A democratização do acesso à Educação Superior brasileira: realidade e desafios

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30715/doxa.v22i1.13309

Palavras-chave:

Educação superior, Democratização, Acesso.

Resumo

Considerando a educação como um direito humano, o presente artigo tem como objetivo discutir e analisar a Educação Superior no Brasil, que além de conservar o saber, tem o papel de formar e renovar intelectualmente a experiência humana. Dentro desta perspectiva, é possível observar que se torna preocupante a democratização do acesso diante da atual sociedade capitalista. Para fins desse estudo, realizou-se uma pesquisa bibliográfica, que apresentou como resultado um aumento significativo no número de matriculas neste nível de ensino nos últimos anos, tanto em instituições públicas quanto privadas, o que pode ser justificado pelos programas que facilitam esse acesso. Nesse contexto, espera-se estimular outras iniciativas pedagógicas, com algumas propostas que podem ser praticadas almejando a contribuição de maneira qualitativa para a expansão e a melhoria da qualidade do sistema, pois é necessário ter cautela em analisar a expansão apenas pelo viés quantitativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tamiris Aparecida Fachinetti, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Carlos – SP

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação.

Eliane Aparecida Piza Candido, Claretiano Centro Universitário (CCU), Batatais – SP

Professor-tutor nas disciplinas de Matemática e Pedagogia dos Cursos de Graduação. Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar (UNESP).

Relma Relma Urel Carbone Carneiro, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara.

Docente do Departamento de Psicologia da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar. Doutora em Educação Especial (UFSCar). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Especial e Inclusiva (GEPEEI).

Referências

ALMEIDA, L. et al. Democratização do acesso e do sucesso no ensino superior: uma reflexão a partir das realidades de Portugal e do Brasil. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 17, n. 3, p. 899-920, nov. 2012.

BRASIL. Assembleia Nacional Constituinte. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal/Secretaria Especial de Editoração e Publicações, 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em: 09 mar. 2019.

BRASIL. INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Sinopse Estatística de Educação Superior 2014. Brasília: Inep, 2015 Disponível em: http://portal.inep.gov.br/basica-censo. Acesso em: 12 jul. 2019.

BRASIL. Lei n. 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm. Acesso em: 20 jun. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Superior. Reuni 2008 – Relatório de Primeiro Ano. Brasília, 2009. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=2069-reuni-relatorio-pdf&category_slug=dezembro-2009-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 30 jul. 2019.

CAÑAVERAL, I. C. P.; SÁ, T. A. O. REUNI: Expansão, segmentação e a determinação institucional do abandono. Estudo de caso na Unifal-MG. Rev. Cient. EccoS., São Paulo, n. 44, p. 93-115, set./dez. 2017. Disponível em: http://www4.uninove.br/ojs/index.php/eccos/article/viewFile/7899/3650. Acesso em: 09 jan. 2019.

CHAUÍ, M. A universidade pública sob nova perspectiva. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 24, p. 5-15, set./out./nov./dez. 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n24/n24a02.pdf. Acesso em: 26 jul. 2019.

DURHAM, E. Educação superior, pública e privada (1808 – 2000). In: SCHWARTMAN, S.; BROCK, C. (Orgs.). Os desafios da educação no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005. p. 197-240.

LAMERS, J. M. S.; SANTOS, B. S.; TOASSI, R. F. C. Retenção e evasão no ensino superior público: estudo de caso em um curso noturno de odontologia. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 33, e154730, p. 1-26, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/edur/v33/1982-6621-edur-33-e154730.pdf. Acesso em: 30 jul. 2019.

MANCEBO, D.; DO VALE, A. A.; MARTINS, T. B. Políticas de expansão da educação superior no Brasil. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 20, n. 60, p. 31-50, jan./mar. 2015.

SILVA, H. F. O. L. Ajuste estrutural e educação superior no Brasil: princípios negados. 2007. 201 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal da Paraíba, Natal, 2007.

SOARES, M. L. A.; SAMPAIO, S. M. R. Reflexões acerca de ser um estudante trabalhador em uma universidade pública brasileira. Revista Congreso Universidad, La Habana, v. 2, n.2, p. 1-9, 2013.

SOBRINHO, J. D. Universidade fraturada: reflexões sobre conhecimento e responsabilidade social. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 20, n. 3, p. 581-601, nov. 2015.

SOUZA, S. A.; REINERT, J. N. Avaliação de um curso de ensino superior através da satisfação/insatisfação discente. Avaliação, Campinas, v. 15, n. 1, p. 159-176, mar. 2010.

SPATTI, A. C.; SERAFIM, M.P.; DIAS, R.B. Universidade e pertinência social: alguns apontamentos para reflexão. Avaliação, Campinas; Sorocaba, v. 21, n. 2, p. 341-360, jul. 2016.

TRINDADE, H. Saber e poder: os dilemas da universidade brasileira. Estudos Avançados, São Paulo, v. 14, n. 40, p. 122-133, 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ea/v14n40/v14n40a13.pdf. Acesso em: 17 out. 2019.

Publicado

01/06/2020

Como Citar

FACHINETTI, T. A.; CANDIDO, E. A. P.; CARNEIRO, R. R. U. C. A democratização do acesso à Educação Superior brasileira: realidade e desafios. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 22, n. 1, p. 83–95, 2020. DOI: 10.30715/doxa.v22i1.13309. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/13309. Acesso em: 21 mar. 2023.