Pesquisa pedagógica e formação continuada de professores no ambiente escolar: uma relação necessária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v16i4.15822

Palavras-chave:

Educação, Formação continuada de professores, Pesquisa pedagógica, Formação “in locu”

Resumo

Este artigo de revisão bibliográfica e análise descritiva e interpretativa objetivou reunir, interpretar e analisar as publicações que discutem as contribuições da pesquisa pedagógica para a formação continuada de professores in locu enquanto atitude investigativa indissociável ao trabalho docente. Foram analisadas as publicações desenvolvidas no período entre 2008 e 2017, considerando o impacto, neste período, produzido na literatura sobre a formação docente, pela ideia de agente-sujeito e valorização da pesquisa pedagógica, fomentada tanto na formação inicial como continuada de professores. Os resultados indiciaram a importante relação entre a atividade de pesquisa da prática pedagógica e a formação continuada in locu como possibilidade metodológica essencial à formação do professor. Conclui-se que a formação continuada de professores precisa realizar-se no tempo e espaço escolar e valorizar a pesquisa pedagógica realizada in locu, com vistas a auxiliar o professor na construção de sua profissionalidade e aprofundamento teórico promovidos a partir das experiências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrick Pacheco Castilho Cardoso, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília – SP

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Educação. Diretor de Escola Pública Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental I.

Luciana Aparecida Araujo, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília – SP

Docente do curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Doutorado em Educação (UNESP). Pós-Doutorado pela Fundação Carlos Chagas.

Claudia Regina Mosca Giroto, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília – SP

Docente do curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Doutorado em Educação (UNESP).

Referências

ABREU, R. M. A.; ALMEIDA, D. M. Refletindo sobre a pesquisa e sua importância na formação e na prática do professor do ensino fundamental. Revista Entreideias: Educação Cultura e Sociedade, n. 14, p. 73-85, jul./dez. 2008.

ASSIS, T. P. Formação Contínua em Serviço: o olhar do professor. 2014. 198 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Ciência e Tecnologia, Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2014.

CARAMORI, P. M. Estratégias Pedagógicas e Incluso Escolar: um estudo sobre a formação continuada em serviço de professores a partir do trabalho colaborativo. 2014. 310 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2014.

CONTRERAS, J. A autonomia de professores. São Paulo: Cortez, 2002.

DINIZ-PEREIRA, J. E.; LACERDA, M. P. Possíveis significados da pesquisa na prática docente: ideias para fomentar o debate. Revista Educação e Sociedade, Campinas, v. 30, n. 109, p. 1229-1242, set./dez. 2009.

DOMINGUES, I. O coordenador pedagógico e a formação do docente na escola. São Paulo: Cortez, 2014.

FERREIRA, A. F. As tecnologias digitais da informação e comunicação nas aulas de Educação Física: a formação continuada em serviço de professores da rede pública. 2017. 193 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Humano e Tecnologias) – Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2017.

GAVA, M. P. M. 1970 – Professores do campo e no campo: um estudo sobre formação continuada e em serviço na Escola Distrital “Padre Fulgêncio do Menino Jesus”, no município de Colatina/ES. 2011. 203 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2011.

GHEDIN, E. Professor reflexivo: da alienação da técnica à autonomia da crítica. In: PIMENTA, S. G. GHEDIN, E (org.). Professor Reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2012. p.148-173.

GUARALDO, S. R. A formação contínua em serviço: um estudo das representações de professore e gestores em três municípios paulistas. 2015. 216 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

IMBERNÓN, F. Formação Continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2010. 120 p.

LOURENÇO, R. S. S. L. A Formação Continuada em Serviço de Professores e as Atividades do Horário de Trabalho Pedagógico Coletivo nas Escolas dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. 2014. 140 f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2014.

NHANISSE, C. R. Formação continuada em serviço: enunciados dos professores sobre seu percurso formativo na relação com o fazer pedagógico. 2014. 114 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

OLIVEIRA, M. R. A pesquisa em Didática no Brasil: da tecnologia do ensino à teoria pedagógica. In: PIMENTA, S. G. (org.). Didática e formação de professores: percurso e perspectivas no Brasil e em Portugal. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2000. p. 131-157.

PASSALACQUA, F. G. M. Necessidades pessoais e coletivas de professores dos anos iniciais do ensino fundamental: um estudo qualitativo em busca de estratégias de formação continuada em serviço. 2013. 153 f. Dissertação (Mestrado em Educação Escolar) – Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista, Araraquara, 2013.

PENITENTE, L. A. A. Professores e Pesquisa: da formação ao trabalho docente, uma tessitura possível. Formação Docente, Belo Horizonte, v. 04, n. 07, p. 19-38, jul./dez. 2012.

PENITENTE, L. A. A.; GIROTO, C. R. M.; SOUZA, A. B. Entre o discurso e a prática: o lugar da pesquisa na formação de professores. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, Ponta Grossa, v. 11, n. 1, p. 336-359, jan./abr. 2018.

PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. (org.). Professor Reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

SANT’ANNA, M. M. M. Formação Continuada em Serviço para professores da Educação Infantil sobre o brincar. 2016. 166 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2016.

SILVA, N. F. S. Formação continuada colaborativa de professores em serviço: o caso da EMEF José Áureo Monjardim. 2013. 111 f. Dissertação (Mestrado em Educação, História, Política e Sociedade) – Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2013.

SILVA, R. H. Formação continuada de professores em serviço: em busca de um currículo em ação intermulticultural. 2009. 101 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2009.

SOUZA, L. R. Formação continuada em serviço: do coordenador pedagógico ao professor: o caso da rede municipal de São Paulo. 2017. 106 f. Dissertação (Mestrado em Gestão e Práticas Educacionais) – Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2017.

ZUMPANO, V. A. A. O coordenador pedagógico e o seu papel na formação continuada em serviço do professor de educação infantil (creche). 2010. 184 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2010.

Publicado

21/10/2021

Como Citar

CARDOSO, P. P. C.; ARAUJO, L. A.; GIROTO, C. R. M. Pesquisa pedagógica e formação continuada de professores no ambiente escolar: uma relação necessária. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. 4, p. 2593–2608, 2021. DOI: 10.21723/riaee.v16i4.15822. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/15822. Acesso em: 24 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2