Aprendizagem baseada em projetos no ensino de bioquímica metabólica

Autores

  • Bruno Pereira Garcês Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM)
  • Kelly de Oliveira Santos Instituto Federal de Brasília (IFB)
  • Carlos Alberto de Oliveira Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.nesp1.v13.2018.11448

Palavras-chave:

Bioquímica metabólica, Doenças metabólicas, Aprendizagem Baseada em Projetos, Metodologias ativas de aprendizagem, Formação inicial do professor.

Resumo

A Bioquímica é um componente curricular que está presente nos cursos de Licenciatura em Química e Biologia e os alunos costumam considerá-lo complexo. A utilização de metodologias ativas de aprendizagem busca tornar o aprendizado desse componente significativo aplicando situações de aprendizagem reais e autênticas e colocando o estudante no centro do processo de ensino-aprendizagem. A Aprendizagem Baseada em Projetos (ABPr) foi escolhida para se trabalhar Bioquímica Metabólica com alunos do 4° ano do curso de Licenciatura em Ciências da Natureza com Habilitação em Química do IFMT – Campus Confresa. O tema “doenças metabólicas” foi definido como ponto de partida para a execução dos projetos e foram abordadas as doenças: diabetes, hipotireoidismo e intolerância à lactose. A ABPr mostrou-se uma estratégia eficiente no ensino de Bioquímica Metabólica, pois foi capaz de unir as três dimensões para o desenvolvimento de competências: a construção do conhecimento (por meio da abordagem do conteúdo), o desenvolvimento de habilidades (trabalho em equipe, comunicação oral e escrita, utilização de ferramentas digitais) e a demonstração de atitudes (por meio da conscientização sobre problemas presentes na sociedade e a utilização da Bioquímica na prevenção ou solução destes problemas).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Pereira Garcês, Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM)

Professor de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico - Química. Mestre em Química

Kelly de Oliveira Santos, Instituto Federal de Brasília (IFB)

Professora de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico - Química. Doutora em Química.

Carlos Alberto de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Professor do Magistério Superior. Doutor em Bioquímica

Referências

BARRON, B. J. S.; Schwartz, D. L.; Vye, N. J.; Moore, A.; Petrosino, A.; Zech, L.; Bransford, J. D. Doing With Understanding: Lessons From Research on Problem- and Project-Based Learning. Journal of the Learning Sciences, v. 7, n. 3, p. 271-311, 1998.

BLUMENFELD, P. C.; SOLOWAY, E.; MARX, R. W.; KRAJCIK, J. S.; GUZDIAL, M.; PALINCSAR, A., Motivating Project-Based Learning: Sustaining the Doing, Supporting the Learning. Educational Psychologist, v. 26, n. 3-4, p. 369-398, 1991.

BUCK INSTITUTE OF EDUCATION. Disponível em: http://www.bie.org/. Acesso em: 10 de Agosto de 2015.

DRAPER, A. J. Integrating Project-Based Service-Learning into an Advanced Environmental Chemistry Course. Journal of Chemical Education, v. 81, n. 2, p. 221-224, 2004.

ERGÜL, R. N.; KARGIN, E, K. The Effect of Project based Learning on Students’ Science Success. Procedia - Social and Behavioral Sciences. v. 136, p. 537-541, 2014.

HOWARD, M.; O'HARA, P. B.; SANBORN, J. A. Pesticides in Drinking Water: Project-Based Learning within the Introductory Chemistry Curriculum. Journal of Chemical Education, v. 76, n. 12, p. 1673-1677, 1999.

MATTA, L. D. M.; NETO, L. S. Ensino de Bioquímica e Formação Docente: propostas de projetos voltados para o ensino básico, desenvolvidos por estudantes de licenciatura. Química Nova na Escola, v. 38, n. 3, p. 224-229, 2016.

MENEZES, H. C.; FARIA, A. G. Utilizando o monitoramento ambiental para o ensino da química. Pedagogia de Projeto. Química Nova, v. 26, n. 2, p. 287-290, 2003.

MILLS, J. E.; TREAGUST, D. F. Engineering education – is problem based or project based learning the answer? Australasian Journal of Engineering Education, v. 3, p. 2-16, 2003.

MOURSUND, D. Project-based learning in an information technology environment. Learning and Leading with Technology, v. 25, n. 8, p. 4-5, 1998.

YOKAICHIYA, D. K. Estruturação e avaliação de uma disciplina de bioquímica a distância baseada no modelo de aprendizagem colaborativa. 2005. 208 f. Tese (Doutorado em Biologia Funcional e Molecular) - Instituto de Biologia, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

Publicado

30/04/2018

Como Citar

GARCÊS, B. P.; SANTOS, K. de O.; OLIVEIRA, C. A. de. Aprendizagem baseada em projetos no ensino de bioquímica metabólica. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 13, n. esp.1, p. 526–533, 2018. DOI: 10.21723/riaee.nesp1.v13.2018.11448. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/11448. Acesso em: 19 jun. 2024.

Edição

Seção

Relatos de Experiência