Aprendizagem baseada em projetos no ensino de bioquímica metabólica

Autores

  • Bruno Pereira Garcês Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM)
  • Kelly de Oliveira Santos Instituto Federal de Brasília (IFB)
  • Carlos Alberto de Oliveira Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.nesp1.v13.2018.11448

Palavras-chave:

Bioquímica metabólica, Doenças metabólicas, Aprendizagem Baseada em Projetos, Metodologias ativas de aprendizagem, Formação inicial do professor.

Resumo

A Bioquímica é um componente curricular que está presente nos cursos de Licenciatura em Química e Biologia e os alunos costumam considerá-lo complexo. A utilização de metodologias ativas de aprendizagem busca tornar o aprendizado desse componente significativo aplicando situações de aprendizagem reais e autênticas e colocando o estudante no centro do processo de ensino-aprendizagem. A Aprendizagem Baseada em Projetos (ABPr) foi escolhida para se trabalhar Bioquímica Metabólica com alunos do 4° ano do curso de Licenciatura em Ciências da Natureza com Habilitação em Química do IFMT – Campus Confresa. O tema “doenças metabólicas” foi definido como ponto de partida para a execução dos projetos e foram abordadas as doenças: diabetes, hipotireoidismo e intolerância à lactose. A ABPr mostrou-se uma estratégia eficiente no ensino de Bioquímica Metabólica, pois foi capaz de unir as três dimensões para o desenvolvimento de competências: a construção do conhecimento (por meio da abordagem do conteúdo), o desenvolvimento de habilidades (trabalho em equipe, comunicação oral e escrita, utilização de ferramentas digitais) e a demonstração de atitudes (por meio da conscientização sobre problemas presentes na sociedade e a utilização da Bioquímica na prevenção ou solução destes problemas).

Biografia do Autor

Bruno Pereira Garcês, Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM)

Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico - Química. Mestre em Química

Kelly de Oliveira Santos, Instituto Federal de Brasília (IFB)

Professora de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico - Química. Doutora em Química.

Carlos Alberto de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Professor do Magistério Superior. Doutor em Bioquímica

Referências

BARRON, B. J. S.; Schwartz, D. L.; Vye, N. J.; Moore, A.; Petrosino, A.; Zech, L.; Bransford, J. D. Doing With Understanding: Lessons From Research on Problem- and Project-Based Learning. Journal of the Learning Sciences, v. 7, n. 3, p. 271-311, 1998.

BLUMENFELD, P. C.; SOLOWAY, E.; MARX, R. W.; KRAJCIK, J. S.; GUZDIAL, M.; PALINCSAR, A., Motivating Project-Based Learning: Sustaining the Doing, Supporting the Learning. Educational Psychologist, v. 26, n. 3-4, p. 369-398, 1991.

BUCK INSTITUTE OF EDUCATION. Disponível em: http://www.bie.org/. Acesso em: 10 de Agosto de 2015.

DRAPER, A. J. Integrating Project-Based Service-Learning into an Advanced Environmental Chemistry Course. Journal of Chemical Education, v. 81, n. 2, p. 221-224, 2004.

ERGÜL, R. N.; KARGIN, E, K. The Effect of Project based Learning on Students’ Science Success. Procedia - Social and Behavioral Sciences. v. 136, p. 537-541, 2014.

HOWARD, M.; O'HARA, P. B.; SANBORN, J. A. Pesticides in Drinking Water: Project-Based Learning within the Introductory Chemistry Curriculum. Journal of Chemical Education, v. 76, n. 12, p. 1673-1677, 1999.

MATTA, L. D. M.; NETO, L. S. Ensino de Bioquímica e Formação Docente: propostas de projetos voltados para o ensino básico, desenvolvidos por estudantes de licenciatura. Química Nova na Escola, v. 38, n. 3, p. 224-229, 2016.

MENEZES, H. C.; FARIA, A. G. Utilizando o monitoramento ambiental para o ensino da química. Pedagogia de Projeto. Química Nova, v. 26, n. 2, p. 287-290, 2003.

MILLS, J. E.; TREAGUST, D. F. Engineering education – is problem based or project based learning the answer? Australasian Journal of Engineering Education, v. 3, p. 2-16, 2003.

MOURSUND, D. Project-based learning in an information technology environment. Learning and Leading with Technology, v. 25, n. 8, p. 4-5, 1998.

YOKAICHIYA, D. K. Estruturação e avaliação de uma disciplina de bioquímica a distância baseada no modelo de aprendizagem colaborativa. 2005. 208 f. Tese (Doutorado em Biologia Funcional e Molecular) - Instituto de Biologia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

Publicado

30/04/2018

Como Citar

GARCÊS, B. P.; SANTOS, K. de O.; OLIVEIRA, C. A. de. Aprendizagem baseada em projetos no ensino de bioquímica metabólica. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 13, n. esp.1, p. 526–533, 2018. DOI: 10.21723/riaee.nesp1.v13.2018.11448. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/11448. Acesso em: 3 mar. 2021.

Edição

Seção

Relatos de Experiência