A sexualidade infantil em destaque: algumas reflexões a partir da perspectiva freudiana

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v14iesp.2.12583

Palavras-chave:

Sexualidade, Sexualidade infantil, Freud, Psicanálise, Psicologia da educação.

Resumo

O presente artigo é um estudo embasado na análise bibliográfica e tem por objetivo discutir um dos principais fundamentos da teoria psicanalítica freudiana: a sexualidade infantil. No início do século XX Freud causa impacto ao apresentar a criança como um ser dotado de sexualidade e ao apontar a importância da sexualidade para a constituição do sujeito. Freud amplia o conceito de sexualidade, afirmando que a mesma é inerente ao sujeito. A partir de tal perspectiva o termo sexualidade necessita ser diferenciado da noção de genitalidade, comumente empregada ao termo. Na concepção freudiana a sexualidade infantil é caracterizada como perverso-polimorfa e autoerótica. Freud afirma também que a criança é bissexual. Ao longo do artigo são também discutidos os conceitos de complexo de Édipo e amnésia infantil na visão freudiana, bem como a necessidade e a importância do esclarecimento sexual para as crianças.

Biografia do Autor

Ivonicleia Gonçalves Boroto, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), São Mateus – ES

Mestranda em Ensino na Educação Básica. Centro Universitário Norte do Espírito Santo – Programa de pós-graduação em Ensino na Educação.

Regina Célia Mendes Senatore, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), São Mateus – ES

Professora Doutora.

Referências

FREUD, S. Três ensaios sobre a teoria da Sexualidade. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 7). 3.ed. Rio de Janeiro: Imago. 1989a. (Originalmente publicado em 1905).

FREUD, S. O Esclarecimento Sexual das Crianças. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 9, pp. 137-144). 3.ed. Rio de Janeiro: Imago. 1989b. (Originalmente publicado em 1907).

FREUD, S. Sobre as Teorias Sexuais das Crianças. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 9, pp. 213-228). 3.ed. Rio de Janeiro: Imago. 1989c. (Originalmente publicado em 1908).

FREUD, S. A organização genital infantil: uma interpolação na teoria da sexualidade. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 19). 3.ed. Rio de Janeiro: Imago. 1989d. (Originalmente publicado em 1923).

FREUD, S. A dissolução do complexo de Édipo. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 19, pp. 217 - 224). 3.ed. Rio de Janeiro: Imago. 1989e. (Originalmente publicado em 1924).

FREUD, S. Algumas consequências psíquicas da distinção anatômica entre os sexos. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 19, pp. 309-320). 3.ed. Rio de Janeiro: Imago. 1989f. (Originalmente publicado em 1925).

FREUD, S. Conferência XXXIII: Feminilidade. Novas Conferências Introdutórias sobre Psicanálise. In: Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud (Vol. 22). 3.ed. Rio de Janeiro: Imago. 1989g. (Originalmente publicado em 1933).

KUPFER, M. C. M. Freud e a educação: o mestre do impossível. 3.ed. São Paulo: Scipione, 2007.

ZORNIG, S. M. A. As teorias sexuais infantis na atualidade: algumas reflexões. Psicologia em Estudo, Maringá 34 (1), p. 73-77, jan./mar. 2008.

Publicado

01/06/2019

Como Citar

BOROTO, I. G.; SENATORE, R. C. M. A sexualidade infantil em destaque: algumas reflexões a partir da perspectiva freudiana. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 14, n. esp.2, p. 1339–1356, 2019. DOI: 10.21723/riaee.v14iesp.2.12583. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12583. Acesso em: 5 mar. 2021.