Reflexão sobre a Universidade Portuguesa no reinado de D. Afonso IV

Análise das ações governativas em prol do estudo geral

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v18i00.17079

Palavras-chave:

Portugal medieval, D. Afonso IV, Monarquia portuguesa, Universidade medieval portuguesa

Resumo

Com base em um conjunto de Cartas Régias da “Chartularium Universitatis Portugalensis” (1996), este artigo objetivou refletir sobre a Universidade Portuguesa no reinado de D. Afonso IV (1291, 1325-1357) e suas ações governativas em prol do investimento na proteção, manutenção e desenvolvimento do Estudo Geral, fundado por D. Dinis em torno de 1290, em Lisboa. Inserida no campo da História da Educação, a pesquisa bibliográfica e documental se sustentou nos princípios teóricos da História Social e no conceito de longa duração, particularmente nas formulações de Bloch (2001). A análise, articulada ao contexto político da época, evidenciou que a instituição universitária possibilitou um reinado mais centralizado, sobretudo, em virtude do corpus legislativo monárquico voltado à organização social. O Estudo Geral subsidiou o fortalecimento da autoridade régia, mas foi o governo de D. Afonso IV que conferiu à mentalidade portuguesa dos séculos XIII-XIV novas perspectivas sobre a sociedade e as lideranças postas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Viviane da Silva Batista, Universidade Estadual do Paraná

Professora colaboradora. Doutora em Educação (UEM/PPE).

Terezinha Oliveira, Universidade Estadual de Maringá

Professora Titular. Pós-Doutorado em História e Filosofia da Educação (USP).

Beatriz de Souza Oliveira, Universidade Estadual de Maringá

Mestrado em educação (UEM/PPE).

Referências

BLOCH, M. Apologia da história ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

CUP. Carta 109: D. Afonso IV transfere Estudo Geral para Lisboa. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996. p. 131-132.

CUP. Carta 110: D. Afonso IV nomeia Afonso Pais conservador da Universidade de Lisboa. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996. p. 132.

CUP. Carta 111: Determinação de D. Afonso IV sobre o conservador. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996. p. 133.

CUP. Carta 132: Súplica de D. Afonso IV ao Papa Clemente VI. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996. p. 148-149.

CUP. Carta 133: Bula de Clemente VI para os Bispos de Lisboa e de Évora. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996. p. 149.

CUP. Carta 197: Confirmação dos privilégios de D. Afonso IV à Universidade. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996. p. 209.

CUP. Carta 199: Determinação de D. Afonso IV sobre o conservador do Estudo Geral de Coimbra. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996. p. 211.

CUP. Carta 64: D. Afonso IV outorga os privilégios concedidos por D. Dinis e pelo Papa à Universidade de Coimbra. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996.

CUP. Carta 74: D. Afonso IV manda tresladar um alvará de D. Dinis. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996.

CUP. Carta 75: D. Afonso IV manda tresladar uma carta de D. Dinis. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996. p. 102.

CUP. Carta 78: D. Afonso IV determina o cumprimento das sentenças dos conservadores. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996. p. 105.

CUP. Carta 79: D. Afonso IV para Francisco Anes, conservador da Universidade de Coimbra. In: Chartularium Universitatis Portugalensis (1288-1377). Lisboa: Instituto de Alta Cultura, 1996. p. 106.

LE GOFF, J. Os Intelectuais na Idade Média. Rio de Janeiro: José Olympio, 2006.

LEITÃO, A. O. A universidade medieval portuguesa e os problemas do seu financiamento: os conflitos entre studium e Igreja durante o século XIV. Revista de História da Sociedade e da Cultura, v. 19, p. 41-61, 2019. Disponível em: https://impactum-journals.uc.pt/rhsc/article/view/1645-2259_19_2. Acesso em 07 fev. 2023.

MARQUES, A. H. R. O. Portugal na Crise dos Séculos XIV e XV. Nova História de Portugal. Lisboa: Presença, 1987.

MATTOSO, J. História de Portugal: a monarquia feudal (1096-1480). Lisboa: Editorial Estampa, 1997.

NORTE, A. Processos de institucionalização do Estudo Geral português. In: A universidade medieval em Lisboa: Séculos XIII-XVI. Lisboa: Tinta da China, 2013.

OLIVEIRA, T. A Escolástica no debate acerca da separação dos poderes eclesiástico e laico. Revista Notandum Libro-4. Porto: Editora Mandruvá, 2005.

OLIVEIRA, T. Chartularium Portugalensis: Reflexões sobre a Universidade Medieval no século XIV e a Política. Cadernos de História da Educação, v. 16, n. 2, p. 553-591, 2017. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/che/article/view/35820/20791. Acesso em: 10 fev. 2022.

RIBEIRO, J. S. Historia dos estabelecimentos scientificos litterarios e artisticos de Portugal nos successsivos reinados da monarchia. Tomo I. Lisboa: Academia Real das Sciências, 1871.

SCHIAVINATO, R. B. Centralização judiciária do reino português nos séculos XIII e XIV: questões práticas e teóricas. Revista Urutágua, v. 17, p. 94-104, 2009. Disponível em: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/Urutagua/article/view/3701. Acesso em: 10 fev. 2022.

SOUSA, B. V. D. Afonso IV (1291-1357). Lisboa, PT: Temas e Debates, 2009.

SOUSA, C. T. Os judeus nos reinados de D. Dinis e D. Afonso IV: Uma análise da legislação portuguesa, nos séculos XIII e XIV. 2012. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Goiás, Faculdade de História, 2012.

TOMÁS DE AQUINO. Escritos Políticos de Santo Tomás de Aquino. Tradução: Francisco Benjamin de Souza Neto. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

TORQUATRO, P. C. R. L. O Reinado de D. Afonso IV (1325- 1357) e o Desenvolvimento da Universidade Portuguesa no Século XIV: Um Estudo no Chartulariium Universitatis Portugalensis. 2020. 103 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2020. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/quaestio/article/view/3985/4493. Acesso em: 02 dez. 2022.

VERGER, J. A universidade na Idade Média. São Paulo: Ed. da Unesp, 1990.

Publicado

07/08/2023

Como Citar

BATISTA, V. da S.; OLIVEIRA, T.; OLIVEIRA, B. de S. Reflexão sobre a Universidade Portuguesa no reinado de D. Afonso IV: Análise das ações governativas em prol do estudo geral. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 18, n. 00, p. e023047, 2023. DOI: 10.21723/riaee.v18i00.17079. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/17079. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos