Formação do professor pesquisador: a importância da fundamentação epistemológica das dissertações

Autores

  • Deise Becker Kirsch Doutora em Educação. UFSCar – Universidade Federal de São. Pós-graduação em Educação. São Carlos – SP – Brasil. 13565-905. IFPR. Instituto Federal do Paraná. Curitiba – SP – Brasil.
  • Renato Kraide Soffner Doutor em Tecnologia Educacional. UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas. Campinas – SP – Brasil. 13083-970. Pós-Doutor em Tecnologia Educacional. MIT – Massachusetts Institute of Technology. Cambridge – Estados Unidos. UNISAL - Centro Universitário Salesiano de São Paulo. São Paulo – SP – Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v10i1.7328

Resumo

O artigo analisa a formação do professor pesquisador e os enfoques teórico-metodológicos das dissertações do Programa de Pós-Graduação em Educação Sociocomunitária, do Centro Universitário Salesiano de São Paulo. O objetivo do estudo é verificar os paradigmas das pesquisas produzidas por professores da Educação Básica inseridos no Mestrado, no período de 2005 a 2012. A metodologia baseia-se nos estudos de Gamboa (1996, 2009) com o Esquema Paradigmático para analisar as dissertações. O aporte teórico discute a formação do professor como pesquisador, bem como as concepções filosóficas: Positivismo, Fenomenologia, Marxismo e Teoria da Complexidade que permeiam as dissertações produzidas no Programa. Essa discussão é relevante na medida em que contribui para a delimitação dos fundamentos epistemológicos nas pesquisas em Educação Sociocomunitária e identifica elementos centrais para a formação do professor da Educação Básica na investigação científica.

Biografia do Autor

Deise Becker Kirsch, Doutora em Educação. UFSCar – Universidade Federal de São. Pós-graduação em Educação. São Carlos – SP – Brasil. 13565-905. IFPR. Instituto Federal do Paraná. Curitiba – SP – Brasil.

Bolsista PNPD/CAPES. Mestre e Doutora em Educação.

Renato Kraide Soffner, Doutor em Tecnologia Educacional. UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas. Campinas – SP – Brasil. 13083-970. Pós-Doutor em Tecnologia Educacional. MIT – Massachusetts Institute of Technology. Cambridge – Estados Unidos. UNISAL - Centro Universitário Salesiano de São Paulo. São Paulo – SP – Brasil.

Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação - Centro Universitário Salesiano de São Paulo/UNISAL.

Downloads

Publicado

19/05/2015

Como Citar

KIRSCH, D. B.; SOFFNER, R. K. Formação do professor pesquisador: a importância da fundamentação epistemológica das dissertações. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 10, n. 1, p. 246–258, 2015. DOI: 10.21723/riaee.v10i1.7328. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/7328. Acesso em: 6 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos