As atividades do estágio em letras/libras no museu nacional por meio da educação não formal em ciências

Relato de experiência e busca da memória afetiva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i3.15942

Palavras-chave:

Estágio supervisionado em letras/libras, Museu nacional, Educação não formal, Ensino de ciências, Memória

Resumo

A educação não formal é de grande relevância para o ensino de ciências, pois propicia condições para a inclusão social. Neste sentido, este artigo tem por objetivo fazer um relato de experiência sobre um programa de Estágio Supervisionado do curso de Licenciatura em Letras/Libras da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) no Museu Nacional (MN). Assim, foram realizadas em parceria com a Equipe da Seção de Assistência ao Ensino do MN (SAE) 2 (duas) atividades para os funcionários do MN: uma Oficina de Introdução à Libras e uma participação no Curso de Mediadores do MN. Além de um relato de experiência, este trabalho também acabou por auxiliar na construção da memória afetiva do MN após trágico incêndio de 2018. Ao final observou-se que as aulas oferecidas contribuíram para o processo de formação de popularizadores, o que muito colabora para favorecer a acessibilidade dos surdos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Cardoso de Sá Razuck, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro – RJ – Brasil

Professor Associado da Faculdade de Educação. Doutorado em Educação (UnB).

Fernando Barcellos Razuck, Ministério da Ciência, tecnologia e Inovações (MCTI), Rio de Janeiro – RJ – Brasil

Analista em Ciência e Tecnologia do Instituto de Radioproteção e Dosimetria. Doutorado em Educação (UnB).

Referências

BRASIL. Censo demográfico. IBGE, 2000. Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 17 set. 2020.

BRASIL. Lei n. 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 2002. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10436.htm. Acesso em: 12 out. 2021.

BRASIL. Decreto Federal n. 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei N° 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS, e o art. 18 da Lei no 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Brasília, DF: Presidência da República, 2005. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Decreto/D5626.htm. Acesso em: 12 ago. 2021.

CARVALHO, A. M. P. Prática de Ensino: Os Estágios na Formação do Professor. São Paulo: Pioneira, 1985.

CERNY, R. Z.; QUADROS, R. M.; BARBOSA, H. Formação de professores de letras-LIBRAS: Construindo um currículo. Revista e-Curriculum (PUCSP), v. 4, n. 2, p. 1-15, jun. 2009. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/766/76613022009.pdf. Acesso em: 25 maio 2021.

COSTA, A. F.; LAMEIRÃO, P.; VILLAS BOAS, S. O acesso do público surdo ao museu Nacional: Avanços e desafios. INES, Revista Fórum, Rio de Janeiro, n. 35, p. 115-134, jan./jun. 2017. Disponível em: https://www.ines.gov.br/seer/index.php/forum-bilingue/article/view/296. Acesso em: 18 maio 2021.

DONATONI, A. R. A Formação Geral e os Estágios nas Habilitações Específicas de 2º grau para o Magistério – Araçatuba. 1991. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 1991.

FREIRE, A. M. Concepções Orientadoras do Processo de Aprendizagem do Ensino nos Estágios Pedagógicos. Lisboa: Universidade de Lisboa, 2001. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/recentes/mpfip/pdfs/afreire.pdf. Acesso em: 17 ago. 2021.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

IBRAM. Definição de Museus. IBRAM, 2021. Disponível em: http://www.ibram.gov.br/. Acesso em: 20 ago. 2021.

LACERDA, C. B. F. A inclusão escolar de alunos surdos: O que dizem alunos, professores e intérpretes sobre esta experiência. Caderno CEDES, Campinas, v. 26, n. 69, p. 163-184, 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/KWGSm9HbzsYT537RWBNBcFc/?lang=pt&format=html. Acesso em: 19 ago. 2021.

LIMA, M. S. L. O Estágio Supervisionado como elemento mediador entre a formação inicial do professor e a educação continuada. 1995. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 1995.

MACIEL, A. S. N.; BOMURA, L. S. Formação de professores: Presente, passado e futuro. São Paulo: Cortez, 2004.

OLIVEIRA, P. S. J.; MOURÃO, M. P. Estágio Supervisionado e educação de Surdos: A importância do Bilinguismo. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA, 2., 2012, Uberlândia. Anais [...]. Uberlândia: Universidade Federal de Uberlândia, 2012.

OLIVEIRA, G. C. G. et al. Visitas guiadas ao museu nacional: Interações e impressões de estudantes da educação básica. Ciênc. Educ., Bauru, v. 20, n. 1, p. 227-242, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ciedu/a/JXvJrNQ7sMVkNBpNSVtrPhk/abstract/?lang=pt. Acesso em: 10 jun. 2021.

PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L. Estágio e Docência. São Paulo: Cortez, 2004.

RAZUCK, F. B.; RAZUCK, R. C. S. R. Seriam as Exposições da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia Museológicas? Latin American Journal of Development, v. 2, p. 177-185, set./out. 2020a. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/63. Acesso em: 19 jun. 2021.

RAZUCK, F. B.; RAZUCK, R. C. S. R. Uma Visita a Museu e a Possibilidade de Inclusão de Surdos. Latin American Journal of Development, v. 2, n. 5, p. 169-176, set./out. 2020b. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/62. Acesso em: 25 jun. 2021.

RAZUCK, F. B.; SANTOS, W. L. P. A popularização da ciência na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia: Um estudo de caso, sob o enfoque CTS, da participação de uma instituição de pesquisa. Ensenanza de Las Ciencias, v. Extra, p. 1537-1542, 2017. Disponível em: https://raco.cat/index.php/Ensenanza/article/view/337022. Acesso em: 30 ago. 2021.

VIEIRA, V.; BIANCONI, M. L. A importância do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro para o ensino não formal em ciências. Ciências & Cognição, v. 11, p. 21-36, jul. 2007. Disponível em: http://cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/661. Acesso em: 09 jan. 2021.

Publicado

01/07/2022

Como Citar

RAZUCK, R. C. de S.; RAZUCK, F. B. As atividades do estágio em letras/libras no museu nacional por meio da educação não formal em ciências: Relato de experiência e busca da memória afetiva. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 3, p. 1677–1694, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i3.15942. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/15942. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos