Comunicação e educação no desenvolvimento de pesquisas no ProfLetras-UFTM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp4.14514

Palavras-chave:

Comunicação, Educação, ProfLetras, Formação docente, Ensino fundamental

Resumo

Estudos na interface Comunicação e Educação têm norteado reflexões fundamentais sobre processos formativos mais afeitos à contemporaneidade, na medida em que apontam a relevância da presença das linguagens midiáticas na sala de aula. Nesse sentido, a formação dos docentes é um dos fatores determinantes para que tais linguagens sejam inseridas na prática pedagógica. Assim, o objetivo deste trabalho foi analisar as dissertações de mestrado, realizadas por professores-mestrandos do programa ProfLetras, da UFTM, cujo tema indicava o diálogo entre Comunicação e Educação. Foram selecionadas pesquisas desenvolvidas a partir de propostas de intervenção no ensino fundamental, que envolviam processos comunicacionais e educacionais para o ensino de língua portuguesa e literatura. Tais pesquisas revelaram a preocupação dos professores em alinharem a teoria à prática. E, ainda que tenham propostas de intervenção significativas e com resultados positivos, seria importante oferecer disciplinas específicas na interface Comunicação e Educação para um diálogo mais efetivo.

Biografia do Autor

Eliana Nagamini, Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza (FATECSP/CEETEPS), São Paulo – SP

Docente na Faculdade de Tecnologia. Pós-doutoranda no Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação (ECA/USP).

Referências

ALMEIDA, A. S. F. Letramento literário na EJA: transformando e (re)construindo caminhos. Orientadora: Fani Miranda Tabak. 2018. 160 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018.

ANDRADE, R. P. Rap, funk, pop internacional: percepção de professores sobre as referências musicais dos alunos. Orientador: Adilson Odair Citelli. 2019. 537 f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2019.

ANDRADE, Y. L. A. Ressignificando a prática leitora na escola. Orientadora: Fani Miranda Tabak. 2018. 160 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018

ARAÚJO, P. G. O caderno do aluno de 7ano: análise discursiva e proposta de enriquecimento das atividades de leitura. Orientadora: Jauranice Rodrigues Cavalcanti. 2018. 108 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018

AZEVEDO, R. A. G. Projeto de letramento: o ensino da leitura e da escrita como práticas emancipadoras no nono ano do ensino fundamental. Orientadora: Jauranice Rodrigues Cavalcanti. 2019. 165 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2019.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Trad. Luís Antero Reto, Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2016.

BARBA, W. L. A leitura crítica nos anos finais do ensino fundamental. Orientadora: Jauranice Rodrigues Cavalcanti. 2018. 135f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018.

CARDOSO, F. M. Letramento literário: práticas envolventes nos mitos e lendas. Orientadora: Fani Miranda Tabak. 2019. 232 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2019.

CITELLI, A. Palavras, meios de comunicação e educação. São Paulo: Cortez, 2006.

CITELLI, A. Educomunicação: temporalidades e sujeitos. In: CITELLI, A. (Org.). Comunicação e Educação. Os desafios da aceleração social do tempo. São Paulo: Paulinas, 2017.

COSSON, R. Letramento literário: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2014.

COSTA, K. R. Estratégias de leitura aplicadas a alunos de 6º ano de ensino fundamental II de uma escola da cidade de Patrocínio – MG. Orientadora: Maria Eunice Barbosa Vidal. 2019. 156 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2019.

FELICIANO, C. Q. B. Estratégias de leitura do gênero fábula em ambiente digital. Orientador: Acir Mário Karwoski. 2017. 84 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2017.

MARTÍN-BARBERO. J. A comunicação na educação. Trad. Maria Immacolata Vassalo Lopes e Dafne Melo. São Paulo: Contexto, 2014.

OROZCO-GÓMEZ, G. Educomunicação. Recepção midiática, aprendizagem e cidania. São Paulo: Paulinas, 2014.

PEREIRA, P. C. D. Hiperconto no ensino de língua portuguesa: pop ups como forma de mediação da leitura literária. Orientador: Acir Mário Karwoski. 2018. 121 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018.

ROJO, R.; MOURA, E. Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.

SILVA, T. C. T. O gênero diário como prática discursiva na sala de aula. Orientadora: Deolinda de Jesus Freire. 2018. 203 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2018.

SOARES, I. O. Educomunicação: um campo de mediações. In: CITELLI, A.; COSTA, M. C. (Org.). Educomunicação: construindo uma nova área de conhecimento. São Paulo Paulinas, 2011.

SOARES, M. Alfabetização e Letramento: Caminhos e Descaminhos. São Paulo: Pátio, 2003.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 2008.

VIEIRA, O. O. O. O entrelaçamento da oralidade com a escrita na produção de narrativas escritas de alunos do ensino fundamental II. Orientadora: Marinalva Vieira Barbosa. 2016. 162f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras) – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba, 2016.

Downloads

Publicado

01/12/2020

Como Citar

NAGAMINI, E. Comunicação e educação no desenvolvimento de pesquisas no ProfLetras-UFTM. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. esp4, p. 2671–2686, 2020. DOI: 10.21723/riaee.v15iesp4.14514. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/14514. Acesso em: 6 mar. 2021.