Professores iniciantes na educação infantil

Dissertações e teses publicadas no brasil no período 1996-2018

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i1.14604

Palavras-chave:

Professor iniciante, Educação Infantil, Pesquisa bibliográfica

Resumo

Estudos sugerem que, no Brasil, temos, na Educação Infantil, o maior número de professorado jovem, o que pode indicar que nessa etapa se encontra a maior parte dos docentes em início de carreira (VIEIRA, 2013; MARCELO GARCIA, 2010). Por meio desta pesquisa, bibliográfica, pretendeu-se realizar um mapeamento de estudos produzidos no Brasil que tratam da temática dos professores iniciantes na Educação Infantil. Como fontes de dados foram utilizadas dissertações e teses defendidas no período 1996-2018, disponibilizadas no Catálogo de Teses e Dissertações da CAPES e na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. Constatou-se a existência de poucas produções que focalizam os anos iniciais da docência nas creches e pré-escolas e a necessidade de pesquisas que fundamentem programas de acolhimento e formação dos professores iniciantes dessa etapa da Educação Básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maévi Anabel Nono, Universidade Estadual Paulista (UNESP), São José do Rio Preto – SP – Brasil

Professora Assistente do Departamento de Educação. Doutorado em Educação (UFSCAR).

Referências

ALMEIDA, P. C. A. et al. As pesquisas sobre professores iniciantes: uma revisão integrativa. Revista Eletrônica de Educação, v. 14, p. 1-20, jan./dez. 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.14244/198271994152

ANDRÉ, M. E. D. A. Políticas e programas de apoio aos professores iniciantes no Brasil. Cadernos de pesquisa, v. 14, n. 145, p. 112-129, jan./abr. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/v42n145/08.pdf. Acesso em: 27 dez. 2020.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF, out. 1988.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União: Seção 1, Brasília, DF, p. 27833, dez. 1996.

BRASIL. Resolução CNE/CEB n. 5, de 17 de dezembro de 2009. Fixa as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Diário Oficial da União: Seção 1, Brasília, DF, p. 1, dez. 2009.

BRASIL. Lei n. 12.796, de 4 de abril de 2013. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências. Diário Oficial da União: Seção 1, Brasília, DF, p. 1 5 abr. 2013.

BRASIL. Resolução CNE/CP n. 2, de 22 de dezembro de 2017. Institui e orienta a implantação da Base Nacional Comum Curricular, a ser respeitada obrigatoriamente ao longo das etapas e respectivas modalidades no âmbito da Educação Básica. Diário Oficial da União: Seção 1, Brasília, DF, p. 41-44, 22 dez. 2017.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopse Estatística da Educação Básica 2018. Brasília, DF: INEP, 2019.

CAMPOS, M. M. Educar crianças pequenas. Em busca de um novo perfil de professor. Revista Retratos da Escola. Brasília, v. 2, n. 2-3, p. 121-131, jan./dez. 2008.

CORRÊA, P. M.; PORTELLA, V. C. M. As pesquisas sobre professores iniciantes no Brasil: uma revisão. Olhar de professor, Ponta Grossa, v. 15, n. 2, p. 223-236, 2012. Disponível em: https://www.revistas2.uepg.br/index.php/olhardeprofessor/article/view/4287/3270. Acesso em: 27 dez. 2020.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza, CE: UEC, 2002. Apostila.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

HUBERMAN, M. O ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, A. et al. (org.). Vidas de professores. Porto: Porto Editora, 1992.

MACHADO, L. B. Profissão docente: elementos demarcadores das representações sociais de professores em início de carreira. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, [S. l.], v. 13, n. 4, p. 1132–1148, 2018. DOI: 10.21723/riaee.v13.n3.2018.9094

MARCELO GARCIA, C. O professor iniciante, a prática pedagógica e o sentido da experiência. Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação Docente, Belo Horizonte, v. 2, n. 3, p. 11-49, ago./dez. 2010. Disponível em: https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/download/17/15. Acesso em: 27 dez. 2020.

MARIANO, A. L. S. A Construção do início da docência: um olhar a partir das produções da Anped e do Endipe. 2006. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, SP, 2006. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/2796/DissALSM.pdf?sequence=1. Acesso em: 27 dez. 2020.

MOURA, T. A.; GUARNIERI, M. R. Uma professora iniciante aprendendo a alfabetizar: processos formativos e saberes docentes na corda bamba. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, [S. l.], v. 14, n. 3, p. 1001–1014, 2019. DOI: 10.21723/riaee.v14i3.11552

OLIVEIRA, D. A. A profissão docente na Educação Infantil. Docência na Educação Infantil, Brasília, ano XXIII, boletim 10, p. 8-15, junho 2013. Disponível em: https://cdnbi.tvescola.org.br/contents/document/publicationsSeries/17204610_DocenciaEducacaoInfantil.pdf. Acesso em: 27 dez. 2020.

OLIVEIRA, Z. M. R. O currículo na Educação Infantil: o que propõem as novas diretrizes nacionais? In: SEMINÁRIO NACIONAL: CURRÍCULO EM MOVIMENTO – PERSPECTIVAS ATUAIS, 1., 2010, Belo Horizonte. Anais [...]. Belo Horizonte 2010.

PAPI, S. O. G.; MARTINS, P. L. O. As pesquisas sobre professores iniciantes: algumas aproximações. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 26, n. 3, p. 39-56, dez. 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/edur/v26n3/v26n3a03.pdf. Acesso em: 27 dez. 2020.

VIEIRA, L. M. F. O perfil das professoras e educadoras da Educação Infantil no Brasil. Docência na Educação Infantil, Brasília, ano XXIII, boletim 10, p. 16-27, jun. 2013. Disponível em: https://cdnbi.tvescola.org.br/contents/document/publicationsSeries/17204610_DocenciaEducacaoInfantil.pdf Acesso em maio 2016.

Publicado

02/01/2022

Como Citar

NONO, M. A. Professores iniciantes na educação infantil: Dissertações e teses publicadas no brasil no período 1996-2018. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 1, p. 0447–0462, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i1.14604. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/14604. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos