Políticas Públicas: Recurso ou Solução para Evasão Universitária?

Autores

  • Adriana Cristina Kozelski Mestranda – Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUC-PR
  • Silvana Hammerschmidt Mestranda – Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUC-PR.

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v0i6.9241

Palavras-chave:

Políticas Públicas, Evasão, Universidade, Fatores Sócio-Econômico,

Resumo

Nesta experiência associamos a realidade que enfrentam muitas universidades públicas e privadas nos tempos contemporâneos: a evasão universitária. É certo que os fatores são dependentes do contexto ao qual estão inseridos, e da clientela que a demanda, relacionando assim os aspectos econômicos, culturais e sociais de determinadas regiões. Porém quando tratamos de evasão podemos constatar um foco comum a todos, a questão econômica que predomina frente à dificuldade que as universidades encontram em manter atuante o número de alunos ingressos na própria universidade. Para isso realizamos entrevistas com alunos evadidos da universidade na qual atuamos e buscamos nas pesquisas do governo (Censo, LDB, MEC) apontar subsídios que retratem a realidade da evasão universitária no Brasil. As políticas públicas são formas mais próximas para que se possa obter uma solução referente às dificuldades econômicas pelas quais passam universidades e universitários.

Downloads

Publicado

19/01/2017

Como Citar

Kozelski, A. C., & Hammerschmidt, S. (2017). Políticas Públicas: Recurso ou Solução para Evasão Universitária?. Revista on Line De Política E Gestão Educacional, (6). https://doi.org/10.22633/rpge.v0i6.9241

Edição

Seção

Artigos