Educação musical segundo uma perspectiva sociocultural: reflexões teóricas e práticas

Helen Silveira Jardim de Oliveira

Resumo


Este artigo pretende compartilhar um recorte de um dos capítulos da tese intitulada “Ensinar e aprender música: negociando distâncias entre os argumentos de alunos, professores e instituições de ensino”, estudo de caso qualitativo cujo objetivo foi investigar discursos apresentados por estudantes, docentes e coordenadores de duas instituições situadas no município do Rio de Janeiro: o Colégio Pedro II e a Escola de Música de Manguinhos. As questões centrais foram: por que aprender e por que ensinar música? Essas nos remeteram à heterogeneidade dos indivíduos bem como às peculiaridades das ações didático-metodológicas dos referidos locais, fato que nos impeliu a construir um capítulo que focalizasse a perspectiva sociocultural da Educação Musical a partir dos conceitos de culturas, multiculturalismo, dos pressupostos e das diretrizes do ensino de música e da relação música e sociedade. Acredita-se que o arcabouço apresentado sirva de subsídio às discussões contemporâneas relativas ao ensino e aprendizado de música.

Palavras-chave


Educação musical; Perspectiva sociocultural; Ensino de música; Aprendizado de música; Reflexões teóricas.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


ÁLVARES, Thelma Sydenstricker; AMARANTE, Paulo (Orgs.). Educação musical na diversidade: construindo um olhar de reconhecimento humano e equidade social em Educação. Curitiba: CRV, 2016.

BLACKING, John. How musical is man? 5. ed. London: Universit of Washington Press, 1995.

BLACKING, John. Música, cultura e experiência. Tradução de André-Kees de Moraes Schouten. São Paulo: Departamento de Antropologia/FFLCH/USP, 2007, p. 201-218.

CANEN, Ana. O Multiculturalismo e seus dilemas: implicações na educação. Comunicação & Política, Rio de Janeiro, v. 25, n. 2, p. 91-107, 2007.

CANEN, Ana; ARBACHE, Ana Paula; FRANCO, Monique. Pesquisando multiculturalismo e educação: o que dizem as dissertações e teses. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 26, n. 1, p. 161-181, jun./jul. 2001.

CANEN, Ana; OLIVEIRA, Ângela M. A. de. Multiculturalismo e currículo em ação: um estudo de caso. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 21, p. 61-74, set./dez. 2002.

CASSIRER, Ernst. Antropologia filosófica. São Paulo: Mestre Jou, 1977.

FISCHER, Ernst. A necessidade da arte. São Paulo: Círculo do Livro, [s.d.].

FREIRE, Vanda Bellard. Currículos, apreciação musical e culturas brasileiras. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 6, p. 69-72, set. 2001.

FREIRE, Vanda Bellard. Música e Sociedade: uma perspectiva histórica e uma reflexão aplicada ao Ensino Superior de Música. 2. ed. Florianópolis: Associação Brasileira de Educação Musical, 2011.

GEERTZ, Clifford. The interpretation of cultures. London: Hutchinson, 1975.

GIROUX, Henry; SIMON, Roger. Cultura Popular e Pedagogia Crítica: a vida cotidiana como base para o conhecimento curricular. In: MOREIRA, Antônio Flávio; SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Currículo, cultura e sociedade. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1995. p. 93-124.

GONÇALVES, Luiz Alberto Oliveira; SILVA, Petronilha Beatriz Gonçalves e. O jogo das diferenças: o multiculturalismo e seus contextos. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

HERNDON, Marcia; MCLEOD, N. Music as culture. Norwood: Norwood Editions, 1980.

LEMGRUBER, Márcio Silveira; OLIVEIRA, Renato José de. Argumentação e Educação: da ágora às nuvens. In: LEMGRUBER, Márcio Silveira; OLIVEIRA, Renato José de (Org.). Teoria da argumentação e educação. Juiz de Fora: Editora UFJF, 2011.

