Práticas inclusivas em contexto: ações de comunicação acessível em Portugal e no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v16iesp.4.16063

Palavras-chave:

Educação inclusiva, Práticas pedagógicas, Comunicação acessível, Comunicação aumentativa e alternativa, Desenho universal para a aprendizagem

Resumo

Este artigo objetiva discutir práticas inclusivas de comunicação acessível quanto à orientação e à prevenção de cuidados com a saúde no contexto da pandemia de COVID-19, realizadas em projetos que acontecem em Portugal e no Brasil. As práticas compreendem a produção de pranchas de comunicação acessível e de materiais educativos para educação em saúde com o emprego da Comunicação Aumentativa e Alternativa (CAA), a partir de princípios do Desenho Universal para a Aprendizagem (DUA). Tais práticas, desenvolvidas em universidades conveniadas de ambos os países, articularam estudos e pesquisadores de diferentes áreas, viabilizando a criação de produtos inclusivos, tornando mais acessível a comunicação e favorecendo os cuidados referentes à saúde em tempos de pandemia, enquanto direito de todos. A pesquisa, de cunho qualitativo, ancora-se metodologicamente em revisão narrativa de literatura. A discussão dos resultados parte de revisão bibliográfica, de legislação e de uma reflexão sobre as práticas realizadas. Consideram-se as ações educativas inovadoras ao ampliar o acesso aos informativos de enfrentamento à COVID-19, ressignificando saberes compartilhados e novas formas de aprendizagens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Cardoso, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre – RS

Professor do Programa de Pós-Graduação em Design e do Departamento de Design e Expressão Gráfica da Faculdade de Arquitetura. Doutorado em Design (UFRGS).

Alessandra Lopes de Oliveira Castelini, Universidade Federal do Piauí (UFPI), Picos – PI

Docente e Pesquisadora da Coordenação de Pedagogia/CSHNB. Doutorado em Diversidade Cultural e Inclusão Social (FEEVALE).

Célia Maria Adão de Oliveira Aguiar Sousa, Instituto Politécnico de Leiria (IPL), Leiria – Portugal

Investigadora Integrada do Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais, Polo do IPLeiria (CICS.NOVA. IPLeiria). Doutorado em Formação de Professores (UNEX) – Espanha.

Referências

BERSCH. R. C. R., Design de um serviço de tecnologia assistiva em escolas públicas. 2009. 231 f. Dissertação (Mestrado em Design) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/18299/000728187.pdf?. Acesso em: 10 maio 2021.

BRASIL. Constituição Federal da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, 05 out. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm. Acesso em: 10 maio 2021.

BRASIL. Lei n. 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Brasília, DF, 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/lei/l13146.htm. Acesso em: 10 maio 2021.

CAST UDL. Learn About Universal Design for Learning (UDL). 2006. Disponível em: http://bookbuilder.cast.org/learn.php. Acesso em: 10 maio 2021.

CAST, UDL. Book Builder. Massachusetts Department of Elementary & Secondary Education, NEC Foundation of America. The John W. Alden Trust, and the Pinkerton Foundation. 2013. Disponível em: http://bookbuilder.cast.org/. Acesso em: 10 maio 2021.

CAST, UDL. Center for Applied Special Technology. 2014. Disponível em: http://www.cast.org/udl/index.html. Acesso em fev. 2020.

CASTELINI. A. L. O; SOUSA, C.; QUARESMA DA SILVA, D. R. Tecendo Saberes na Formação Docente: Ações desenvolvidas no Centro de Recursos para Inclusão Digital para a promoção da Comunicação mais Acessível à Todos. In: CONFERÈNCIA INTERNACIONAL DE RECERCA EN EDUCACIÓ, 1., 2020, Barcelona. Anais [...]. Barcelona, Espanha: Universitat de Barcelona; Albacete: LiberLibro, 2020. v. 1, p. 749-760. ISBN: 978-84-17934-76-7.

CHUN, R. Y. S. Comunicação suplementar e/ou alternativa: abrangência e peculiaridades dos termos e conceitos em uso no Brasil. Pró-Fono Revista de Atualização Científica, Barueri, v. 21, n. 1, p. 69-74, 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-56872009000100012

C

ORDEIRO A. M. et al. Revisão sistemática: Uma revisão narrativa. Rev Col Bras Cir., Rio de Janeiro, v. 34, n. 6, 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-69912007000600012

DGE MEC Decreto-Lei n. 54/2018. Disponível em: http://www.dge.mec.pt/sites/default/files/EEspecial/dl_54_2018.pdf. Acesso em: 10 maio 2021.

