisadoras são prejudicadas em relação a sua produção acadêmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Solange Aparecida de Souza Monteiro, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP

Pedagoga (IFSP). Doutoranda em Educação Escolar.

Eduardo Yoshimoto, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP

Professor da Educação Básica na disciplina de Sociologia na Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Doutorando em Educação Escolar. Pesquisador Bolsista CAPES DS.

Paulo Rennes Marçal Ribeiro, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Araraquara – SP

Docente e Coordenador do Programa de Pós-graduação em Educação Sexual. Docente PPG em Educação Escolar. Livre-Docente em Sexologia e Educação Sexual (UNESP).

Referências

APES. Não estamos no mesmo barco. Seção Sindical da ANDES – SN, abr. 2020. Disponível em: https://www.apesjf.org.br/nao-estamos-no-mesmo-barco-em-entrevista-mariana-cassab-fala-sobre-isolamento-social-genero-e-desigualdade. Acesso em: 13 abr. 2020.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS DIRIGENTES DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR (ANDIFES). ANDIFES - Carta de Vitória, jul. 2019b. Disponível em: http://www.andifes.org.br/andifes-carta-de-vitoria/. Acesso em: 1 maio 2020.

BERTON, E. França colocará vítimas de violência doméstica em hotéis. Agência Brasil, 30 mar. 2020. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2020-03/franca-colocara-vitimas-de-violencia-domestica-em-hoteis. Acesso em: 22 jun. 2020.

BIANQUINI. H. Combate à violência doméstica em tempos de pandemia: o papel do Direito. Consultor Jurídico, 24 abr. 2020. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2020-abr-24/direito-pos-graduacao-combate-violencia-domestica-tempos-pandemia. Acesso em 22/06/2020.

BOLETIM-SENADO. Mulheres e seus Temas Emergentes. Violência doméstica em tempos de COVID-19, abr. 2020Disponível em: https://www12.senado.leg.br/institucional/omv/pdfs/violencia-domestica-em-tempos-de-covid-19. Acesso em: 22 jun. 2020.

BRIZOLA, J.; FANTIN, N. Revisão da literatura e revisão sistemática da literatura. Revista de Educação do Vale do Arinos, v. 3, n. 2, 2016. Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/relva/article/view/1738/1630. Acesso em: 19 jun. 2020.

BUTLER, J. Corpos que importam: os limites discursivos do sexo. São Paulo: Crocodilo, 2019.

BUTLER, J. Quadros de guerra: quando a vida é passível de luto? Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

FOUCAULT, M. Arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000.

FOUCAULT, M. Resumo dos cursos do Collège de France (1970-1982). Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997.

GALETTI, C. C. H. Falta de pão e violência doméstica em tempos de coronavírus. Revista Espaço Acadêmico, Marigá, Ano XVIII, 2020. Disponível em: https://espacoacademico.wordpress.com/2020/04/03/falta-de-pao-e-violencia-domestica-em-tempos-de-coronavirus/. Acesso em: 16 jun. 2020.

ONU MULHERES BRASIL. Gênero e COVID-19 na América Latina e no Caribe Dimensões de gênero na resposta. Disponível em: http://www.onumulheres.org.br/wp-content/uploads/2020/03/ONU-MULHERES-COVID19_LAC.pdf. Acesso em: 12 jun. 2020.

LAGARDE, M. Del femicidio al feminicidio. Desde el jardín de Freud. Bogotá: n. 6, p. 216-225, 2006.

LAGARDE, M.; RUSSELL, D.; HAMES, H. (Orgs.). Feminicidio: una perspectiva global, México, Comisión Especial para Conocer y Dar Seguimiento a las Investigaciones Relacionadas con los Feminicidios en la República Mexicana y a la Procuración de Justicia. Vinculada, 2006.

LETÍCIA, B. Casos de feminicídio crescem 22% em 12 estados durante pandemia. Agência Brasil, 01 jun. 2020. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/direitos-humanos/noticia/2020-06/casos-de-feminicidio-crescem-22-em-12-estados-durante-pandemia. Acesso em: 23 jun. 2020.

