Educação sexual para pessoas com deficiência física

Autores

  • Ana Cláudia Bortolozzi Maia UNESP – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências - Departamento de Psicologia. Grupo de Estudos e Pesquisa Sexualidade, Educação e Cultura – GEPESEC. Bauru – SP – Brasil.
  • Marcelo Gonçalves Rodrigues UNESP – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências - Departamento de Psicologia. Grupo de Estudos e Pesquisa Sexualidade, Educação e Cultura – GEPESEC. Bauru – SP – Brasil.
  • Fernanda Piqueira Gomes UNESP – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências - Departamento de Psicologia. Grupo de Estudos e Pesquisa Sexualidade, Educação e Cultura – GEPESEC. Bauru – SP – Brasil.
  • Priscila Foger Marques UNESP – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências - Departamento de Psicologia. Grupo de Estudos e Pesquisa Sexualidade, Educação e Cultura – GEPESEC. Bauru – SP – Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v10i1.7775

Resumo

Pessoas com deficiência física são seres sexuados que necessitam receber esclarecimentos e educação sexual. Este trabalho descreve um programa de intervenção em educação sexual para pessoas com deficiência física que teve por objetivos: a) transmitir uma noção ampla e emancipatória de sexualidade, b) esclarecer e informar sobre a educação e repressão sexual, c) refletir sobre as mudanças na imagem corporal e autoestima da pessoa com deficiência física e suas implicações na sexualidade e d) discutir sobre a crença social de que a deficiência é impeditiva para a sexualidade. O programa foi realizado em dez encontros semanais de duas horas de duração e utilizou-se de recursos pedagógicos como dinâmicas grupais, vídeos e imagens. Os jovens participaram ativamente, discutindo e refletindo sobre as questões sociais da sexualidade. Conclui-se que a população estigmatizada pela deficiência carece de esclarecimentos e reflexões sobre a construção social da sexualidade e da deficiência e que oportunidades de reflexões grupais em processos de educação sexual para essa população são fundamentais na sociedade inclusiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

MAIA, A. C. B.; RODRIGUES, M. G.; GOMES, F. P.; MARQUES, P. F. Educação sexual para pessoas com deficiência física. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 10, n. 1, p. 215–224, 2015. DOI: 10.21723/riaee.v10i1.7775. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/7775. Acesso em: 23 jun. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)