Plano nacional de educação (2014-2024): reflexões sobre a alfabetização e o letramento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v24i1.12793

Palavras-chave:

Alfabetização, Letramento, Plano nacional de educação, Provinha Brasil, Avaliação nacional infantil (ANA).

Resumo

O objetivo desse estudo é discutir a meta 5 do PNE, que institui que a alfabetização das crianças deve acontecer, no máximo, até o terceiro ano do ensino fundamental. Para isso, além da referida meta e de suas respectivas estratégias, em nossa discussão sobre a alfabetização da criança, elencamos as duas formas de avaliação externa para este ciclo de ensino: a Provinha Brasil e a Avaliação Nacional Infantil (ANA). Os resultados das avaliações oficiais, bem como dos pareceres internos de avaliações das escolas e do Censo Escolar, revelam que as dificuldades do estudante ao aprender a ler e escrever, atinge mais da metade dos alfabetizandos de até oito anos de idade. Chegou-se à conclusão que, embora o PNE estabeleça metas para a educação, é necessário estudos consistentes e investimentos adequados que norteiem e garantam as ações educativas no interior das escolas.

Biografia do Autor

Solange Franci Raimundo Yaegashi, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Pós-Doutora em Psicologia pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP). Doutora e Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Graduação em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Docente do Departamento de Teoria e Prática da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringám (UEM). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Escola, Família e Sociedade (GEPEFS).

Lucilia Vernaschi de Oliveira, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Graduação em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Umuarama (FAFIU). Graduação em Fonoaudiologia pelo Centro Universitário de Maringá (CESUMAR). Docente da Educação Básica da Secretaria de Estado da Educação do Paraná – SEED/PR. Membro do Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Escola, Família e Sociedade (GEPEFS).

Nathália Fafarão Ruiz, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Docente da educação básica da rede privada de ensino do município de Maringá. Membro do Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Escola, Família e Sociedade (GEPEFS).

Vânia de Fátima Matias de Souza, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Mestre em Educação Física pela UEM/UEL. Graduada em Educação Física pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Docente do Departamento de Educação Física e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá (UEM).  Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Física Escolar (GEEFE).

Referências

BARBOSA, J. J. Alfabetização e Leitura. São Paulo: Cortez, 1990, (Coleção magistério - 2° grau).

BOURDIEU, P. Escritos de Educação. 16 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.

BOURDIEU, P.; PASSERON, J. C. A dependência pela independência. In: A reprodução. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1982, p. 187-226.

BRANDÃO, C. F. Os desafios do novo Plano Nacional de Educação (PNE – Lei nº 13.005/14: comentários sobre suas metas e estratégias. 1 ed. São Paulo: Avercamp, 2014.

BRASIL. Constituição Federal do Brasil, de 05 de outubro de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em: 09 de jul. 2019.

BRASIL. Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/leis/L9394.htm. Acesso em: 09 de jul. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 10.072 de 09 de janeiro de 2001. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10172.htm. Acesso em: 15

jul. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas – INEP. Avaliação Nacional da Alfabetização 2014. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/setembro-2015-pdf/21091-apresentacao-ana-15-pdf. Acesso em: 12 de ago. 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais – INEP. Resultados Finais – ANA 2014. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/saeb/ana/resultados. Acesso em: 01 ago. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 13.005 de 25 de junho de 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 15 jul. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas – INEP. Conheça o INEP. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/conheca-o-inep. Acesso em: 10 de jul. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais – INEP. Provinha Brasil. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/provinha-brasil. Acesso em: 02 ago. 2016.

CARVALHO, M. Alfabetizar e letrar: um diálogo entre a teoria e a prática. Petrópolis: Vozes, p. 9-48, 2005.

MONTEIRO, C. P.; OLIVEIRA, M. H. C. Metodologia da linguagem. 4. ed. São Paulo: Saraiva, 1983.

MORAIS, A. G. Concepções e metodologias de alfabetização: por que é preciso ir além da discussão sobre velhos "métodos"? Estudos em Educação e Linguagem. 1ª versão apresentada no XIII ENDIPE, 2006, p. 01-13. Disponível em: http:// portal.mec.gov.br/ceb/arquivos/pdf/Ensfund/alf_moraisconcpmetodoalf.pdf. Acesso em: 30 nov. 2010.

MORTTATI, M. do R. L. Os sentidos da alfabetização: (São Paulo/1976-1994). São Paulo: Editora UNESP: CONPED, 2000.

OLIVEIRA, J. B. A. Repensando a educação brasileira – o que fazer para transformar nossas escolas. São Paulo: Salta, 2015.

SANTOS, O. A. A Prova Brasil como instrumento de regulação do Ensino Fundamental no município de Porto Velho: avaliação ou manipulação de resultados? Dissertação (Mestrado Acadêmico em Educação). Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Porto Velho, Rondônia. Brasil. 2014.

SOARES, M. Letramento e Alfabetização: as muitas facetas. Revista Brasileira de Educação, n. 25 – jan./abr. 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n25/n25a01.pdf. Acesso em 08 mai. 2018.

SOARES, M. Alfabetização e Letramento. São Paulo: Contexto, 2005.

SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2017.

THIESEN, J. S. O futuro da educação – contribuições da gestão democrática. Campinas, SP: Papirus, 2011.

Publicado

06/01/2020

Como Citar

Yaegashi, S. F. R., Oliveira, L. V. de, Ruiz, N. F., & Souza, V. de F. M. de. (2020). Plano nacional de educação (2014-2024): reflexões sobre a alfabetização e o letramento. Revista on Line De Política E Gestão Educacional, 24(1), 37–54. https://doi.org/10.22633/rpge.v24i1.12793

Edição

Seção

Artigos