MARANHÃO, R. de A. A violência doméstica durante a quarentena da COVID-19: entre romances, feminicídios e prevenção. Brazilian Journal of health Review, v. 3, n. 2, 2020. Disponível em: http://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/8879/7601.Acesso em: 16 jun. 2020.

MBEMBE, A. O direito universal à respiração. Trad. Ana Luiza Braga. n-1 edições - Textos. 2020. Disponível em: https://n-1edicoes.org/textos-1. Acesso em: 16 jun. 2020.

MORANDI, M. I. W. M.; CAMARGO, L. F. R. Revisão sistemática da literatura. In: DRESCH, A.; LACERDA, D. P.; ANTUNES JR, J. A. V. (Orgs.). Design sciencie research: método e pesquisa para avanço da ciência e da tecnologia. Porto Alegre: Bookman, 2015.

NUNES, N. R. de A.; SOUSA, P. C. S. de. Para ficar em casa é preciso ter casa: desafios para as mulheres em situação de rua em tempos de pandemia. Revista Augustus, Rio de Janeiro, v. 25, n. 51, 2020. Disponível em: https://revistas.unisuam.edu.br/index.php/revistaaugustus/article/view/545/292. Acesso em: 16 jun. 2020.

OKABAYASHI, N. Y. T.; TASSARA, I. G.; CASACA, M. C. G.; FALCÃO, A. de A.; BELLINI, M. Z. Violência contra a mulher e feminicídio no Brasil - impacto do isolamento social pela COVID-19. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 3, 2020. Disponível em: http://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/9998/8381.Acesso em: 16 jun. 2020.

PIMENTA, D. Pandemia é coisa de mulher: breve ensaio sobre o enfrentamento de uma doença a partir das vozes e silenciamentos femininos dentro das casas, hospitais e na produção acadêmica. Tessituras – Revista de Antropologia e Arqueologia, Pelotas, v. 8, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/tessituras/article/view/18900/11446.Acesso em: 16 jun. 2020.

RAGO, M. Mujeres Libres: anarco-feminismo e subjetividade na Revolução Espanhola. Verve. Revista do Núcleo de Sociabilidade Libertária, São Paulo, v. 7, p. 132-152, 2005.

RUSSELL, D. E. H.; VAN DE VEN, N. Crimes against women: the proceedings of the international tribunal, San Francisco, California, frog in the well, 1982. In: SAFFIOTI, H. Contribuições feministas para o estudo da violência de gênero. Cadernos Pagu, n. 16, p. 115-136, 2001.

RUSSELL, D. E. H.; VAN DE VEN, N. Violência de gênero no Brasil atual. Revista Estudos Feministas, n. esp., p. 443-461, 1994.

SANTOS, G. de B. M.; LIMA, R. de C. D.; BARBOSA, J. P. M.; SILVA, M. C. da; ANDRADE, M. A. C. Trabalho e saúde em tempos de pandemia pela covid-19: cuidado de si e direito à autoproteção das mulheres. Disponível em: https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/528/669. Acesso em: 16 jun. 2020.

SILVA, F. J. F. da; FONSECA NETO, F. de A. Efeitos da crise financeira de 2008 sobre o desemprego nas regiões metropolitanas brasileiras. Nova Econ., Belo Horizonte, v. 24, n. 2, 2014.

SILVA, F. J. F. Perfil dos demitidos durante a crise de 2008 no Brasil. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS: TRANSFORMAÇÕES NA POPULAÇÃO BRASILEIRA: COMPLEXIDADES, INCERTEZAS E PERSPECTIVAS, 2012, Águas de Lindóia. Anais [...]. Águas de Lindóia: ABEP, 2012.

SILVA, M. C. da; SILVA, K.; SIQUEIRA, L. de A. R.; ANDRADE, M. A. C. de. Acontecimento covid-19: e daí? Disponível em: https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/520/657. Acesso em 16 jun. 2020.

Publicado

01/06/2020

Como Citar

MONTEIRO, S. A. de S.; YOSHIMOTO, E.; RIBEIRO, P. R. M. A produção acadêmica sobre a questão da violência contra a mulher na emergência da pandemia da COVID-19 em decorrência do isolamento social. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 22, n. 1, p. 152–170, 2020. DOI: 10.30715/doxa.v22i1.13976. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/13976. Acesso em: 27 set. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)