Análise de aplicação da LGPD numa instituição pública de ensino

Um estudo de caso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i3.16789

Palavras-chave:

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, LGPD, Ambientes para ensino

Resumo

A intensificação na coleta, armazenamento e tratamento de dados pelas instituições traz atenção quanto à proteção de dados pessoais. Esta pesquisa básica aplicada visa verificar, por meio de um estudo de caso, a conformidade entre instrumentos normativos de proteção de dados pessoais adotados por instituição pública de ensino tecnológico e o estabelecido pela Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). As respostas coletadas pelo questionário estruturado foram tabuladas e tratadas, demonstrando a relação entre contexto institucional e as dimensões analisadas para a implementação de protocolos e das boas práticas. Conforme os resultados, considera-se a necessidade de implementação de um programa de governança em privacidade que vá ao encontro das políticas institucionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jackson Gomes Soares Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), Campinas – SP – Brasil

Professor. Doutorando em Educação Escolar (UNESP).

 

 

Francisco Rolfsen Belda, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Bauru – SP – Brasil

Professor do Departamento de Comunicação Social. Doutorado em Engenharia de Produção (EESC-USP).

Carlos Hideo Arima, Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza (CEETEPS), São Paulo – SP – Brasil

Professor do Programa de Mestrado Profissional em Gestão e Tecnologia em Sistemas Produtivos e Pesquisador da Unidade de Pós-Graduação, Extensão e Pesquisa do Centro Paula Souza. Doutorado em Controladoria e Contabilidade (USP).

Referências

BRASIL. Lei n. 11.892, de 29 de dezembro 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da Repúlica, 2008. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm. Acesso em: 13 dez. 2020.

BRASIL. Lei n. 13.709, de 14 de agosto de 2018. Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Brasília, DF: Presidência da República, 2018. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2018/lei/L13709compilado.htm. Acesso em: 30 ago. 2020.

BRASIL. Portaria IFSP n. 4296, de 14 de dezembro de 2020. Aprova a atualização da Política de Segurança da Informação e Comunicação - PoSIC no âmbito do Instituto Federal de Educação, Ciência e Educação de São Pauto - IFSP. São Paulo: IFSP, 2020. Disponível em: https://www.ifsp.edu.br/component/content/article?layout=edit&id=2679. Acesso em: 11 fev. 2022.

BRASIL. Emenda Constitucional n. 115. Altera a Constituição Federal para incluir a proteção de dados pessoais entre os direitos e garantias fundamentais e para fixar a competência privativa da União para legislar sobre proteção e tratamento de dados pessoais. Brasília, DF: Atos do Congresso Nacional, 2022. Disponível em: https://in.gov.br/en/web/dou/-/emenda-constitucional-n-115-379516387. Acesso em: 11 fev. 2022.

DAVENPORT, T. H. Ecologia da informação: Por que só a tecnologia não basta para o sucesso na era da informação. São Paulo: Futura, 1998.

LÉVY, P. A esfera semântica. São Paulo: Annablume, 2014.

LIKERT, R. A technique for the measurement of attitudes. Archives of Psychology, v. 22, n. 140, p. 55, 1932. Disponível em: https://psycnet.apa.org/record/1933-01885-001. Acesso em: 06 nov. 2021.

SOUZA, J. G. S.; ARIMA, C. H.; BELDA, F. R. Análise de tratamento da segurança da informação na gestão de riscos da governança de tecnologia da informação de uma instituição de ensino público federal. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. 3, p. 1309-1321, jul./set. 2020. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/13584. Acesso em: 18 out. 2021.

STOKES, D. E. O quadrante de Pasteur: A ciência básica e a inovação tecnológica. Campinas: Editora da Unicamp, 2005.

UNIÃO EUROPEIA. Diretiva n. 95/46/CE, de 24 de outubro de 1995. Relativa à protecção das pessoas singulares no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais e à livre circulação desses dados. Estrasburgo: Parlamento Europeu, 1995. Disponível em: https://eur-lex.europa.eu/legal-content/PT/TXT/HTML/?uri=CELEX:31995L0046&from=EL. Acesso em: 03 mar. 2021.

UNIÃO EUROPEIA. Opinion 4/2007 on the concept of personal data. European Commission, 2007. Disponível em: https://ec.europa.eu/justice/article-29/documentation/opinion-recommendation/files/2007/wp136_en.pdf. Acesso em: 03 mar. 2021.

YIN, R. K. Estudo de caso: Planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

Publicado

01/07/2022

Como Citar

SOUZA, J. G. S.; BELDA, F. R.; ARIMA, C. H. Análise de aplicação da LGPD numa instituição pública de ensino: Um estudo de caso. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 3, p. 1856–1872, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i3.16789. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16789. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos