Processo de apropriação de conceitos trigonométricos mediado pela Atividade Orientadora de Ensino (AOE)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v18i00.18285

Palavras-chave:

Atividade Orientadora de Ensino, Conceitos trigonométricos, Ensino Médio

Resumo

A Matemática, historicamente, vem sendo significada como de difícil compreensão. Delimitando à Geometria, esta tem sido calcada na memorização de definições e fórmulas, o que nega aos alunos a possibilidade de aprendizagem do lógico histórico dos conceitos. Este artigo tem o objetivo de analisar a Atividade Orientadora de Ensino (AOE) enquanto princípio metodológico no processo de apropriação de conceitos trigonométricos. Trata-se de um recorte dos dados de uma pesquisa de mestrado em Matemática (BEZERRA, 2019), ancorada na abordagem qualitativa, que se insere em um contexto de desenvolvimento de AOE com alunos do Ensino Médio da rede pública estadual do Maranhão, Brasil. Foi subsidiada pela Teoria da Atividade e pelo próprio conceito de AOE. Como resultados, constatou-se que a AOE se apresenta como possibilidade de organização do ensino dos conceitos trigonométricos. Nessas condições, parte-se do movimento lógico histórico do conceito por possibilitar ao aluno a tomada de consciência da necessidade de encontrar uma solução ao problema desencadeador, colocando-o em atividade de aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Viana Rodrigues Chaves Bezerra, Secretaria de Educação do Estado do Maranhão

Professor de Matemática do Ensino Médio. Mestre em Matemática (PROFMAT/UESPI).

Neuton Alves de Araújo, Universidade Federal do Piauí

Professor do Magistério Superior (MS), Classe C - Adjunto, Nível 003. Doutorado em Educação (USP).

Valdirene Gomes de Sousa, Universidade Estadual do Piauí

Professora Adjunta IV Dedicação Exclusiva (CCECA/UESPI). Doutora em Educação (UFPI).

Referências

ARAÚJO, N. A. de. Professores em atividade de aprendizagem de conceitos matemáticos. Parnaíba, PI: Acadêmica Editorial, 2020. E-book.

BEZERRA, A. V. R. C. A atividade orientadora de ensino (AOE) como proposta de apropriação de conceitos trigonométricos no ensino médio. 2019. 82 f. Dissertação (Mestrado em Matemática) – Universidade Estadual do Piauí, Teresina, 2019.

DAVYDOV, V. V. Tipos de generalización en la enseñanza. 3. ed. Habana: Editorial Pueblo y Educación, 1982.

FRAGA, L. P. et al. A intencionalidade do professor na organização do ensino de matemática para os anos iniciais do ensino fundamental. In: JORNADA NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 4.; JORNADA REGIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 17., 2012, Passo Fundo. Anais [...]. Passo Fundo, RS: UPF, 2012. Disponível em: http://anaisjem.upf.br/download/de-23-parmegiane.pdf. Acesso em: 10 jul. 2023.

KOPNIN, P. V. A dialética como logica e teoria do conhecimento. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

KOSIK, K. Dialética do concreto. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

LANNER DE MOURA, A. R. A medida e a criança pré-escolar. 1995. Tese de Doutorado (Doutorado em Educação) – Universidade de Campinas, Campinas, SP, 1995.

LEONTIEV, A. N. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: livros Horizonte, 1978.

LEONTIEV, A. N. Uma contribuição à teoria do desenvolvimento da psique infantil. In: VIGOTSKI, L; LURIA, A; LEONTIEV, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone, 2010. p. 59-83.

LEONTIEV, A. N. Atividade. Consciência. Personalidade. Tradução de Priscila Marques. Bauru, SP: Mireveja, 2021.

MARQUES, H. J.; DUARTE, N. A Pedagogia Histórico-crítica em defesa de uma educação revolucionária. RIAEE – Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 15, n. esp. 3, p. 2204-2222, nov. 2020. e-ISSN: 1982-5587. DOI: 10.21723/riaee.v15iesp3.14427. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/14427/9965. Acesso em: 4 ago. 2023.

MELLO, S. A. A Escola de Vygotsky. In: CARRARA, K (org.). Introdução à Psicologia da Educação: seis abordagens. São Paulo: Avercamp, 2004. p. 135-155.

MORETTI, V. D. O problema lógico-histórico: aprendizagem conceitual e formação de professores de matemática. Poiésis, Tubarão, Número Especial, p. 29-44, jan./jun. 2014. Disponível em: https://portaldeperiodicos.animaeducacao.com.br/index.php/Poiesis/article/view/1737/1421. Acesso em: 10 jul. 2023.

MOURA, M. O. de. A atividade de ensino como unidade formadora. Bolema, Rio Claro, n. 12, p. 29-43, 1996.

MOURA, M. O. de. A atividade de ensino como ação formadora. In: CASTRO, A; CARVALHO, A (org.). Ensinar a ensinar: didática para a escola. São Paulo: Pioneira, 2001.

MOURA, M. O. de. A atividade de ensino como ação formadora. In: CASTRO, A. D.; CARVALHO, A. M. P. (org.). Ensinar a ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002. p. 143-162.

MOURA, M. O. de. Pesquisa colaborativa: um foco na ação formadora. In: BARBOSA, R. L. L. (org.). Trajetórias e perspectivas de formação de educadores. São Paulo: Ed. UNESP, 2004. p. 257-284.

MOURA, M. et al. Atividade Orientadora de Ensino: unidade entre ensino e aprendizagem. Rev. Diálogo. Educ., Curitiba, v. 10, n. 29, p. 205-229, jan./abr. 2010.

MOURA, M, O. de (org.). A atividade pedagógica na teoria histórico-cultural. Brasília: Liber livro. 2016.

OLIVEIRA, M. M. de. Como fazer pesquisa qualitativa. 7. ed. revista e atualizada. Petrópolis, RJ: Vozes, 2016.

RODRIGUES, V. L. G. de C; SFORNI, M. S. de F. Análise da apropriação do conceito de volume sob a perspectiva da teoria da atividade. Ciência & Educação, v. 16, n. 3, p. 543-556, 2010.

ROSA, J. E. da et al. Movimento do conhecimento matemático na História Virtual “Verdim e seus amigos”. Perspectivas da Educação Matemática, v. 6, p. 21-41, 2013.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. Campinas, SP: Autores Associados, 2011.

SAVIANI, D; DUARTE, N. A formação humana na perspectiva histórico-ontológica. In: SAVIANI, D; DUARTE, N. (org.). Pedagogia histórico-crítica e luta de classes na educação escolar. Campinas, SP: Autores Associados, 2012. p. 13-35.

SFORNI, M. S. de F. Aprendizagem conceitual e organização do ensino: contribuições da Teoria da Atividade. São Paulo: Junqueira e Marin, 2004.

VIGOTSKI, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Publicado

30/09/2023

Como Citar

BEZERRA, A. V. R. C.; ARAÚJO, N. A. de; SOUSA, V. G. de. Processo de apropriação de conceitos trigonométricos mediado pela Atividade Orientadora de Ensino (AOE). Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 18, n. 00, p. e023088, 2023. DOI: 10.21723/riaee.v18i00.18285. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/18285. Acesso em: 30 nov. 2023.