Inclusão de alunos com deficiência nos anos iniciais do ensino fundamental: algumas considerações

Autores

  • Elizabeth Regina Streisky de Farias Doutoranda em Educação. UEPG - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Programa de Pós-Graduação em Educação. Ponta Grossa – PR – Brasil.
  • Gilmar de Carvalho Cruz Professor Associado. UEPG - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Programa de Pós-Graduação em Educação. Ponta Grossa – PR – Brasil. 84030-900. UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste. Guarapuava – PR – Brasil.
  • Marta Burda Schastai Doutoranda em Educação Matemática. UEL - Universidade Estadual de Londrina. Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática. Londrina – PR – Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v10i1.7641

Resumo

O presente texto visa discutir, mesmo que de uma forma breve, a inclusão na escola regular de alunos com deficiência. Para isto, buscou-se uma fundamentação baseada, na análise de documentos legais que tratam da política pública da inclusão escolar de alunos com deficiência no Brasil, bem como em autores que tratam da temática. O texto trata ainda do processo de ensino e aprendizagem, bem como do fracasso escolar, considerando o cotidiano escolar, o estilo de gestão escolar e as práticas pedagógicas presentes na escola pública, como categorias relevantes no processo de inclusão escolar de alunos com deficiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elizabeth Regina Streisky de Farias, Doutoranda em Educação. UEPG - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Programa de Pós-Graduação em Educação. Ponta Grossa – PR – Brasil.

Professora no Curso de Pedagogia, Departamento de Educação da Universidade Estadual do Paraná. Graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, Mestre em Educação Pela Universidade Estadual de Ponta Grossa e Doutoranda em Educação na Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Gilmar de Carvalho Cruz, Professor Associado. UEPG - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Programa de Pós-Graduação em Educação. Ponta Grossa – PR – Brasil. 84030-900. UNICENTRO - Universidade Estadual do Centro-Oeste. Guarapuava – PR – Brasil.

Graduado em Educação Física pela Universidade Gama Filho, Mestre em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Doutor em Educação pela Universidade Estadual de Campinas e Pós-doutor em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Professor Associado da Universidade Estadual do Centro-Oeste e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Marta Burda Schastai, Doutoranda em Educação Matemática. UEL - Universidade Estadual de Londrina. Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática. Londrina – PR – Brasil.

Graduada em Licenciatura em Matemática, Mestre em Ensino de Ciência e Tecnologia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Doutoranda em Educação Matemática na Universidade Estadual de Londrina.

Downloads

Publicado

19/05/2015

Como Citar

FARIAS, E. R. S. de; CRUZ, G. de C.; SCHASTAI, M. B. Inclusão de alunos com deficiência nos anos iniciais do ensino fundamental: algumas considerações. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 10, n. 1, p. 197–214, 2015. DOI: 10.21723/riaee.v10i1.7641. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/7641. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos