APRENDIZAGEM HISTÓRICA E NOVO HUMANISMO: As ideias históricas dos jovens a partir da leitura dos quadrinhos de “Os Miseráveis”

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v16i2.13202

Palavras-chave:

Novo Humanismo. Os Miseráveis. História em Quadrinhos. Aula-oficina.

Resumo

Neste artigo, apresentamos parte das discussões desenvolvidas ao longo do mestrado em Educação na Universidade Estadual de Londrina, defendido em 2019. O trabalho desenvolvido no mestrado se debruçou sobre o uso de uma versão em quadrinhos da obra “Os Miseráveis”, de Victor Hugo (o livro foi publicado originalmente em 1862), com o objetivo de discutir com jovens estudantes do nono ano de uma escola pública localizada em Londrina, Paraná, sobre problemas sociais e sobre o Novo Humanismo de Rüsen (2012, 2015). Para isto, desenvolvemos aulas-oficina (BARCA, 2004) que tinham o objetivo de, tornando o aluno o protagonista do processo de ensino-aprendizagem, leva-lo à reflexão sobre questões relacionadas a problemas sociais e ao humanismo. Nestas aulas-oficina, realizamos uma roda de conversa, além da produção uma narrativa sobre esta roda e de uma história em quadrinhos que abordasse o tema problemas sociais. Neste artigo, trabalhamos com as HQs produzidas pelos alunos, apresentando as discussões realizadas sobre o tema e as análises desenvolvidas na dissertação a partir da produção dos alunos. Nosso objetivo foi verificar a possibilidade de os jovens estudantes gerarem um sentido de orientação temporal por meio dos valores e ideias do novo humanismo e da defesa da dignidade humana a partir da leitura de “Os Miseráveis” em quadrinhos.

Biografia do Autor

Giovana Maria Carvalho Martins, Universidade Estadual de Londrina

Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Londrina. Graduada em História e Pedagogia. Desenvolve pesquisa relacionada às áreas: Educação Histórica, Quadrinhos, Novo Humanismo, Aula-oficina.

Marlene Rosa Cainelli, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em História Social pela UFPR. Professora associada da Universidade Estadual de Londrina. Tem experiência na área de História e educação, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de história, formação de professores, educação histórica, saberes escolares e saberes docentes. Professora do Programa de Mestrado e Doutorado em Educação e do Mestrado em História

Referências

BARCA, Isabel. Aula Oficina: do Projeto à Avaliação. In. Para uma educação de qualidade: Atas da Quarta Jornada de Educação Histórica. Braga, Centro de Investigação em Educação (CIED)/ Instituto de Educação e Psicologia, Universidade do Minho, 2004, p. 131 – 144.

CATÃO, Maria de Fárima. O ser humano e problemas sociais: questões de intervenção. Temas em Psicologia, Ribeirão Preto, v. 19, n. 2, p. 459-465, 2011.

EISNER, Will. Quadrinhos e arte seqüencial. São Paulo: Martins Fontes, 1989

FRONZA, Marcelo. O significado das histórias em quadrinhos na Educação Histórica dos jovens que estudam no Ensino Médio. 170 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pro¬grama de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2007

FRONZA, Marcelo. Aprendendo história com as histórias em quadrinhos. In: SCHIMDT, Maria Auxiliadora; BARCA, I. Aprender história: perspectivas da educação histórica. Ijuí: Editora Unijuí, 2009. p. 197-224

HOVASSE, Jean-Marc. Os Miseráveis 2012. In: BARRETO, Junia (org). Victor Hugo: disseminações. Vinhedo, Editora Horizonte, 2012.

NECHI, Lucas Pydd. O novo humanismo como princípio de sentido da didática da história: reflexões a partir da consciência histórica de jovens ingleses e brasileiros. 293 p. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2017.

PESSOA, Alberto Ricardo. Quadrinhos na Educação: uma proposta didática na Educação Básica. 2006. 185 f. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais) -Instituto de Artes, Universidade Estadual Paulista, São Paulo, 2006.

RAMA, Angela. VERGUEIRO, Waldomiro (orgs.). Como usar as histórias em quadrinhos na sala de aula. São Paulo: Editora Contexto, 2004.

RÜSEN, Jörn.. Formando a Consciência Histórica – por uma didática humanista da História. In.: Revista Antíteses, Londrina, Vol.5, n.10, p.519-536, jul./dez. 2012.

RÜSEN, Jörn. Humanismo e didática da história. Organização e tradução de Maria Auxiliadora Schmidt, Isabel Barca, Marcelo Fronza e Lucas Pydd Nechi. Curitiba: W.A. Editores, 2015.

SCHMIDT, Maria Auxiliadora; BARCA, Isabel; MARTINS, Estevão de Rezende (Org.). Jörn Rüsen e o Ensino de História. Curitiba: Editora da UFPR, 2011.

SOBANSKI, Adriana de Quadros; CHAVES, Edilson Aparecido.; BERTOLINI, João Luis da Silva; FRONZA, Marcelo. Ensinar e aprender História: histórias em quadrinhos e canções. Curitiba: Base Editorial, 2009

Publicado

16/09/2020

Como Citar

Carvalho Martins, G. M., & Cainelli, M. R. (2020). APRENDIZAGEM HISTÓRICA E NOVO HUMANISMO: As ideias históricas dos jovens a partir da leitura dos quadrinhos de “Os Miseráveis”. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 16(2). https://doi.org/10.21723/riaee.v16i2.13202