As contribuições da ACP ao saber psicopedagógico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v11.n.esp3.9077

Palavras-chave:

Psicopedagogia. Abordagem Centrada na Pessoa. Aprendizagem significativa.

Resumo

O presente trabalho pretende verificar como a Abordagem Centrada na Pessoa poderá contribuir com a Psicopedagogia. A Psicopedagogia é uma área científica recente e ainda busca uma teoria para fundamentar sua prática. Desenvolvida a partir de diversas outras áreas do conhecimento, tem sua base principal na Pedagogia e na Psicologia, e como objetivos compreender a construção do conhecimento com todos os fatores que a influenciam, facilitando o aprendizado e identificando o que impede o sujeito de aprender. Porém, este é um conceito novo e só através do estudo da história da Psicopedagogia pode-se entender como ocorreu à evolução desta área. Com a mudança de paradigma, a Abordagem Centrada na Pessoa (ACP), corrente de pensamento psicológico criada por Carl Rogers traz outra forma de se compreender a aprendizagem que passou a envolver significância e experiência, e entendimento de que o sujeito aprendente possui todas as potencialidades para aprender e é por meio de uma comunicação empática que o psicopedagogo age como um facilitador para o aprendizado e a mudança do aluno. Conclui-se que a prática psicopedagógica aplicada com base na teoria da Abordagem Centrada na Pessoa pode melhorar os resultados das intervenções nos processos de dificuldade de aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30/11/2016

Como Citar

AMORIM, B. da S. As contribuições da ACP ao saber psicopedagógico. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 11, n. esp.3, p. 1745–1760, 2016. DOI: 10.21723/riaee.v11.n.esp3.9077. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/9077. Acesso em: 25 out. 2021.