A implementação e a consolidação dos cursos de formação de professores para a educação do campo

Uma revisão sistemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i2.14369

Palavras-chave:

LEdoC, Implementação, Consolidação, Revisão sistemática

Resumo

Essa pesquisa se propôs a investigar, por meio de Revisão Sistemática da Literatura (RSL) nos “Periódicos CAPES”, quais os principais desafios encontrados nos processos de implementação e consolidação da Licenciatura em Educação do Campo (LEdoC). Nesse levantamento foram realizados filtros: a princípio com os descritores; depois os textos em formato de artigo revisados por pares, sendo localizados utilizando os diretórios ScIELO e DOAJ, com vistas a filtrar dados e escrutinar o objeto a ser investigado. Os resultados evidenciaram um aumento de pesquisas sobre a temática e os muitos desafios postos à consolidação da LEdoC, tais como: disputa interna nas universidades, dificuldades de compreensão da proposta do curso pelos seus executores, de materialização da alternância, e também firmar uma postura de resistência mediante ao momento político atual vivenciado pelos brasileiros, que afeta sobremaneira a educação e, em consequência, a LEdoC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Darlene Araújo Gomes, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Palmas – TO – Brasil

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação na Amazônia (PGEDA). Mestre em Educação pelo PPGE da UFT/Palmas. Licenciada em Pedagogia pela Universidade do estado do Pará.

Jocyléia Santana dos Santos, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Palmas – TO – Brasil

Docente no Programa de Pós-Graduação em Educação na Amazônia (PGEDA). Pós-doutorado em Educação/UEPA. Doutorado e Mestre em História (UFPE).

Referências

ALBUQUERQUE, R. F.; PÁSSARO, E. R.; FIGUEIRÊDO, T. A. Educação do Campo: percalços na construção do curso de licenciatura em Educação do Campo na Universidade Regional do Cariri. Revista Brasileira de Educação do Campo, Tocantinópolis, v. 2, n. 2, p. 472-501, jul./dez. 2017. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/campo/article/view/3307/11261. Acesso em: 20 mar. 2020.

ARRUDA, M. C. C.; OLIVEIRA, L. M. T. Licenciatura em educação do campo: desafios e expectativas. EccoS – Revista Científica, São Paulo, n. 33, p. 173-186, jan./abr. 2014. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=eccos&page=article&op=view&path%5B%5D=3719&path%5B%5D=2722. Acesso em: 20 fev. 2020.

BRASIL. Decreto n. 9.465, de 09 de agosto de 2018. Altera o Decreto n. 8.750, de 9 de maio de 2016, que institui o Conselho Nacional dos Povos e Comunidades Tradicionais, o Decreto n. 09.122, de 9 de agosto de 2017, que aprova a Estrutura Regimental [...]. Brasília, DF: Presidência da República, 2018. Disponível em: https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/57633286. Acesso em: 10 fev. 2020.

BRETAS, S. A. Uma avaliação da experiência do curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal de Sergipe – UFS. Revista Tempos e Espaços em Educação, São Cristóvão, v. 6, n. 10, jan./jun. 2014. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/revtee/article/view/2292. Acesso em: 20 fev. 2020.

CALDART, R. S. Licenciatura em educação do campo e projeto formativo: qual o lugar da docência por área? In: MOLINA, M. C.; SÁ, L. M. (org.). Licenciaturas em educação do campo: registros e reflexões a partir das experiências piloto. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. p. 95-121.

CASTRO, A. A. Revisão Sistemática e Meta-análise. In: GOLDENBERG, S.; GUIMARÃES, C. A.; CASTRO, A. A. (org.). Elaboração e Apresentação de Comunicação Científica. São Paulo: Metodologia.org, 2010. Disponível em: http://www.usinadepesquisa.com/metodologia/wp-content/uploads/2010/08/meta1.pdf. Acesso em: 20 fev. 2020.

FALEIRO, W.; FARIAS, M. N. Tessituras na implantação da Licenciatura em Educação do Campo na Universidade Federal de Goiás/Regional Catalão. Cadernos CIMEAC, Uberaba, v. 6. n. 2, p. 78-97, 2016. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/cimeac/article/view/1696/1953. Acesso em: 20 fev. 2020.

GOMES, D. A. et al. A construção identitária da licenciatura em educação do campo na UFT: perspectivas docentes. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, v. 17, n. 71, p. 373-396, jan./mar. 2017. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8645405/16303. Acesso em: 23 mar. 2020.

