Avaliação por pares

Os artigos são avaliados em duas rodadas de avaliação. A primeira por membros do Conselho Editorial Científico e a segunda por avaliadores convidados ad hoc. Na primeira, são avaliados os seguintes itens: adequação ao escopo da revista dos arquivos enviados; preenchimento dos metadados na Plataforma OJS; conformidade da apresentação do artigo ao template e às normas de submissão; estrutura do artigo e índice de similaridade. Há, também, uma avaliação preliminar quanto à cientificidade, clareza, inovação e ao ineditismo. O prazo médio para esta tarefa é de 1 a 4 semanas, dependendo do fluxo de artigos submetidos à revista.

Na segunda rodada de avaliação, o manuscrito é entregue a avaliadores, respeitando a adequação entre o tema tratado e a área de conhecimento do especialista. Todos os textos são submetidos à avaliação de, pelo menos, dois avaliadores, em um processo duplo-cego, cujos parâmetros estão expressos nas seguintes dimensões: cognitiva (encadeamento sequencial e lógico do conteúdo de ideias científicas), metodológica (descrição precisa dos métodos e das técnicas utilizadas) e estética (escrita, forma e normalização).

Os avaliadores preenchem o formulário padrão com opções pré-determinadas, no qual existe um campo aberto para a justificativa da decisão final, aceitando, recusando ou recomendando correções e/ou adequações aos manuscritos. O processo de avaliação por pares dura até 90 dias, conforme disponibilidade dos avaliadores.

No caso de divergência entre os pareceres dos avaliadores, o artigo é enviado a um terceiro avaliador, e o resultado é submetido à Equipe Editorial para julgamento final.

No caso de solicitação de alterações, o artigo pode ser reencaminhado para nova avaliação. Alterações ortográficas e gramaticais na língua do artigo, bem como resumos e títulos em língua inglesa e espanhola serão de responsabilidade do/a(s) autor/a(es/as). Não são admitidos acréscimos ou modificações após aprovação da revisão final. Os artigos ficam, então, disponíveis para publicação em ordem de protocolo.