MEYER, Michel. A problematologia como chave para a unidade da retórica. In: MEYER, Michel; CARRILHO, Manuel Maria; TIMMERMANS, Benoit. História da Retórica. Lisboa: Temas e Debates, 2002. p. 265-298.

MOLINO, Jean. Facto Musical e Semiologia da Música. In: NATTIEZ, J-J et al. Semiologia da Música. Lisboa: Veja, s/d, p. 17-40.

MOREIRA, Herivelto; CALEFFE, Luiz Gonzaga. Metodologia da pesquisa para o professor pesquisador. 2. ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2008.

NETTL, Bruno. The Study of ethnomusicology: twenty-nine issues and concepts. Urbana, Illinois: University of Illinois Press, 1983.

OLIVEIRA, Renato José de (Org.). A Nova Retórica, a problematologia e a educação. In: LEMBRUGER, Márcio Silveira; OLIVEIRA, Renato José de (Org.). Teoria da Argumentação e educação. Juiz de Fora: UFJF, 2011. p. 91-106.

OLIVEIRA, Renato José de; CANEN, Ana; FRANCO, Monique. Ética, multiculturalismo e educação. Revista Brasileira de Educação, n. 13, p. 113-126, jan./abr., 2000.

OLIVEIRA, Renato José de; OLIVEIRA, Helen Silveira Jardim de. Retórica e argumentação: contribuições para a educação escolar. Educar em Revista, Curitiba, v. 34, n. 70, p. 197-212, jul./ago. 2018.

PENNA, Maura. Música(s) e seu ensino. 2. Ed. Porto Alegre: Sulina, 2010.

PERELMAN, Chaïm. Retóricas. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

PERELMAN, Chaïm; OLBRECHTS-TYTECA, Lucie. Tratado da argumentação: a nova retórica. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

QUEIROZ, Luis Ricardo Silva. Educação musical e etnomusicologia: uma reflexão sobre as contribuições do estudo etnomusicológico para a área de educação musical. In: Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música, 14., 2003, Porto Alegre. Anais [...] Porto Alegre: ANPPOM, p. 772-779, 2003. [1 CD-ROM].

QUEIROZ, Luis Ricardo Silva. Educação musical e cultura: singularidade e pluralidade cultural no ensino e aprendizagem da música. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 10, p. 99-107, mar. 2004.

QUEIROZ, Luis Ricardo Silva. A música como fenômeno sociocultural. In: MARINHO, Vanildo Mousinho; QUEIROZ, Luis Ricardo Silva (Org.). Contexturas: o ensino das artes em diferentes espaços. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB, 2005.

READ, Herbert. As origens da forma na arte. Rio de Janeiro: Zahar, 1981.

READ, Herbert. A educação pela arte. São Paulo: Martins Fontes, 1982.

SANTOS, Regina Marcia Simão (Org.); DIDIER, Adriana Rodrigues; VIEIRA, Eliane Maria; ALFONZO, Neila Ruiz. Música, cultura e educação: os múltiplos espaços de educação musical. Porto Alegre: Sulina, 2011.

SEEGER, Anthony. Os índios e nós: estudos sobre sociedades tribais brasileiras. Rio de Janeiro: Campus, 1980.

SEKEFF, Maria de Lourdes. Da música: seus usos e recursos. 2.ed. São Paulo: UNESP, 2007.

SOUZA SANTOS, Boaventura de. Dilemas do nosso tempo: globalização, multiculturalismo e conhecimento. Educação e Realidade, Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, V. 26, n. 1, p. 13-32, 2001.

SWANWICK, Keith. Ensinando música musicalmente. Tradução Alda Oliveira e Cristina Tourinho. São Paulo: Moderna, 2003.

VEIGA-NETO, Alfredo. De geometrias, currículo e diferenças. Educação e sociedade, Campinas, v. 23 n. 79, p. 163-186, ago. 2002.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Tradução de Ana Thorell. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v23i3.12779



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.