GONÇALVES, H. A.; NASCIMENTO, M. B. C.; NASCIMENTO, K. C. S. Revisão sistemática e metanálise: níveis de evidência e validade científica. Revista Eletrônica Debates em Educação Científica e Tecnológica, Vitória, v. 05, n. 03, p. 193-211, nov. 2015. Disponível em: https://ojs.ifes.edu.br/index.php/dect/article/view/129/124. Acesso em: 10 abr. 2020.

HAGE, S. A. M. et al. O direito à educação superior e a licenciatura em educação do campo no Pará: riscos e potencialidades de sua institucionalização. Acta Scientiarum Education, v. 40, n. 1, e37675, 2018. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciEduc/article/view/37675. Acesso em: 15 fev. 2020.

HAGE, S. A. M.; SILVA, H. S. A.; BRITO, M. M. B. Educação superior do campo: desafios para a consolidação da licenciatura em educação do campo. Educ. rev. [online], v. 32, n. 4, p. 147-174, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-46982016000400147&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 20 mar. 2020.

MELO, R. A.; CARVALHO, A. D. F. Licenciatura em educação do campo: interfaces entre o projeto pedagógico e a prática educativa. Roteiro, Joaçaba, v. 44, n. 2, p. 1-22, maio/ago. 2019. Disponível em: https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/16156/12281. Acesso em: 23 mar. 2020.

MOLINA M. C.; HAGE, S. M. Riscos e potencialidades na expansão dos cursos de licenciatura em Educação do Campo. RBPAE, v. 32, n. 3, p. 805-828, set./dez. 2016. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/68577/39685. Acesso em: 23 mar. 2020.

MOLINA, M. C. Contribuições das licenciaturas em educação do campo para as políticas de formação de educadores. Educ. Soc., Campinas, v. 38, n. 140, p. 587-609, jul./set. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v38n140/1678-4626-es-38-140-00587.pdf. Acesso em: 23 mar. 2020.

MOLINA, M. C. Expansão das licenciaturas em Educação do Campo: desafios e potencialidades. Educar em Revista, Curitiba, n. 55, p. 145-166, jan./mar. 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/er/n55/0101-4358-er-55-00145.pdf. Acesso em: 23 mar. 2020.

MOLINA, M. C.; ANTUNES-ROCHA, M. I. Educação do campo: história, práticas e desafios no âmbito das políticas de formação de educadores – reflexões sobre o Pronera e o Procampo. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 22, n. 2, p. 220-253, jul./dez. 2014. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/reflex/article/view/5252/3689. Acesso em: 23 mar. 2020.

MOLINA, M. C.; SÁ, L. M. A Licenciatura em Educação do Campo da Universidade de Brasília: estratégias político-pedagógicas na formação de educadores do campo. In: MOLINA, M. C.; SÁ, L. M. (org.). Licenciatura em Educação do Campo. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. p. 35- 61.

SANTOS, C. F. A Educação no Espaço Rural e a Licenciatura em Educação do Campo. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, v. 14, n. 55, p. 285-296, mar. 2014. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640475/8034. Acesso em: 23 mar. 2020.

SILVA, M. S. P. Educação do campo e o paradigma da extensão descolonial na universidade pública. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. esp. 3, p. 2382-2395, nov. 2020. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/14447/9977. Acesso em: 07 out. 2021. DOI: 10.21723/riaee.v15iesp3.14447

SOUZA, D. C.; KATO, D. S.; PINTO, T. H. O. A licenciatura em Educação do Campo na Universidade Federal do Triângulo Mineiro: território de contradições. Revista Brasileira de Educação do Campo, Tocantinópolis, v. 2, n. 1, p. 411-435, jan./jun. 2017. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/campo/article/view/3374/9766. Acesso em: 23 mar. 2020.

WANDERER, F.; BOCASANTA, D. M. Escolas do campo e a guetização do processo pedagógico. Educação, Porto Alegre, v. 42, n. 2, p. 329-339, maio/ago. 2019. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/27832/18318. Acesso em: 23 mar. 2020.

Publicado

01/04/2022

Como Citar

GOMES, D. A.; SANTOS, J. S. dos. A implementação e a consolidação dos cursos de formação de professores para a educação do campo: Uma revisão sistemática. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 2, p. 1079–1097, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i2.14369. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/14369. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)