DN/PT, Diário de Notícias de Portugal 2020. Disponível em: https://www.dn.pt/poder/costa-anuncia-que-medidas-vao-apertar-por-causa-da-pascoa-12014578.html. Acesso em: 10 maio 2021.

MARTINS, H. M. L. E. P. O Museu Nacional de Arte Antiga, o edifício e a sua história: contributos para um projeto de comunicação. 2014. 153 f. Dissertação (Mestrado em Museologia) – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2014.

MARTINS, M. F. M. Estudos de Revisão de Literatura. Rio de Janeiro, 10 set. 2018. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/29213/2/Estudos_revisao.pdf. Acesso em: 10 maio 2021.

MERRIAM, S. B. Qualitative research and case study applications in education. San Francisco: Jossey-Bass, 1998.

NUNES, C.; MADUREIRA, I. Desenho Universal para a Aprendizagem: Construindo práticas pedagógicas inclusivas. Revista Da Investigação às Práticas, v. 5, n. 2, p. 126-143, 2015. Disponível em: https://repositorio.ipl.pt/bitstream/10400.21/5211/1/84-172-1-SM.pdf. Acesso em: 10 maio 2021.

OMS. Organização Mundial da Saúde. Guia Considerações psicossociais e de saúde mental durante o surto de COVID-19. 2020. Disponível em: https://www.paho.org/pt/documentos/consideraciones-psicosociales-salud-mental-durante-brote-covid-19. Acesso em: 10 abr. 2020.

ONU. Organização das Nações Unidas. A Declaração Universal dos Direitos Humanos. 1948. Disponível em: https://nacoesunidas.org/direitoshumanos/declaracao/. Acesso em: 10 maio 2020.

ONU. Organização das Nações Unidas. Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. 2008. Disponível em: http://www.inr.pt/content/1/1187/convencao-sobre-os-direitos-das-pessoas-com-deficiencia. Acesso em: 10 maio 2021.

RIBEIRO, G. R. P. S.; AMATO, C. A. L. H. Análise da utilização do Desenho Universal para Aprendizagem. Cadernos de Pós-Graduação em Distúrbios do Desenvolvimento, São Paulo, v. 18, n. 2, p. 125-151, jul./dez. 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5935/cadernosdisturbios.v18n2p125-151. Acesso em: 10 maio 2021.

SANTOS, B. S. A Cruel Pedagogia do Vírus. Biblioteca Nacional de Portugal – CDU 347 Edições Almedina, S.A., 2020. ISBN 978-972-40-8496-1. Disponível em: http://www.cidadessaudaveis.org.br/cepedoc/wp-content/uploads/2020/04/Livro-Boaventura-A-pedagogia-do-virus.pdf. Acesso em: 10 jun. 2020.

SILVA, A. A. M. Sobre a possibilidade de interrupção da epidemia pelo coronavírus (COVID-19) com base nas melhores evidências científicas disponíveis. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 23, e200021, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbepid/v23/1980-5497-rbepid-23 e200021.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020.

SOUSA, C. M. A. O. A. E se entrasse numa livraria e pedisse um livro multiformato? In: ENCONTRO SOBRE INCLUSÃO EM CONTEXTO ESCOLAR, 3., 2018. Anais [...]. IPL, 2018.

SOUSA, C. M. A. O. A. O conhecimento que os professores manifestam sobre a metacognição da comunicação não-verbal na escola inclusiva: respostas aos alunos com NEE. 2012. Tese (Doutoral en Educación) – Departamento de Ciencias de la Educacion, Universidad de Extremadura, Espanha, 2012. Disponível em: http://dehesa.unex.es/xmlui/handle/10662/437. Acesso em: 10 abr. 2020.

UNESCO. Policy Guidelines on Inclusion in Education. Paris: UNESCO, 2009. Disponível em: https://www.european-agency.org/sites/default/files/key-principles-for-promoting-quality-in-inclusive-education_key-principles-PT.pdf. Acesso em: 10 abr. 2020.

VERZONI, L. D. N. Sistemas Suplementares e/ou Alternativos de Comunicação (SSAC). 1999. Disponível em: http://www.profala.com/artpc5.htm. Acesso em: 10 jun. 2020.

Publicado

30/12/2021

Como Citar

CARDOSO, E.; CASTELINI, A. L. de O.; SOUSA, C. M. A. de O. A. Práticas inclusivas em contexto: ações de comunicação acessível em Portugal e no Brasil. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 16, n. esp.4, p. 2990–3004, 2021. DOI: 10.21723/riaee.v16iesp.4.16063. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16063. Acesso em: 17 abr. 2024.